Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Alimente-se bem e ganhe qualidade no sono

Alimente-se bem e ganhe qualidade no sono

21/01/2008 Divulgação

Se você é uma das pessoas que sofre com a insônia ou as noites mal dormidas, saiba que a sua alimentação pode influenciar na melhoria do seu sono.

Segundo a nutricionista funcional, Daniela Jobst, há alimentos que ajudam o relaxamento, proporcionando melhor qualidade do sono. Entre eles, podemos destacar o alface, a maçã, o pepino, o salsão e as ervas como a camomila e a cidreira. Além disso, alimentos fonte de triptofano como carboidratos, encontrados na banana, podem ajudar a proporcionar noites bem dormidas, pois o triptofano participa da formação da melatonina, hormônio responsável pelo sono.

 

Uma dieta balanceada e individual, feita de acordo com o organismo de cada pessoa, aliada aos exercícios físicos, é a receita perfeita para noites bem dormidas.

 

Por outro lado, comer muito antes de deitar, principalmente alimentos refinados como arroz branco, farinhas brancas e pão branco, pode influenciar na má qualidade do sono devido sua alta absorção, pois promove o aumento dos níveis de insulina, acionando assim o metabolismo.

 

Quanto maior a refeição noturna, maior será o tempo de latência ao sono, pois a metabolização dos alimentos precisará ser maior devido à dificuldade de digestão, levando a um retardo do sono devido ao alto metabolismo necessário para fazer a digestão e absorção dos alimentos ingeridos.

 

A nutricionista funcional Daniela Jobst está à disposição para dar orientações de como os alimentos podem ser benéficos à saúde em muitos aspectos além de melhorar a qualidade do seu sono. 



Ministério da Saúde lança campanha nacional de combate à sífilis

Gestantes representaram mais da metade dos casos contraídos em 2020.


Pandemia afetou em 35% número de consultas oftalmológicas em 2020

Cerca de 3,7 milhões de atendimentos deixaram de ser feitos.

Pandemia afetou em 35% número de consultas oftalmológicas em 2020

Nomofobia: Você tem medo de ficar longe do celular?

Uma pesquisa recente publicada pela Digital Turbine mostra que 20% dos brasileiros não ficam mais de 30 minutos longe do celular.

Nomofobia: Você tem medo de ficar longe do celular?

Dor crônica na região lombar pode ser sinal de ‘bico de papagaio’

A região lombar costuma ser a mais afetada pela osteofitose

Dor crônica na região lombar pode ser sinal de ‘bico de papagaio’

Livro inédito comemora centenário da descoberta da insulina

A renda obtida com a venda dos livros será doada ao Instituto Correndo Pelo Diabetes para incentivar a prática da atividade física.

Livro inédito comemora centenário da descoberta da insulina

10 curiosidades sobre o crânio e o cérebro que irão te surpreender

Ainda estamos longe de conhecer todo o mistério que envolve a interligação do cérebro com o nosso organismo como um todo, mas já temos importantes achados.


Quase 3 milhões de mulheres deixaram de rastrear o câncer de mama na pandemia

Com medo do contágio pelo coronavírus, as mulheres deixaram de lado a rotina de cuidados.

Quase 3 milhões de mulheres deixaram de rastrear o câncer de mama na pandemia

Bons hábitos de saúde podem evitar doenças cardiovasculares

Em 2021, Brasil registra 299.304 pessoas mortas por doenças cardiovasculares.

Bons hábitos de saúde podem evitar doenças cardiovasculares

Uso de lentes de contato por crianças deve ser cauteloso

Conheça os riscos e benefícios de crianças e adolescentes usar lentes de contato.

Uso de lentes de contato por crianças deve ser cauteloso

Pandemia aumenta uso de ansiolíticos, antidepressivos e estabilizadores de humor

Medicações têm efeitos danosos, inclusive com risco de morte.

Pandemia aumenta uso de ansiolíticos, antidepressivos e estabilizadores de humor

Por que roncamos ao dormir de barriga para cima?

Entenda como as diferentes posições para dormir interferem no funcionamento do organismo.

Por que roncamos ao dormir de barriga para cima?

Dia Mundial do Alzheimer visa desmistificar o preconceito sobre a doença

"Conhecer demência é conhecer Alzheimer" é tema de campanha em 2021.

Dia Mundial do Alzheimer visa desmistificar o preconceito sobre a doença