Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Benefícios da osteopatia na gravidez

Benefícios da osteopatia na gravidez

30/06/2022 Luis Henrique Zafalon

Todo o processo focará na extinção e prevenção de qualquer tipo de dores e inflamações oriundas das alterações corporais.

Benefícios da osteopatia na gravidez

As mulheres passam por constantes transformações durante o período gestacional de nove meses, que podem vir acompanhadas de algumas dores e sintomas nada confortáveis proporcionadas pela sobrecarga que várias partes do corpo passam a sofrer, como lombar, quadril, joelho, coluna, entre outras.

Com o objetivo de promover harmonia e equilíbrio entre todas as partes do corpo, a osteopatia é uma das recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) para mulheres que buscam, sem a utilização de medicamentos, o alívio e melhora dos desconfortos presentes na gestação.

Utilizando-se de técnicas específicas para cada fase da gravidez, o profissional osteopata, além de auxiliar na melhora da mobilidade, dores e circulação sanguínea da mãe, possibilita benefícios para o bebê, que se desenvolverá melhor no útero e prepara a mulher para o parto normal.

Todo o processo focará na extinção e prevenção de qualquer tipo de dores e inflamações oriundas dessas alterações corporais, trabalhando de forma completa e uniforme, em todas as partes do organismo, desde a nuca, barriga, coluna, até as pernas e pés.

A eficácia no tratamento é tão alta que o SUS (Serviço Único de Saúde) oferece de forma gratuita a osteopatia desde 2017, dentro de seus serviços de terapias complementares, as chamadas PICs (Práticas Integrativas Complementares).

Indicada para mulheres que estão a partir do terceiro mês de gravidez, nada impede que a consulta e início da osteopatia se inicie antes, desde que autorizado pelo médico obstetra que fará o pré-natal.

Nesse estágio inicial, o acompanhamento do profissional visa conhecer de forma mais aprofundada todo o histórico da paciente para depois começar a identificar e trabalhar os pontos necessários que possam apresentar maiores riscos de desconfortos da mesma.

Além das alterações hormonais e físicas que o organismo de uma pessoa grávida enfrenta, existe a necessidade de cuidados específicos e particulares nessa fase, de modo que o osteopata agirá na origem do problema para propiciar o bem-estar e bom funcionamento do corpo feminino conforme as reações e transformações ocorridas nas semanas seguintes.

Entre o quarto e o sexto mês de gravidez é o momento que requer mais cuidado com a mulher, aumentando a probabilidade e a incidência de dores e incômodos, como náuseas e distúrbios de sono. Nesse período é onde se definirá a frequência do tratamento, de acordo com cada caso.

O osteopata ajudará no relaxamento, melhora na circulação e sistemas constituídos do corpo humano. Além do progresso benéfico para a mãe, a técnica servirá para que a criança se desenvolva e cresça melhor dentro do útero.

No último trimestre, na reta final da gestação, quando o bebê está mais pesado, redobra-se o cuidado e o profissional dará especial atenção a trabalhos específicos na região da bacia e períneo. O resultado visa evitar possíveis lesões no cóccix e ajudar no conforto, relaxamento e elasticidade dos músculos e tecidos, para facilitar a saída do neném.

Após o nascimento, é importante o acompanhamento pós-parto (puerpério), pois é comum o surgimento de dores devido ao esforço usado na hora de dar à luz. Em caso do parto ter sido por cesárea, a osteopatia também trabalhará as cicatrizes remanescentes, evitando problemas posteriores que possam surgir.

* Luis Henrique Zafalon é fisioterapeuta especialista em osteopatia, professor e palestrante.

Para mais informações sobre Gravidez clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Vervi Assessoria



Principais vacinas e reações em bebês

A vacinação infantil protege de inúmeras doenças e faz parte dos cuidados básicos.

Principais vacinas e reações em bebês

Campanha Nacional de Vacinação foca em poliomielite e multivacinação

Cerca de 40 mil salas de vacinação em todo o país começaram a aplicar os imunizantes. A campanha terminará em 9 de setembro.

Campanha Nacional de Vacinação foca em poliomielite e multivacinação

Sinusites e conjuntivites do inverno aumentam risco da celulite ocular em crianças

Os principais sintomas da celulite periorbital e orbital são vermelhidão e inchaço nas pálpebras.

Sinusites e conjuntivites do inverno aumentam risco da celulite ocular em crianças

Transtornos alimentares: conheça as diferenças de cada tipo e os sintomas

Os transtornos alimentares podem trazer consequências sérias para a saúde.

Transtornos alimentares: conheça as diferenças de cada tipo e os sintomas

Mito ou verdade: seguro de vida é usado somente em morte

O seguro de vida oferece diversas coberturas para serem utilizadas em vida.

Mito ou verdade: seguro de vida é usado somente em morte

O perigo dos cigarros eletrônicos para os adolescentes e jovens

Um pequeno dispositivo que cabe no bolso e que surgiu com a promessa de ser menos prejudicial que o cigarro normal e ainda ajuda a parar de fumar.

O perigo dos cigarros eletrônicos para os adolescentes e jovens

ANVISA aprova novos produtos de canabidiol no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou pela primeira vez dois produtos medicinais com teor de THC acima de 0,2%.

ANVISA aprova novos produtos de canabidiol no Brasil

Cuidados ao longo do dia melhoram aparência da pele e previnem doenças

Os diferentes tipos de pele e os cuidados que devem ser tomados em cada período do dia.

Cuidados ao longo do dia melhoram aparência da pele e previnem doenças

Rosácea aumenta risco de inflamação crônica nas pálpebras e olho seco

Doença afeta cerca de 5% da população e em 20% dos casos há manifestações oculares.

Rosácea aumenta risco de inflamação crônica nas pálpebras e olho seco

Entorse de tornozelo pode evoluir para lesões mais severas quando não tratado

Até um terço dos pacientes podem sentir dor depois de 12 meses da lesão.

Entorse de tornozelo pode evoluir para lesões mais severas quando não tratado

Diabetes aumenta em 35% o risco de desenvolver um glaucoma neovascular

Glaucoma neovascular está ligado ao diabetes e doenças que afetam o sistema vascular.

Diabetes aumenta em 35% o risco de desenvolver um glaucoma neovascular

Dicas para cuidar da saúde no inverno

O frio favorece o aparecimento de doenças respiratórias, fique de olho.

Dicas para cuidar da saúde no inverno