Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Debate reforça a importância do audiovisual indígena para o cinema brasileiro

Debate reforça a importância do audiovisual indígena para o cinema brasileiro

09/12/2021 Divulgação

Painel do MAX – Minas Gerais Audiovisual Expo 2021 destaca o potencial que a produção indígena tem para a narrativa e o mercado cinematográfico do país.

Debate reforça a importância do audiovisual indígena para o cinema brasileiro

O crescimento das produções audiovisuais indígenas, a importância da formação de cineastas índios e a inserção no mercado cinematográfico de maneira mais ampla. Esses foram alguns dos assuntos debatidos nesta quarta-feira (8/12), no painel “O fortalecimento do audiovisual indígena: a voz pelas imagens e difusão às histórias locais”, realizado durante o MAX – Minas Gerais Audiovisual Expo 2021.

Mediado pelo cineasta da Indiana Produções, Marco Altberg, o painel contou com a participação do diretor do Coletivo Kuikuro de Cinema, Takumã Kuikuro, da cineasta do Coletivo Audiovisual Munduruku Daje Kapap Eypi, Beka Munduruku, e do cineasta da Buriti Filmes, Luiz Bolognesi. Além de discutir e valorizar o papel do audiovisual na luta dos povos originários pela conservação dos seus costumes e pela preservação das florestas, o debate destacou o potencial que a produção indígena pode ter para a narrativa e para o mercado cinematográfico brasileiro.

Segundo o cineasta Luiz Bolognesi, o cinema indígena tem um modo de produção mais coletivo, uma visão holística e uma inventividade que podem contribuir muito para a renovação do audiovisual brasileiro nos próximos anos. “Hoje, há uma quantidade enorme de coletivos indígenas produzindo filmes, com muitas produções significativas. Acredito que o próximo passo seria os curadores dos festivais e premiações os colocarem competindo lado a lado com outras produções e não em uma categoria específica”, salientou.

Para o diretor Takumã Kuikuro, o audiovisual é uma ferramenta de luta e de resistência dos povos originários. Todavia, ele questiona sobre onde se quer chegar com o cinema feito pelos indígenas. “Nós queremos circular os vídeos entre os povos indígenas e também participar do mercado brasileiro de maneira ampla, não só em mostras etnográficas. Gostaríamos de participar em festivais e mostras competitivas importantes como Gramado e Brasília e de ter filmes em cartaz na Netflix e Globoplay. Queremos atingir todos os públicos”, afirmou.

Para mais informações sobre audiovisual clique aqui.

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

 

Fonte: Sebrae Minas



Espetáculo promove encontro entre a cultura flamenca e Minas Gerais

Teatro Sesiminas recebe espetáculo “Alumiar – Sou Flamenco, Sou Minas Gerais”, em Belo Horizonte.

Espetáculo promove encontro entre a cultura flamenca e Minas Gerais

CURA – Circuito Urbano de Arte abre convocatória artística

Evento será realizado de 15 a 25 de setembro na Praça Raul Soares, em Belo Horizonte.

CURA – Circuito Urbano de Arte abre convocatória artística

Feira do Livro de Itabirito promove inclusão e diversidade

15ª edição do evento acontece de 10 a 14 de agosto.

Feira do Livro de Itabirito promove inclusão e diversidade

Museu promove evento para celebrar aniversário de Santos Dumont

Museu Aeroespacial, no Rio de Janeiro, é o maior de aviação do hemisfério sul.

Museu promove evento para celebrar aniversário de Santos Dumont

Sesc em Minas realiza debates on-line sobre as artes cênicas no Brasil

A programação faz parte do projeto Palco Giratório, que também conta com atrações presenciais em Montes Claros, Uberlândia e Poços de Caldas.


Mostra Ecofalante de cinema exibe 69 filmes em Belo Horizonte

Mais importante evento audiovisual sul-americano dedicado à temática socioambiental apresenta produções de 26 países.

Mostra Ecofalante de cinema exibe 69 filmes em Belo Horizonte

Projeto Portinari leva exposição itinerante a comunidades do Rio de Janeiro

Exposição conhecida como Portinari nas Quebradas reúne 22 réplicas de obras do pintor.

Projeto Portinari leva exposição itinerante a comunidades do Rio de Janeiro

Artesãos mineiros comemoram R$ 420 mil em vendas durante a Fenearte

Feira foi realizada em Olinda (PE), entre os dias 6 e 17 de julho.

Artesãos mineiros comemoram R$ 420 mil em vendas durante a Fenearte

Cia de teatro BuZum! apresenta espetáculo de graça em Vespasiano

Ao longo de 2022 a cia. percorrerá sete estados do país levando a magia do  teatro de bonecos, que encanta crianças e adultos, gratuitamente.

Cia de teatro BuZum! apresenta espetáculo de graça em Vespasiano

Paraty recebe terceira edição do Festival Arte da Palavra

Festival de cinema internacional tem a bicicleta como protagonista, em Brasília

Organizadores propõem ao público reflexões sobre mudanças de hábito.

Festival de cinema internacional tem a bicicleta como protagonista, em Brasília

Morro Arte Mural volta em sua 2ª edição colorindo a Vila Nova Cachoeirinha em BH

O MAMU é um projeto de arte único em Minas Gerais que cria macro murais com as casas de vilas e comunidades vulneráveis.

Morro Arte Mural volta em sua 2ª edição colorindo a Vila Nova Cachoeirinha em BH