Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Câncer de pele tem tratamento sem cirurgia

Câncer de pele tem tratamento sem cirurgia

31/03/2006 Divulgação

O controle de certos casos de câncer de pele é uma das mais recentes aplicações da terapia fotodinâmica. Utilizado para rejuvenescimento facial e para o tratamento de acne e manchas de pele, o Clear Light, aparelho que emite luz azul (tecnologia semelhante ao laser), é uma alternativa cada vez mais recomendada pelos médicos para tratar o câncer de pele sem a necessidade de intervenção cirúrgica.

O tratamento é possível graças à aplicação do ácido aminolevulínico (ALA), que sensibiliza o tumor, permitindo que ele seja destruído pela luz azul do Clear Light. A técnica é indicada para carcinoma superficial basocelular (pequenas manchas vermelhas com crostas, freqüentes em pessoas de pele clara) e de lesões pré-malignas, caso das queratoses actínicas. Em qualquer situação, a terapia remove totalmente o tumor ou a lesão.

O dermatologista Mário Grinblat, do Hospital Albert Einstein, foi um dos primeiros médicos brasileiros a utilizar o Clear Light com essa finalidade. Ele explica que é possível tratar até mesmo alguns tipos de câncer mais profundos desde que sejam detectados a tempo. 

O especialista detalha o procedimento, tido como simples: "O ALA é aplicado de duas a seis horas antes da exposição à luz azul, tempo necessário para sensibilizar o tumor, que fica protegido nesse período. O excesso do produto é retirado pouco antes da luz, que é disparada diretamente no tumor", diz. 

A terapia fotodinâmica é indicada para qualquer parte do corpo, mas as áreas mais tratadas são face, braços e tronco superior. Os médicos dão preferência a este método para tumores localizados em regiões de difícil cicatrização e para pessoas com problemas de sangramento, em idade avançada ou com tumores reincidentes. Os resultados normalmente aparecem na primeira sessão, mas podem ser necessárias de três a quatro para a remoção completa do tumor.

Fonte: Dr. Mário Grinblat, dermatologista do Hospital Albert Einstein.



Como garantir a qualidade de ar do seu negócio para reabertura pós-pandemia

Um dos sintomas associados a não renovação do ar é a dor de cabeça e a sonolência.

Como garantir a qualidade de ar do seu negócio para reabertura pós-pandemia

Periferias são mais vulneráveis ao coronavírus

Informalidade e desigualdade urbana sãos as principais causas.

Periferias são mais vulneráveis ao coronavírus

O mundo pós Coronavírus

A presente época de pandemia impôs aos seres humanos uma condição inusitada: isolamento social.


Jogos, tecnologia e exercícios físicos são aliados dos idosos durante distanciamento social

Atividades são grandes aliadas na preservação da saúde física e mental durante esse período.

Jogos, tecnologia e exercícios físicos são aliados dos idosos durante distanciamento social

Entenda por que obesos estão no grupo de risco

No Brasil, uma a cada cinco pessoas são obesas.

Entenda por que obesos estão no grupo de risco

Tempo demais no celular faz mal à visão das crianças

Os pais precisam ficar atentos aos sinais no comportamento dos pequenos.

Tempo demais no celular faz mal à visão das crianças

Pandemia reduz procura no atendimento por câncer de mama

Levantamento foi realizado pela Sociedade Brasileira de Mastologia


Como aumentar a produção de colágeno para o rosto e corpo

Descubra os alimentos que aumentam a produção de colágeno para o rosto, cabelos e unhas. Dicas importantes de como produzir colágeno natural.


Pesquisa estima que casos confirmados são 35% dos sintomáticos

Percentual é melhor que de abril quando proporção era de 15%.

Pesquisa estima que casos confirmados são 35% dos sintomáticos

Por que o Coronavírus é mais perigoso para os idosos?

Entre as razões está a capacidade de resposta do sistema imunológico, que fica mais lenta e fraca à medida em que a pessoa envelhece.

Por que o Coronavírus é mais perigoso para os idosos?

Por que no outono os cabelos caem mais?

Com a chegada do outono/inverno, cai a incidência de luminosidade e as temperaturas ficam cada vez mais baixas.

Por que no outono os cabelos caem mais?

As dores musculares não podem ser ignoradas

Sofrer com dores não é normal e elas não devem ser ignoradas, ainda mais em tempo de pandemia.

As dores musculares não podem ser ignoradas