Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

03/12/2021 Alexandre Fernandes de Azevedo

A perda auditiva é uma queixa quase diária no consultório do otorrinolaringologista.

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

Existem estimativas de que cerca de 5% da população brasileira apresenta algum grau de surdez e as doenças que acometem o ouvido ou as vias auditivas são inúmeras.

A causa mais frequente é aquela que acontece à medida que envelhecemos, a chamada Presbiacusia, que em alguns casos (principalmente naqueles com histórico familiar) pode aparecer até um pouco mais cedo do que as pessoas normalmente imaginam.

Mas existem muitas outras causas que podem se manifestar em qualquer idade. A surdez decorrente das doenças infecciosas, por exemplo, ainda é muito prevalente em nosso meio. Dentre elas podemos destacar a infecção congênita por Citomegalovírus, um vírus que causa sintomas leves em adultos, mas que quando acomete o feto, ainda dentro do útero, pode acarretar surdez profunda. Além dela, infecções como a Meningite, a Rubéola e a Caxumba também podem cursar com perdas auditivas.

Outro diagnóstico frequente em crianças é a surdez de etiologia genética. Dentro deste grupo existem várias alterações que podem ocasionar déficits auditivos. Algumas delas são sindrômicas, ou seja, a surdez vem acompanhada de outras alterações como problemas cardíacos, renais, oculares, entre outros. Entretanto, o mais comum é a surdez genética não sindrômica, em que a perda auditiva aparece como sintoma único e que é sempre mais difícil de diagnosticar.

No caso da surdez genética existem testes que podem diagnosticar as mutações mais comuns. A mais frequente é a mutação no gene que codifica uma proteína chamada Conexina 26. Só que antes disso é preciso identificar as crianças que efetivamente apresentam perda auditiva, de preferência antes que elas completem os 3 meses de idade. Para isso temos a triagem auditiva neonatal, que desde 2010 é obrigatória no Brasil. Todas as crianças devem fazer o teste da orelhinha ainda na maternidade e se houver alguma alteração precisam ser encaminhadas ao especialista para uma avaliação mais detalhada. A confirmação da deficiência auditiva deve ser feita com uma série de outros exames, pois nem sempre um primeiro teste alterado significa que a criança possua algum problema.

Ao se diagnosticar a surdez, o tratamento específico ou a reabilitação devem ser instituídos de forma rápida, para evitar atrasos no desenvolvimento. O tratamento da surdez varia conforme o diagnóstico, o grau da perda auditiva e as características individuais de cada paciente. Em alguns casos podemos fazer o tratamento da doença, mas se isso não for factível, existe a possibilidade da reabilitação auditiva através de aparelhos de amplificação sonora ou por próteses implantadas cirurgicamente. Dentre as últimas podemos citar as próteses osteoancoradas, que são implantadas no osso. Elas são indicadas para pacientes com malformações da orelha externa ou média e em casos de surdez unilateral.

No caso de pacientes com surdez severa bilateral, existe a opção do Implante Coclear, que deve ser indicado de forma criteriosa pelo otologista após uma avaliação multidisciplinar. Esse tipo de implante possui um componente externo que capta o som e o retransmite a outro componente interno (implantável). Neste, a energia sonora é transformada em estímulo elétrico que, através de um eletrodo inserido dentro da orelha interna, estimula diretamente o nervo auditivo. Dessa maneira é possível recuperar a audição de uma gama de indivíduos com quadro de surdez.

É importante salientar que cada caso deve ser avaliado individualmente e as opções terapêuticas cuidadosamente discutidas para que não se crie falsas expectativas. Quando seguimos todos esses passos, criteriosamente, os resultados tendem a ser muito bons.

* Alexandre Fernandes de Azevedo, Otorrinolaringologista e Otologista do Corpo Clínico do Biocor Instituto, mestre em Infectologia pela UFMG.

Para mais informações sobre Audição clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Sinusites e conjuntivites do inverno aumentam risco da celulite ocular em crianças

Os principais sintomas da celulite periorbital e orbital são vermelhidão e inchaço nas pálpebras.

Sinusites e conjuntivites do inverno aumentam risco da celulite ocular em crianças

Transtornos alimentares: conheça as diferenças de cada tipo e os sintomas

Os transtornos alimentares podem trazer consequências sérias para a saúde.

Transtornos alimentares: conheça as diferenças de cada tipo e os sintomas

Mito ou verdade: seguro de vida é usado somente em morte

O seguro de vida oferece diversas coberturas para serem utilizadas em vida.

Mito ou verdade: seguro de vida é usado somente em morte

O perigo dos cigarros eletrônicos para os adolescentes e jovens

Um pequeno dispositivo que cabe no bolso e que surgiu com a promessa de ser menos prejudicial que o cigarro normal e ainda ajuda a parar de fumar.

O perigo dos cigarros eletrônicos para os adolescentes e jovens

ANVISA aprova novos produtos de canabidiol no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou pela primeira vez dois produtos medicinais com teor de THC acima de 0,2%.

ANVISA aprova novos produtos de canabidiol no Brasil

Cuidados ao longo do dia melhoram aparência da pele e previnem doenças

Os diferentes tipos de pele e os cuidados que devem ser tomados em cada período do dia.

Cuidados ao longo do dia melhoram aparência da pele e previnem doenças

Rosácea aumenta risco de inflamação crônica nas pálpebras e olho seco

Doença afeta cerca de 5% da população e em 20% dos casos há manifestações oculares.

Rosácea aumenta risco de inflamação crônica nas pálpebras e olho seco

Benefícios da osteopatia na gravidez

Todo o processo focará na extinção e prevenção de qualquer tipo de dores e inflamações oriundas das alterações corporais.

Benefícios da osteopatia na gravidez

Entorse de tornozelo pode evoluir para lesões mais severas quando não tratado

Até um terço dos pacientes podem sentir dor depois de 12 meses da lesão.

Entorse de tornozelo pode evoluir para lesões mais severas quando não tratado

Diabetes aumenta em 35% o risco de desenvolver um glaucoma neovascular

Glaucoma neovascular está ligado ao diabetes e doenças que afetam o sistema vascular.

Diabetes aumenta em 35% o risco de desenvolver um glaucoma neovascular

Dicas para cuidar da saúde no inverno

O frio favorece o aparecimento de doenças respiratórias, fique de olho.

Dicas para cuidar da saúde no inverno

Consumo de bebida alcoólica afeta dieta de mulheres com compulsão alimentar

Estudo da USP relaciona consumo problemático de bebida alcoólica e menor qualidade da alimentação.

Consumo de bebida alcoólica afeta dieta de mulheres com compulsão alimentar