Portal O Debate
Grupo WhatsApp


AVC é a segunda maior causa de morte entre as mulheres brasileiras

AVC é a segunda maior causa de morte entre as mulheres brasileiras

25/10/2019 Divulgação

Segundo o Ministério da Saúde, 73.920 mulheres morrem por ano no Brasil em função do derrame.

AVC é a segunda maior causa de morte entre as mulheres brasileiras

Dormência na face, nos braços ou nas pernas; perda repentina da força muscular, visão ou memória; tontura, dores de cabeça e dificuldade súbita da fala. Tudo isso pode ser sinal de que a pessoa está sofrendo um Acidente Vascular Cerebral, também conhecido como derrame ou AVC.

Segundo dados do Ministério da Saúde, divulgados em março deste ano, a enfermidade é a segunda maior causa de morte entre as mulheres brasileiras, ficando atrás somente do infarto. Com intuito de conscientizar a população sobre os riscos do derrame, a data 29 de outubro foi escolhida como Dia Mundial de Combate ao AVC.

De acordo com o médico clínico geral do Hospital Felício Rocho, Dr. Ângelo Pimenta, existem dois tipos de AVC, o isquêmico e o hemorrágico. “O AVC isquêmico é o mais comum, representa cerca de 80% dos casos. Nele, há falta de circulação do oxigênio no cérebro, provocando a obstrução de uma ou mais artérias”, explica.

Os dados do Ministério da Saúde apontaram que 73.920 mulheres morrem por ano em consequência do AVC. Estima-se que 30% das pessoas que sobreviveram ao ataque não conseguem se locomover sozinhas e que 70% delas ficaram com alguma sequela no corpo, como comprometimento dos movimentos, dificuldade na fala, déficit de memória, alteração da coordenação e do equilíbrio, lesões no tronco cerebral, entre outras.

“Os fatores de risco são os mesmos para homens e mulheres, entre eles, a idade, o tabagismo, colesterol alto e, principalmente, a negligência com a hipertensão arterial. Em muitos casos, a pessoa só descobre que tem hipertensão depois de sofrer um AVC”, afirma.



Ministério da Saúde lança campanha de amamentação

Amamentação reduz mortalidade infantil e risco de câncer de mama.

Ministério da Saúde lança campanha de amamentação

Seminário internacional sobre autismo aborda ética no tratamento

No dia 22 de agosto, acontece o XVIII Seminário Internacional do Instituto LAHMIEI - Autismo da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).


Como saber se tenho bruxismo?

Dor na mandíbula e cabeça ao acordar são sintomas comuns.

Como saber se tenho bruxismo?

As novas maneiras de olhar e cuidar da saúde física e mental

Muito tem se falado sobre o impacto da pandemia e do distanciamento social na vida das pessoas.


Consultas odontológicas diminuem 80% durante a pandemia

Pesquisa feita pela UFPel diz respeito às consultas odontológicas na rede pública.

Consultas odontológicas diminuem 80% durante a pandemia

Aspectos emocionais do câncer

O câncer coloca a pessoa em situação limite, pois carrega o estigma da morte e do sofrimento.


Vacinas: destrinchando as fases da produção

A história do processo de produção das vacinas remonta aos trabalhos realizados pelo naturalista e médico inglês Edward Jenner, no final do século XVIII.

Vacinas: destrinchando as fases da produção

Lançado e-book com rotina de médicos em UTIs na pandemia

Prosas, versos e muita emoção mostram a nova realidade dos profissionais.


Síndrome de Burnout deve atingir diversos profissionais pós-pandemia

Cansaço, fadiga e estresse no trabalho podem ser mais sérios do que se imagina

Síndrome de Burnout deve atingir diversos profissionais pós-pandemia

Qual é o plano futuro para o setor de saúde depois da pandemia?

O setor de saúde deverá se reinventar, assim como vários setores da economia.

Qual é o plano futuro para o setor de saúde depois da pandemia?

Baixa adesão faz Ministério da Saúde ampliar campanha contra sarampo

Pessoas de 20 a 49 anos poderão se vacinar até o dia 31 de agosto, em todo o país.

Baixa adesão faz Ministério da Saúde ampliar campanha contra sarampo

Dores no inverno: como amenizar o quadro em tempos de menor temperatura

Queixar-se da piora das dores em dias frios está longe de ser um drama ou frescura.

Dores no inverno: como amenizar o quadro em tempos de menor temperatura