Portal O Debate
Grupo WhatsApp


A cistite afeta tanto as mulheres como aos homens

A cistite afeta tanto as mulheres como aos homens

06/07/2019 Dr. Marco Lipay

A cistite é uma inflamação da mucosa da bexiga e pode acometer homens, mulheres e crianças.

As mulheres são as maiores vítimas das cistites: aproximadamente metade delas apresentará pelo menos uma infecção urinária ao longo da vida. Isso pode ocorrer por questões anatômicas, hábitos, vida sexual e hormonal.

Lembramos que a uretra é uma estrutura curta e larga, localizada na região perineal próxima ao canal vaginal e ânus, que transporta a urina da bexiga para o meio exterior.

A cistite pode ser desencadeada por medicamentos (como os quimioterápicos) que podem causar inflamação da bexiga; radioterapia na região pélvica (Actínica); inflamação crônica de causa desconhecida e de difícil tratamento (Intersticial); uso de sonda na bexiga por longos períodos; cálculo urinário; câncer de bexiga; fungos, principalmente em pacientes diabéticos e imunodeprimidos; bactérias, que são as causas mais frequentes; e uma associação de outras condições da bexiga ou abdome inferior, tais como: câncer ginecológico, corrimento vaginal, doenças inflamatórias pélvicas, endometriose, doenças inflamatórias do intestino, lúpus, tuberculose, entre outras.

A cistite intersticial (CI) não é causada por uma infecção bacteriana e acomete aproximadamente 12 milhões de pessoas nos Estados Unidos.

As causas não são claras e admite-se ainda que possa ser provocada por um problema vesical motivado por alterações no sistema nervoso, muscular, química da urina ou alergia. Uma complicação observada na CI é a redução da capacidade vesical funcional máxima, ou seja: “a bexiga fica pequena”.

Em aproximadamente 90% das vezes a bactéria E. coli é a responsável pela cistite bacteriana. Essa bactéria coloniza a pele do períneo e habita o intestino, sem nenhum problema; mas se alcançar a bexiga e os rins, pode desencadear grandes danos, inclusive com risco de vida.

A cistite pode acontecer depois de uma relação sexual, provavelmente porque a uretra sofreu traumas (normais do próprio coito) e torna-se vulnerável à migração das bactérias, sendo mais intensa e comum na menopausa, devido ao ressecamento da vagina por deficiência hormonal (estrógeno).

A cistite pode não ter sintomas, mas quando relatados podem ser intensos, súbitos e bastante desconfortáveis, devido ao aumento da frequência e Urgência miccional; dor ao urinar ou no abdome; urina turva, escura ou com cheiro forte; presença de sangue na urina; mal estar geral; febre; confusão mental (mais comum em pessoas idosas).

No diagnóstico, o médico identifica fatores como: o padrão miccional, hábitos miccionais, intestinais e vida sexual; doenças associadas, como corrimentos vaginais, diabetes, doenças autoimunes, etc; uso de medicamentos, alterações anatômicas, alterações em exames de Urina e Imagem.

O tratamento deve ser personalizado para cada cistite; mas nas bacterianas, o médico prescreverá além dos analgésicos o antibiótico, guiado pelo antibiograma.

Ao tratamento urológico, soma-se o acompanhamento multidisciplinar (ginecologista e proctologista) em caso de infecção urinária de repetição.

Para prevenir a cistite, recomenda-se beber bastante água; evitar bebidas como chá, cítricos, chimarrão, refrigerantes e café; usar roupas íntimas de algodão; preferir duchas ao papel higiênico; fazer a higiene íntima sempre da vagina para o ânus e utilizar produtos neutros, sem perfumes; manter o períneo limpo e seco; urinar assim que você sentir desejo - não adie!; lavar a área genital antes e depois do ato sexual; evacuar pelo menos uma vez ao dia.

Em caso de obstipação intestinal, converse com um proctologista; na menopausa, se a paciente tiver cistites, consulte um ginecologista, visando o uso de hormônios, caso não tenha contra indicação; evitar usar anel anticoncepcional (consulte um ginecologista); tratar os cálculos renais, caso você os tenha.

O uso de Cranberry é questionável e não há evidências claras de que vá lhe ajudar. Homens, idosos, grávidas e crianças com sinais e sintomas de cistite devem procurar o seu médico ou um Urologista. Qualquer paciente com dor lombar e febre deve procurar um médico imediatamente, pode ser bastante grave.

* Dr. Marco Lipay é especialista em Urologia.

Fonte: R&F Comunicação Corporativa



Jogos, tecnologia e exercícios físicos são aliados dos idosos durante distanciamento social

Atividades são grandes aliadas na preservação da saúde física e mental durante esse período.

Jogos, tecnologia e exercícios físicos são aliados dos idosos durante distanciamento social

Entenda por que obesos estão no grupo de risco

No Brasil, uma a cada cinco pessoas são obesas.

Entenda por que obesos estão no grupo de risco

Tempo demais no celular faz mal à visão das crianças

Quem tem filhos pequenos sabe bem como é difícil, e às vezes quase impossível, mantê-los distantes das telas iluminadas dos smartphones, tablets, computadores e da televisão.

Tempo demais no celular faz mal à visão das crianças

Pandemia reduz procura no atendimento por câncer de mama

Levantamento foi realizado pela Sociedade Brasileira de Mastologia


Como aumentar a produção de colágeno para o rosto e corpo

Descubra os alimentos que aumentam a produção de colágeno para o rosto, cabelos e unhas. Dicas importantes de como produzir colágeno natural.


Pesquisa estima que casos confirmados são 35% dos sintomáticos

Percentual é melhor que de abril quando proporção era de 15%.

Pesquisa estima que casos confirmados são 35% dos sintomáticos

Por que o Coronavírus é mais perigoso para os idosos?

Entre as razões está a capacidade de resposta do sistema imunológico, que fica mais lenta e fraca à medida em que a pessoa envelhece.

Por que o Coronavírus é mais perigoso para os idosos?

Por que no outono os cabelos caem mais?

Com a chegada do outono/inverno, cai a incidência de luminosidade e as temperaturas ficam cada vez mais baixas.

Por que no outono os cabelos caem mais?

As dores musculares não podem ser ignoradas

Sofrer com dores não é normal e elas não devem ser ignoradas, ainda mais em tempo de pandemia.

As dores musculares não podem ser ignoradas

O movimento dos orgânicos não parou

Perder vidas para um vírus agressivo é o que pode acontecer de pior para a sociedade.

O movimento dos orgânicos não parou

Covid-19 e os impactos nos pacientes com câncer

A pandemia do novo coronavírus tem aumentado a preocupação com os pacientes com doenças pré-existentes.


Como a saúde mental impacta o nosso sistema imunológico?

Prevenção de enfermidades físicas e emocionais devem ter um trabalho focado em tratar o estresse que o isolamento social tem causado.

Como a saúde mental impacta o nosso sistema imunológico?