Portal O Debate
Grupo WhatsApp


MEC assina protocolo por mais salas de cinema acessíveis

MEC assina protocolo por mais salas de cinema acessíveis

30/10/2019 Divulgação

O Distrito Federal será o primeiro a oferecer as sessões, que serão gratuitas.

MEC assina protocolo por mais salas de cinema acessíveis

O Ministério da Educação (MEC) assinou nesta terça-feira (29/10) um protocolo de intenções para ampliar o número de salas de cinema acessíveis a pessoas com deficiência no país. Para isso, a intenção é estabelecer parcerias com os estados. O protocolo foi assinado também pela Fundação Joaquim Nabuco, ligada ao MEC.

O Distrito Federal será o primeiro a oferecer as sessões e, de acordo como MEC, servirá de modelo para os demais entes federados. As sessões serão gratuitas.

De acordo com a coordenadora do Cinema da Fundação Joaquim Nabuco, Ana Farache, o protocolo é baseado em projetos da Fundação já em andamento, o Alumiar e o Índigo. O Alumiar é voltado para pessoas com deficiências sensoriais e exibe na sua programação regular filmes nacionais com três modalidades de acessibilidade comunicacional: Audiodescrição para pessoas cegas ou com baixa visão; Língua Brasileira de Sinais (Libras) para pessoas surdas, e Legenda para Surdos e Ensurdecidos. 

Já o Índigo é voltado para crianças, jovens e adultos com necessidades específicas, tais como transtorno do espectro autista e síndrome de Down, e seus familiares. A sala de cinema fica mais iluminada durante a sessão e o volume do som é reduzido.

A partir do ano que vem, a acessibilidade se torna obrigatória no cinema, como está previsto na Instrução Normativa 128/2016, da Agência Nacional do Cinema (Ancine). A partir do dia 1º de janeiro de 2020, todas as salas de cinema do país serão obrigadas, sob pena de multa, a oferecer aparelhos de acessibilidade para pessoas com deficiência visual e auditiva.

Fonte: Agência Brasil



Playlist no Spotify traz sons da natureza

Fundação Grupo Boticário lança playlist com sons da Natureza.

Playlist no Spotify traz sons da natureza

Single de Angelo & Angel no Top 5 das mais tocadas no Brasil

A música “4G” começou o mês de abril em alta nas rádios brasileiras.

Single de Angelo & Angel no Top 5 das mais tocadas no Brasil

Pedro Callloni lança single ‘grunge’ com banda de jazz de Los Angeles

Brasileiro mantém o ritmo das suas referências musicais, contextualizadas no jazz.

Pedro Callloni lança single ‘grunge’ com banda de jazz de Los Angeles

Livro “Brasil Despedaçado” apresenta soluções para crescimento do Brasil

O título é um dos mais recentes lançamentos da temática e traz o retrato de diversos setores do país, como infraestrutura de transportes, empregabilidade e Poder Judiciário.


Felipe Araújo lança clipe vertical de “Mentira”

Música com título sugestivo para ganhar o 1º de abril, as plataformas digitais e em novo formato.

Felipe Araújo lança clipe vertical de “Mentira”

MTK lança novo single “Problemão”

Trio, que mistura Rap acústico e Pop, aposta em clipe divertido para falar dos dilemas do vai e vem de uma relação.

MTK lança novo single “Problemão”

Montreux Jazz Festival disponibiliza 50 shows completos

Lista tem shows de nomes como Johnny Cash, Nina Simone, Marvin Gaye, The Raconteurs, Wu-Tang Clan e mais.

Montreux Jazz Festival disponibiliza 50 shows completos

Ecad pede ao Governo apoio à indústria da música

Entre outras medidas, a entidade pede a abertura de linha de crédito de capital de giro para empresas e pessoas que estejam ligadas ao setor musical.

Ecad pede ao Governo apoio à indústria da música

Turnê do Metallica no Brasil é adiada para dezembro

Banda se apresentará em Belo Horizonte no dia 20 de dezembro, no Estádio do Mineirão.

Turnê do Metallica no Brasil é adiada para dezembro

“Sonífera Ilha” ganha nova versão dos Titãs

A música de 1984 estará no no novo projeto da banda previsto para ser lançado em abril.

“Sonífera Ilha” ganha nova versão dos Titãs

Crianças em quarentena: quando a literatura se torna um porto seguro

Talvez seja a hora de ler ou ouvir um texto literário inteligente e envolvente, daqueles que propagam a esperança.

Crianças em quarentena: quando a literatura se torna um porto seguro

E quando o circo pega fogo… quem ganha é a literatura!

Descubra porque as protagonistas do livro da escritora carioca Lêda Maya nasceram com a ponta do nariz vermelha!