Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Câncer de pulmão é o que mais mata ao redor do mundo

Câncer de pulmão é o que mais mata ao redor do mundo

22/08/2019 Divulgação

Tabagismo é responsável por 90% dos diagnósticos de câncer de pulmão.

Câncer de pulmão é o que mais mata ao redor do mundo

O câncer de pulmão é a neoplasia que mais mata ao redor do mundo, de acordo com a OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde) são 1,76 milhão de óbitos no mundo e 90% dos casos da doença são provocados pelo tabagismo, segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer).

Há 33 anos, o Ministério da Saúde instituiu o dia 29 de agosto como o Dia Nacional de Combate ao Fumo, com o objetivo de mobilizar e sensibilizar a sociedade a respeito dos danos causados pelo tabaco.

Apesar de o Brasil ter implantado as seis medidas estabelecidas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) para o controle do tabagismo, cerca de 12% da população do país ainda é fumante. Dados da pesquisa Vigitel 2018 (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), do Ministério da Saúde, mostram que só em São Paulo, 15,6% dos homens e 9,8% das mulheres são fumantes.

De acordo com o oncologista do Centro Especializado em Oncologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Dr. Carlos Henrique Teixeira, cerca de 70% dos cânceres de pulmão são diagnosticados em estágio avançado ou localmente avançado, ou seja, quando a cirurgia deixa de ser curativa.

O especialista afirma que o diagnóstico em estágios iniciais pode ser incrementado através de programas de rastreamento. Esta detecção mais precoce e anterior ao início de algum sintoma pode resultar em 20% de redução de mortalidade pelo câncer de pulmão, conforme estudos mais recentes.

"O diagnóstico tardio, quando o paciente já apresenta focos da doença em outros órgãos ainda é uma realidade, isso reduz as chances de cura. É preciso estimular a investigação precoce como fazemos em câncer de mama, colo de útero próstata e intestino".

A confirmação de câncer de pulmão requer um diagnóstico patológico, feito por meio de biópsia da lesão, no entanto, Teixeira chama a atenção para os principais sintomas que em geral são o motivo da consulta ao especialista: tosse que persiste por mais de duas semanas, catarro com sangue, falta de ar, rouquidão, pneumonias de repetição, emagrecimento e dor torácica.



Saúde define critérios de distanciamento social com base em diferentes cenários

Medidas de isolamento devem ser proporcionais à realidade apresentada em cada região, observando critérios epidemiológicos, ou seja, de transmissão da doença, além da capacidade da rede de saúde.

Saúde define critérios de distanciamento social com base em diferentes cenários

Ministério da Saúde adquire 15 mil respiradores

Aparelho chega ao Brasil nas próximas semanas e vai auxiliar no tratamento de pacientes graves. Investimento é de R$ 1 bilhão.

Ministério da Saúde adquire 15 mil respiradores

Farmácias registram aumento da demanda durante quarentena

As empresas do setor, que continuam abertas ao público, precisam redobrar os cuidados com a proteção de funcionários e clientes

Farmácias registram aumento da demanda durante quarentena

Autismo, respeito e compreensão

No dia 02 de abril é comemorado o Dia Mundial da Conscientização do Autismo.


A importância da vacina da gripe para os diabéticos

O assunto que é destaque há semanas é o coronavírus, porém não podemos deixar de falar da importância da vacina da gripe para os idosos.

A importância da vacina da gripe para os diabéticos

Meditação: como as crianças e adolescentes podem praticar

Incluir a atividade na rotina com a família pode contribuir durante o período de isolamento social.

Meditação: como as crianças e adolescentes podem praticar

Gordura abdominal prejudica coluna e joelhos

Mesmo em casa, é possível fazer quatro exercícios simples e seguir algumas dicas de alimentação para acabar com o excesso de peso ao redor da cintura.

Gordura abdominal prejudica coluna e joelhos

O canabidiol no tratamento da endometriose

O março amarelo é o mês dedicado à conscientização sobre a endometriose.


Quarentena e sanidade mental: é possível?

A pandemia do coronavírus impôs abruptamente a todas as pessoas a realidade da quarentena: privação da liberdade, limites, mudança de hábitos e rotinas, dificuldades financeiras e organizacionais.


Coronavírus e câncer: cuidado redobrado com o paciente oncológico

Pacientes com câncer podem apresentar imunidade mais baixa, ficando mais vulneráveis.

Coronavírus e câncer: cuidado redobrado com o paciente oncológico

Problemas psicológicos x COVID-19

Com a chegada do COVID-19 no Brasil, podemos notar que o comportamento das pessoas mudou.


Coronavírus e isolamento social

O mundo está sendo convulsionado pelo avanço da pandemia da Covid-19, que afeta e transtorna a vida da humanidade, em todos os sentidos e dimensões, de forma que ainda não conseguimos identificar com clareza as consequências.