Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Resultado da busca: " Investidores "


Como a crise ajudou na popularização do Bitcoin?

Com a notícia da pandemia do coronavírus todo o mercado de investimentos tradicional e digital foi impactado com a notícia.


Bolsa vs Startups. Porque não os dois?

Vivemos um momento de grandes inovações e com os investimentos não é diferente.


Licenciamento ambiental no Brasil

Por que o licenciamento ambiental no Brasil é entendido como um entrave a atividade econômica?



Por que as mulheres são minoria na Bolsa de Valores?

Em 2020, o número de investidores na Bolsa de Valores quase dobrou em relação ao ano de 2019.


Oportunidades pontuais na economia real

Mesmo em meio a uma grave crise econômica, a inédita Selic em 2% ao ano gera oportunidade única para alguns segmentos da economia real.


Como a vacina contra a COVID-19 está afetando o mercado financeiro

A pandemia da COVID-19 fez com que os países se concentrassem na produção de uma vacina, após o anúncio de testes clínicos, o mercado financeiro foi atingido de forma positiva, pois muitas empresas tiveram crescimento em suas ações.



Criptomoedas: O dinheiro do futuro ou o futuro do dinheiro?

Seja qual for futuro dos meios de pagamento, fato é: não podemos desprezar que as criptomoedas mudaram a maneira com que nos relacionamos com o dinheiro.


Startups em logística: um novo negócio

No meio acadêmico, universidades já orientam os estudantes para essa tendência.


Novas fontes de recursos para a construção civil

Fato até então inédito, a economia brasileira passou, a partir de 2015, por dois anos consecutivos de recessão.



Qual tipo de investidor você é?

Conservador, moderado ou agressivo: entenda quais podem ser as melhores segmentações de carteiras para seu perfil.


O futuro dos shopping centers: uma visão otimista

O primeiro Shopping Center no Brasil, o Iguatemi*, foi inaugurado na cidade de São Paulo, em 1967.


Com a queda da Selic, haverá um aumento em investimentos de renda variável?

O mundo de investimentos é formado por tomadas de decisões. Um balanço entre a racionalidade e o sentimentalismo baseado nas necessidades de cada indivíduo.