Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Evolução da insulina e a revolução no tratamento do diabetes

Evolução da insulina e a revolução no tratamento do diabetes

16/06/2007 Divulgação

Até 1921, o diagnóstico de diabetes insulina dependente equivalia a um atestado de óbito, após penosos dias de perda de peso, desidratação e coma. Não havia como manter a vida, uma vez que o pâncreas interrompia a produção de insulina.

"Mesmo com a privação do alimento até o jejum, mesmo com longas internações, mesmo com toda a medicina alternativa, nada continha a elevação da glicose no sangue, que causava diurese maciça, desidratação, caquexia e coma. Faltava a insulina que transporta a glicose para dentro das células e armazena nutrientes. Faltava o maior hormônio anabólico, que garante as reservas de glicose e energia que possibilitam a vida".

A descoberta da insulina foi um dos mais importantes avanços da medicina de todos os tempos e foi alcançado em 1921, na Universidade de Toronto, pelo cirurgião Frederick Banting e pelo estudante de medicina Charles Best, feito que rendeu a ambos o Prêmio Nobel de Fisiologia daquele ano. Eles conseguiram isolar o hormônio através de extratos de pâncreas de cães e o testaram inicialmente nesses animais. 

Em 12 de Janeiro de 1922, a insulina foi aplicada pela primeira vez em um paciente chamado Leonardo Thompson. Na ocasião, o garoto tinha 14 anos e pesava 30 kg. O efeito do remédio foi tão maravilhoso neste paciente que os pesquisadores acreditaram que tinham chegado à cura da doença.



Próteses controladas por sinais nervosos

Se parece estranho um homem com as pernas amputadas abaixo do joelho ser um dos mais velozes corredores do planeta, imagine poder digitar simplesmente pensando nas palavras ou se manter bem fisicamente na velhice.


Empresa alemã revoluciona tratamento do mal de Alzheimer

Após descobrir nova terapia para o diabetes 2, a firma Probiodrug anuncia método inédito contra a forma mais usual de demência senil, permitindo literalmente cortar o mal pela raiz.


Governo reage à crise ambiental

O ministério do meio ambiente anunciou a criação de um pacote com 12 medidas para impedir o desmatamento.


Itaú dará dinheiro para projetos de eficiência

O Itaú dará R$ 182.586,63 para até cinco projetos com foco em eficiência energética, energia renovável ou manejo de resíduos. O valor corresponde a 30% da taxa de administração dos fundos Itaú DI Ecomudança e Itaú RF Ecomudança, do período entre 31 de agosto de 2007 e 1º de setembro de 2008.


VW revela na Alemanha nova picape

A Volkswagen revela no Salão de Hanover (Alemanha), voltado para veículos comerciais, a Pick-Up Concept.


Área desmatada na Amazônia dobrou em agosto, mostra Inpe

Dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais mostram que o ritmo de desmatamento da Amazônia subiu 133,6% em agosto.


Mininotebook HP 2133

Uma segunda geração de mininotebooks chega às lojas, com configurações mais parrudas, a exemplo do Eee PC 900, do MSI Wind e do HP 2133.


Governos podem economizar com eficiência energética

O BID, Banco Interamericano de Desenvolvimento, acaba de lançar um estudo que afirma que os governos das Américas do sul e central podem economizar até 36 milhões de dólares caso invistam em eficiência energética.


Novo CD do Metallica é nº 1 de vendas em 25 países

Depois de chegar o primeiro lugar em vendas nos Estados Unidos em sua primeira semana de lançamento, Death Magnetic alcançou o topo das paradas em mais 24 países.


Operadora lança hoje o iPhone 3G no Brasil

A Claro começa a vender nessa sexta-feira o iPhone 3G com capacidade de 8GB. O preço variará entre R$ 1.000,00 e R$ 1.699,50 dependendo do plano escolhido pelo cliente.


Sony amplia linha Cyber-shot com recurso Smile Shutter

A Sony Brasil traz ao consumidor brasileiro mais sete lançamentos de sua linha Cyber-shot de câmeras digitais.


Americanos que jogam videogame são mais saudáveis

Uma pesquisa feita por três universidades americanas revelou que os jogadores do game EverQuest 2 – um jogo de representação online com temática de fantasia- estão mais próximos do peso ideal do que a maioria da população dos Estados Unidos.