Portal O Debate
Grupo WhatsApp

SENAI capacita trabalhadores em Guiné Equatorial

SENAI capacita trabalhadores em Guiné Equatorial

12/04/2014 Divulgação

SENAI qualifica trabalhadores em construção civil e operação de equipamentos na África.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) qualifica, até maio, 232 trabalhadores para a construtora OAS, na Guiné Equatorial, no continente africano.

A empresa trabalha na construção de uma rodovia entre a capital Malabo e a cidade de Luba. O treinamento é promovido por técnicos do SENAI da Bahia, nas áreas de operação de equipamentos (escavadeira e caminhão basculante) e construção civil.

O gerente executivo de Relações internacionais do SENAI, Frederico Lamego, avalia que o acordo é resultado da crescente presença do SENAI na África para atender demandas de mão-de-obra.

“Esse contrato se soma a outros já existentes com a Petrobras, Vale e Braskem. Com isso, o SENAI está adquirindo uma experiência internacional pra atender as principais empresas brasileiras que estão operando na África e também na América Latina”, diz.

Esse é o segundo contrato do SENAI na Guiné Equatorial. O primeiro foi com a construtora ARG entre 2012 e 2013.



Brasil tem 1,5 milhão de motoristas e entregadores de produtos

Segundo Ipea, maioria é de homens pretos ou pardos e tem menos de 50 anos.

Brasil tem 1,5 milhão de motoristas e entregadores de produtos

Semana do MEI terá atividades on-line e presenciais em Minas Gerais

Estado é o terceiro no ranking nacional em número de formalização de microempreendedores.

Semana do MEI terá atividades on-line e presenciais em Minas Gerais

Não tratar bem o cliente é abater a galinha dos ovos de ouro

Falar para todos, mas não ser ouvido por ninguém.

Não tratar bem o cliente é abater a galinha dos ovos de ouro

Cinco principais competências para empreendedores e gestores

É comum que os gestores consigam acelerar o desenvolvimento de um negócio por terem uma visão mais ampla da empresa.

Cinco principais competências para empreendedores e gestores

Pagamentos com cartões de crédito crescem 42% no primeiro trimestre

Aumento está relacionado à expansão do comércio online, diz associação.

Pagamentos com cartões de crédito crescem 42% no primeiro trimestre

Exporta SP oferece 150 vagas em capacitação gratuita para exportação

Programa online é voltado para micro, pequenas e médias empresas de qualquer região do estado, que ainda recebem acompanhamento por dois anos após o término.

Exporta SP oferece 150 vagas em capacitação gratuita para exportação

Lançado o primeiro carrinho inteligente da América Latina

Com o novo carrinho inteligente da Nextop no Enxuto é possível contabilizar e pagar as compras com total autonomia.

Lançado o primeiro carrinho inteligente da América Latina

A promessa da Enjin Coin (ENJ) caiu por terra. As perspectivas de Mushe (XMU) continuam crescendo

A Enjin Coin (ENJ) trouxe uma forma interessante de integrar partes anteriormente díspares do espaço dos criptoativos. Porém, será que sua valorização se manterá consistente ao longo do tempo?

A promessa da Enjin Coin (ENJ) caiu por terra. As perspectivas de Mushe (XMU) continuam crescendo

Artesãos mineiros expõem seus produtos no 15º Salão do Artesanato, em Brasília

Evento, que acontece de 04 a 08 de maio, reunirá mais de 500 artesãos de 25 estados do Brasil.

Artesãos mineiros expõem seus produtos no 15º Salão do Artesanato, em Brasília

Faturamento de bares e restaurantes deve aumentar 30% no Dia das Mães

Data é segundo melhor dia do ano em relação ao movimento, diz Abrasel.

Faturamento de bares e restaurantes deve aumentar 30% no Dia das Mães

Wax (WAXP) e Mushe (XMU): as melhores criptomoedas eco-friendly

Existe uma forma para as finanças descentralizadas se tornarem mais sustentáveis. Aqui estão as empresas que estão pavimentando o caminho.

Wax (WAXP) e Mushe (XMU): as melhores criptomoedas eco-friendly

Percentuais de endividados e inadimplentes são os maiores em 12 anos

Índice de endividados chegou a 77,7% em abril. O cartão de crédito é o principal motivo das dívidas.

Percentuais de endividados e inadimplentes são os maiores em 12 anos