Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Vale cria Diretoria de Investimento Social

Vale cria Diretoria de Investimento Social

06/12/2018 Divulgação

Hugo Barreto será o responsável pelos projetos sócio-culturais da empresa e pela Fundação Vale.

A Vale anuncia a criação da Diretoria de Investimento Social, subordinada à Diretoria Executiva de Sustentabilidade e Relações Institucionais, que reunirá os projetos sócio-culturais da empresa e a Fundação Vale. Assume a diretoria, a partir de janeiro de 2019, o ex-secretário-geral da Fundação Roberto Marinho, Hugo Barreto.

Com 19 anos na FRM, ele liderou relevantes iniciativas nas áreas de educação e cultura em parceria com governos e instituições da sociedade civil. Barreto é bacharel em Filosofia pela PUC-Rio, com formação em Gestão Avançada pelo Insead/Fundação Dom Cabral. É membro do Conselho Executivo do programa de mestrado profissional em Administração da Fundação Dom Cabral e presidiu o GIFE (Grupo de Institutos, Fundações e Empresas), que atua na área de Investimento Social Privado.

"A nova Diretoria é resultado de uma reorganização necessária para a implementação da nova visão estratégica dos investimentos socioculturais da Vale", comenta o diretor-executivo de Sustentabilidade e Relações Institucionais, Luiz Eduardo Osorio.

"Aceitei esse desafio mobilizado pela visão do Fabio Schvartsman, do Luiz Osorio e de toda a diretoria executiva de construir um legado de transformação social para o nosso país. Esta é uma agenda movida por paixão e comprometimento, valores que vão orientar a minha contribuição nesta nova jornada aqui na Vale", diz Hugo Barreto.

Com 50 anos de história, a Fundação Vale atua em mais de 60 municípios no Maranhão, Pará, Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro. Só em 2017, foram aplicados cerca de R$ 45 milhões em dezenas de projetos nas áreas de educação, cultura, saúde e geração de renda.

Fonte: Relacionamento com a Imprensa - Vale  



Perspectivas positivas para a indústria em 2022

É preciso deixar de lado todo discurso derrotista e voltado apenas para desafios e privilegiar a obtenção de resultados.

Perspectivas positivas para a indústria em 2022

Nível de endividamento das famílias brasileiras em 2021 foi o maior em 11 anos

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) foi divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.

Nível de endividamento das famílias brasileiras em 2021 foi o maior em 11 anos

Sebrae mostra impacto da pandemia sobre empreendedores negros

Pesquisa revela dificuldades na retomada dos negócios.

Sebrae mostra impacto da pandemia sobre empreendedores negros

Uso de cheques no Brasil cai 93% desde 1995

No ano passado, volume de compensações caiu 23%.

Uso de cheques no Brasil cai 93% desde 1995

6 tendências de comunicação e marketing para 2022

Para 64% dos jovens entre 16 e 24 anos, a publicidade tradicional não impacta mais.

6 tendências de comunicação e marketing para 2022

Contribuição mensal de microempreendedores individuais será reajustada

Com o aumento do salário-mínimo, Documento de Arrecadação Simplificada de MEI (DAS) passa a ter novos valores.

Contribuição mensal de microempreendedores individuais será reajustada

Inflação oficial fecha 2021 com alta de 10,06%, diz IBGE

Poupança tem terceira maior retirada líquida da história em 2021

Retirada líquida no ano passado foi de R$ 35,5 bilhões.

Poupança tem terceira maior retirada líquida da história em 2021

Cerca de 40% dos pequenos negócios realizaram investimentos em 2021

De acordo com Sondagem Trimestral, realizada pelo Sebrae em parceria com a FGV, a Indústria é a que mais investiu.

Cerca de 40% dos pequenos negócios realizaram investimentos em 2021

Mercado financeiro prevê que economia vai crescer 0,36% em 2022

Estimativa anterior de crescimento do PIB era de 0.42%.


Capacitação no atendimento é diferencial para fidelizar clientes

Quando você chega a um restaurante, o que mais espera além de uma boa comida?

Capacitação no atendimento é diferencial para fidelizar clientes

Pesquisa mostra que mais de 90% dos brasileiros estão infelizes no trabalho

Entre as promessas para o ano novo, ser promovido no trabalho e aumentar o salário estão entre as mais almejadas.

Pesquisa mostra que mais de 90% dos brasileiros estão infelizes no trabalho