Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Museu de Congonhas chega aos 100 mil visitantes

Museu de Congonhas chega aos 100 mil visitantes

18/07/2017 Da Redação

Um museu vivo que retrata a devoção, a arte e a história de um povo.

Inaugurado em dezembro de 2015, o museu é fruto da parceria entre a Prefeitura de Congonhas, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO no Brasil) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Abriga importantes acervos que tratam das manifestações da fé no passado e no presente, como a coleção Márcia de Moura Castro formada por ex-votos e santos de devoção; a coleção de livros do Fábio França, que é referência no Brasil sobre o barroco, a arte e a fé; além das réplicas e cópias de segurança dos profetas de Aleijadinho.

O Museu possui ainda forte atuação cultural. Em sua programação constam apresentações artísticas, como espetáculos musicais, de dança, teatrais. Também se tornou um espaço para a produção de conhecimento, com a realização de conferências, seminários, oficinas e cursos diversos. Estudantes da região de Congonhas e de instituições de todo o País têm visitado o espaço diariamente para desenvolver projetos de extensão da sala de aula.

Além do reconhecimento local e nacional, o Museu de Congonhas já contabiliza, em pouco tempo, repercussão internacional. Ano passado a instituição teve seu projeto reconhecido como uma das boas práticas internacionais de preservação da memória pelo “International Award UCLG -Mexico City - Culture 21". Recentemente o reconhecimento veio dos Estados Unidos, quando o Museu esteve entre os poucos equipamentos culturais brasileiros convidados a participar do Intercâmbio Internacional com aquele país objetivando trocas de experiências entre os dois países.

Fonte: ETC Comunicação



Niterói recebe 4ª edição do Festival de Cinema do BRICS

Exibições das produções cinematográficas dos cinco países do grupo serão concentradas na primeira semana de outubro.

Niterói recebe 4ª edição do Festival de Cinema do BRICS

15° Festival Cara e Cultura Negra em Brasilia tem programação diversificada

Durante 14 dias, capital recebe shows e palestras gratuitas.

15° Festival Cara e Cultura Negra em Brasilia tem programação diversificada

Museu do Videogame Itinerante chega pela 1ª vez a BH

Exposição gratuita será realizada de 14 a 29 de setembro; evento terá centenas de consoles, torneios de jogos e concurso de cosplay.

Museu do Videogame Itinerante chega pela 1ª vez a BH

MIS Cine Santa Tereza recebe mostra de cinema francês

O “FESTiFRANCE 2019 tem entrada gratuita.

MIS Cine Santa Tereza recebe mostra de cinema francês

Os Vingadores será tema de contação de histórias em BH

A iniciativa reúne crianças de todas as idades no Minas Shopping.

Os Vingadores será tema de contação de histórias em BH

Exposição ‘Paisagens de Van Gogh’ leva visitante ao universo do artista

Exposição imersiva sobre Van Gogh vai até 15 de setembro em São Paulo.

Exposição ‘Paisagens de Van Gogh’ leva visitante ao universo do artista

Museu Nacional do Rio deve reabrir exposição no palácio em 2022

Já no próximo ano, serão reinauguradas as áreas administrativa e acadêmica do museu.

Museu Nacional do Rio deve reabrir exposição no palácio em 2022

Exposição celebra os 25 anos do Real

Moeda comemorativa dos 25 anos do Plano Real traz um beija-flor alimentando filhote.

Exposição celebra os 25 anos do Real

Exposição apresenta panorama de 70 anos da arte brasileira

Exposição reúne um conjunto de pinturas, esculturas, desenhos, gravuras e fotografias.

Exposição apresenta panorama de 70 anos da arte brasileira

Festival Pá na Pedra volta a ser realizado em Ribeirão das Neves

A 6ª edição está marcada para os dias 31 de agosto e 1 de setembro.

Festival Pá na Pedra volta a ser realizado em Ribeirão das Neves

São Paulo recebe exposição do artista Man Ray criada para o Brasil

A exposição Man Ray em Paris, gratuita, poderá ser vista até 28 de outubro.

São Paulo recebe exposição do artista Man Ray criada para o Brasil

Cinemas têm até janeiro para garantir acessibilidade a cegos e surdos

Salas deverão oferecer recursos de legendagem, legendagem descritiva, audiodescrição e Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Cinemas têm até janeiro para garantir acessibilidade a cegos e surdos