Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Começa segunda fase de seleção para o Mais Médicos

Começa segunda fase de seleção para o Mais Médicos

07/01/2019 Divulgação

Segundo o Ministério da Saúde, 1.707 profissionais com CRM no Brasil escolheram locais onde atuar. Eles devem se apresentar até o dia 10.

Começa segunda fase de seleção para o Mais Médicos

1.707 médicos brasileiros com registro no Brasil que se inscreveram para participar do programa Mais Médicos devem se apresentar nos municípios escolhidos a partir desta segunda-feira (7). Eles devem comparecer às prefeituras até quinta (10).

Esta é a segunda fase de seleção para o Mais Médicos, que busca preencher as 8.517 vagas deixadas no programa depois que Cuba decidiu retirar seus profissionais do país, no dia 14 de novembro. Segundo o Ministério, 29% desses postos não foram preenchidos por brasileiros após o término do primeiro prazo de apresentação, no dia 18 de dezembro.

O programa dá prioridade a médicos brasileiros com registro no Brasil para que escolham onde vão atuar. Se algum profissional desistir de participar, deve informar à gestão local para que a vaga seja disponibilizada novamente.

De acordo com o Ministério da Saúde, existem 842 vagas disponíveis em 287 municípios e 26 distritos indígenas para as próximas etapas de seleção, que irão incluir profissionais formados no exterior — tanto brasileiros como estrangeiros. Esse número, no entanto, pode aumentar, se houver brasileiros com registro no país que não compareçam ao local de atuação escolhido até quinta (10).

Fonte: G1



Plano de saúde e a limitação de sessões de tratamento

Decisão recente do juiz de Direito Luciano Gonçalves Paes Leme, da 3ª vara Cível de Tatuapé/SP serve como precedente em favor do beneficiário em casos nos quais o plano de saúde negue a cobertura de tratamento.

Plano de saúde e a limitação de sessões de tratamento

A confusa e trapalhona decisão da OMS sobre a Síndrome de Burnout

Uma das dificuldades envolvendo o tema “Burnout” é que a noção ganhou status de dogma religioso.

A confusa e trapalhona decisão da OMS sobre a Síndrome de Burnout

TDAH não é um distúrbio exclusivamente infantil

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) afeta uma pequena parcela da população.

TDAH não é um distúrbio exclusivamente infantil

Dores e má postura em crianças podem estar ligadas ao encurtamento muscular

Redução da amplitude de movimento e vícios de postura são os principais sinais de os músculos estão encurtados.

Dores e má postura em crianças podem estar ligadas ao encurtamento muscular

Burnout agora é síndrome ocupacional: o que as empresas podem fazer?

Síndrome é relacionada ao ambiente de trabalho.

Burnout agora é síndrome ocupacional: o que as empresas podem fazer?

É verdade que o apêndice é um órgão desnecessário?

A retirada de apêndice é uma operação considerada comum na cirurgia geral.

É verdade que o apêndice é um órgão desnecessário?

Prevenção é o principal fator de manutenção da saúde

O isolamento social durante pandemia mudou radicalmente a rotina em todos os aspectos.

Prevenção é o principal fator de manutenção da saúde

Portal de telemedicina ultrapassa a marca de um milhão de atendimentos realizados

Plataforma de teleconsulta expandiu durante a pandemia.

Portal de telemedicina ultrapassa a marca de um milhão de atendimentos realizados

Tipos de shampoo: anticaspa, matizador e muito mais!

Descubra as principais características dos mais variados tipos de shampoo para cada tipo de cabelo.

Tipos de shampoo: anticaspa, matizador e muito mais!

O que é bom para estrias? Como evitar, tirar e muito mais!

Descubra quais são os tipos de estrias e quais os melhores tratamentos para combatê-las.

O que é bom para estrias? Como evitar, tirar e muito mais!

Campanha “Janeiro Roxo” promove conscientização sobre a hanseníase

O Brasil é o segundo país com maior número de casos da doença no mundo.

Campanha “Janeiro Roxo” promove conscientização sobre a hanseníase

Minas supera eixos tradicionais de saúde e deixa legado no combate à pandemia

Uma das frases que mais me marcaram na pandemia foi: “Dormi com minha irmã viva e acordei com a notícia de que ela estava quase morrendo”.

Minas supera eixos tradicionais de saúde e deixa legado no combate à pandemia