Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Alimentação incorreta ou a falta dela são prejudiciais para o treino

Alimentação incorreta ou a falta dela são prejudiciais para o treino

22/05/2019 Da Redação

Dieta balanceada e nutritiva garante ao atleta realizar os exercícios em jejum com saúde

Alimentação incorreta ou a falta dela são prejudiciais para o treino

No senso comum, para emagrecer, acredita-se que praticar exercícios em conjunto com o jejum, conseguiremos maiores resultados. Porém é totalmente ao contrário, entretanto para objetivos corretos, a balança não é exercício maior que alimentação, justamente o oposto alimentação (com qualidade) maior que o exercício.

Porém é totalmente o contrário, se o atleta consumir altas quantidades de carboidratos e açúcar, como completa a Dra. Marcia Simões, médica da Eden Clinic Curitiba – PR “O consumo de açúcar e a alta quantidade de carboidratos deve ser excluído da alimentação, pois estes são fontes primária, fazendo com que a gordura não seja utilizada como energia” com isso o atleta perderá tempo na academia e resultados nunca serão atingidos.

Mas o jejum deve ser praticado de maneira correta, como afirma a Dra. Marcia Simões “Somente com uma dieta balanceada e nutritiva o atleta conseguirá realizar os exercícios em jejum com saúde”, ou seja, para fazer jejum tem que comer. Isto é uma rotina saudável, pois assim, possibilitará para o atleta realizar o jejum sem complicações.

Adverte a Dra. Marcia “O mais importante antes de realizar qualquer atividade em jejum, é procurar orientação correta de um profissional da medicina ou nutrição. Nunca inicie algo sem orientações de um profissional somente assim conseguimos chegar onde queremos de uma forma saudável”, ou seja, a presença de um profissional especifica a forma como deve ser feita a rotina de alimentação e se é possível realizar um jejum, pois cada caso é um caso.



Cinco dicas rápidas para cuidar da saúde mental

A mente e o corpo estão ligados. Além dos exercícios físicos, fazer terapia ajuda a confortar a mente.

Cinco dicas rápidas para cuidar da saúde mental

Obesidade pode ser combatida por meio da adoção de hábitos saudáveis

Em 11 de outubro é celebrado o Dia Nacional de Prevenção da Obesidade.

Obesidade pode ser combatida por meio da adoção de hábitos saudáveis

Obesidade e a saúde da mulher no climatério

O avanço da idade e a menopausa estão associadas a um aumento da massa gorda e uma redistribuição da gordura para área abdominal.


Obesidade pode ser combatida com hábitos saudáveis

Em 11 de outubro é celebrado o Dia Nacional de Prevenção da Obesidade.


Tecnologia muda parâmetros da medicina diagnóstica

Apenas 30% das análises ainda necessitam de jejum; há dez anos, este índice era inverso.

Tecnologia muda parâmetros da medicina diagnóstica

Canabidiol: Mitos e Verdades

Em todas as discussões que ocorrem junto à opinião pública sempre nos defrontamos com mitos e verdades e alguns desses temas merecem nossa atenção pela relevância.


Rosa App estimula prevenção ao câncer de mama

aplicativo atua na prevenção, no controle e no apoio ao tratamento do câncer de mama.

Rosa App estimula prevenção ao câncer de mama

Primavera desencadeia conjuntivite alérgica

A primavera é a estação das flores e dos dias mais longos e quentes, tendo a fama de época mais bonita do ano.

Primavera desencadeia conjuntivite alérgica

Vasectomia e Reversão no Planejamento Familiar: o que é preciso saber

A vasectomia é um procedimento cirúrgico simples que promove a esterilidade masculina, visando o planejamento familiar definitivo.


Campanha nacional contra o sarampo tem início no país

A meta do Ministério da Saúde é vacinar 2,6 milhões de crianças.

Campanha nacional contra o sarampo tem início no país

Pesquisa estuda lesão pulmonar causada por cigarro eletrônico

Estados Unidos já registraram 1.080 casos de lesões pulmonares associadas a cigarros eletrônicos, e 18 mortes.

Pesquisa estuda lesão pulmonar causada por cigarro eletrônico

Incêndios na Amazônia afetam crianças e custam R$ 1,5 milhão ao SUS

Estudo mostra também aumento de mortes de crianças com menos de 10 anos hospitalizadas por problemas respiratórios.

Incêndios na Amazônia afetam crianças e custam R$ 1,5 milhão ao SUS