Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Brasil vai produzir insulina em escala industrial

Brasil vai produzir insulina em escala industrial

26/01/2013 Divulgação

O Laboratório Biomanguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), vai passar a produzir insulina, medicamento usado no tratamento do diabetes.

Um acordo firmado entre o governo e um laboratório ucraniano, que vai transferir a tecnologia, irá permitir a produção nacional do remédios, segundo o Ministério da Saúde.

A previsão é que, em três anos, o Brasil passe a fabricar a droga em escala industrial. Pelo cronograma divulgado pela pasta, o início da produção de cristais de insulina pela Fiocruz começa este ano.

A fábrica de produção dos cristais (princípio ativo do medicamento) estará estruturada em 2014. No ano seguinte, serão feitos testes, qualificações e ajustes técnicos para a validação das instalações produtivas.

Em 2016, a transferência de tecnologia pelo laboratório Indar à Fiocruz será concluída para o início da produção em escala industrial e, em 2017, o país estará preparado para a fabricação em grande escala.

“Calcula-se que a parceira entre a Fiocruz e o laboratório Indar resulte em uma economia de R$ 800 milhões para o governo brasileiro (considerando também a redução no preço dos insumos)”, informou o ministério, por meio de nota.

Ao todo, 7,6 milhões de brasileiros têm diabetes, dos quais 900 mil dependem exclusivamente do Sistema Único de Saúde (SUS).

Fonte: Agência Brasil



Plano de saúde e a limitação de sessões de tratamento

Decisão recente do juiz de Direito Luciano Gonçalves Paes Leme, da 3ª vara Cível de Tatuapé/SP serve como precedente em favor do beneficiário em casos nos quais o plano de saúde negue a cobertura de tratamento.

Plano de saúde e a limitação de sessões de tratamento

A confusa e trapalhona decisão da OMS sobre a Síndrome de Burnout

Uma das dificuldades envolvendo o tema “Burnout” é que a noção ganhou status de dogma religioso.

A confusa e trapalhona decisão da OMS sobre a Síndrome de Burnout

TDAH não é um distúrbio exclusivamente infantil

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) afeta uma pequena parcela da população.

TDAH não é um distúrbio exclusivamente infantil

Dores e má postura em crianças podem estar ligadas ao encurtamento muscular

Redução da amplitude de movimento e vícios de postura são os principais sinais de os músculos estão encurtados.

Dores e má postura em crianças podem estar ligadas ao encurtamento muscular

Burnout agora é síndrome ocupacional: o que as empresas podem fazer?

Síndrome é relacionada ao ambiente de trabalho.

Burnout agora é síndrome ocupacional: o que as empresas podem fazer?

É verdade que o apêndice é um órgão desnecessário?

A retirada de apêndice é uma operação considerada comum na cirurgia geral.

É verdade que o apêndice é um órgão desnecessário?

Prevenção é o principal fator de manutenção da saúde

O isolamento social durante pandemia mudou radicalmente a rotina em todos os aspectos.

Prevenção é o principal fator de manutenção da saúde

Portal de telemedicina ultrapassa a marca de um milhão de atendimentos realizados

Plataforma de teleconsulta expandiu durante a pandemia.

Portal de telemedicina ultrapassa a marca de um milhão de atendimentos realizados

Tipos de shampoo: anticaspa, matizador e muito mais!

Descubra as principais características dos mais variados tipos de shampoo para cada tipo de cabelo.

Tipos de shampoo: anticaspa, matizador e muito mais!

O que é bom para estrias? Como evitar, tirar e muito mais!

Descubra quais são os tipos de estrias e quais os melhores tratamentos para combatê-las.

O que é bom para estrias? Como evitar, tirar e muito mais!

Campanha “Janeiro Roxo” promove conscientização sobre a hanseníase

O Brasil é o segundo país com maior número de casos da doença no mundo.

Campanha “Janeiro Roxo” promove conscientização sobre a hanseníase

Minas supera eixos tradicionais de saúde e deixa legado no combate à pandemia

Uma das frases que mais me marcaram na pandemia foi: “Dormi com minha irmã viva e acordei com a notícia de que ela estava quase morrendo”.

Minas supera eixos tradicionais de saúde e deixa legado no combate à pandemia