Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como tratar hematomas

Como tratar hematomas

19/01/2019 Ana Paula Simões

Lesões com hematomas são comuns em praticantes de esportes.

Como tratar hematomas

E esse hematoma pode ser a consequência de um impacto contra uma superfície externa ou osso (trauma direto) ou de uma contração excessiva e descoordenada (trauma indireto).

Em um trauma direto, quando o músculo é contraído, a contusão terá impacto sobre os tecidos mais superficiais, enquanto em músculo relaxado os danos estruturais e o hematoma, ocorrem em profundidade, mais perto do osso.

A gravidade da lesão depende do local de impacto, o estado de ativação dos músculos envolvidos, a idade do paciente e a presença de fadiga. O tamanho do derrame (sangramento) dependerá do estado do músculo de contração e das características do atleta para vascularização e a coagulação.

Os primeiros socorros para qualquer tipo de lesão muscular é o RICE (repouso, gelo, compressão e elevação) princípio ou PRICE (proteção, repouso, gelo, compressão e elevação).

Gelo: O abaixamento da temperatura provoca um aumento da viscosidade do sangue com uma redução do fluxo e uma redução de permeabilidade vascular na zona de lesionada. Este efeito fisiológico induzido pelo frio é os mecanismos chave na redução do edema devido ao aumento do diâmetro venoso e a reação inflamatória. O objetivo é parar a hemorragia no tecido muscular e, consequentemente, reduzir a extensão da lesão induzida pela lesão. A aplicação de embalagem resfriada em um hematoma deve ter uma duração entre 12 e 15 minutos, com a interrupção de cerca de 10 minutos.

Mobilização: No tratamento de músculo esquelético lesionado, uma imobilização deve ser feita. A duração de imobilização deve ser limitada e ser iniciada gradualmente respeitando as fases fisiológicas de cicatrização de feridas e com os limites de dor. Por outro lado, o regresso rápido à atividade é desejável para otimizar a regeneração do músculo com a cura e recuperação da flexibilidade, elasticidade e força do músculo esquelético lesionado.

Cinesiotape: Atualmente, existe evidência insuficiente para apoiar o uso de cinesiotape sobre outras modalidades na prática clínica, mas, na realidade, ele é amplamente utilizado por fisioterapeutas e massagistas.

Laserterapia: Se desenvolveu nos últimos vinte anos e oferece hoje uma ajuda eficaz, agindo em todas as fases da inflamação e regeneração. Na base dos processos reparativos biológicos é uma reacção fotoquímica capaz de acelerar a reabsorção dos processos de reparação de hematoma.

Ultrassom pulsado: Apresenta efeitos benéficos sobre o processo de cicatrização muscular, induzindo uma redução na produção de fibrose e também a expressão de moléculas pró-inflamatórias.

Reabilitação: Deve ser construído em torno de exercícios de agilidade e de estabilização do tronco progressivas, como estes exercícios parecem dar resultado melhor para o músculo esquelético lesionado do que programas baseados exclusivamente em alongamento e fortalecimento do músculo lesado.

Fazer exercício ativo ajuda no início do tratamento: diminuição do tempo de cura, aumento da resistência estrutural e rigidez dos tecidos, aumento da síntese de colágeno e diminui a fibrose muscular.

A prevenção é a melhor coisa, mas, muitas vezes, é difícil eliminar o risco de danos. Recomendo um aquecimento adequado, equilibrar a musculatura e não subestimar a lesão ou a sua cicatriz, além de não administrar medicamentos de forma inadequada ou sem prescrição médica.

Hematomas musculares podem ter um impacto significativo sobre o desempenho de um atleta, desde queda no desempenho de curto prazo, descondicionamento muscular e até novas lesões musculares. Indico, portanto, o uso de protetores.

* Ana Paula Simões é Professora Instrutora da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e Mestre em Medicina, Ortopedia e Traumatologia e Especialista em Medicina e Cirurgia do Pé e Tornozelo pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. 



A confusa e trapalhona decisão da OMS sobre a Síndrome de Burnout

Uma das dificuldades envolvendo o tema “Burnout” é que a noção ganhou status de dogma religioso.

A confusa e trapalhona decisão da OMS sobre a Síndrome de Burnout

TDAH não é um distúrbio exclusivamente infantil

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) afeta uma pequena parcela da população.

TDAH não é um distúrbio exclusivamente infantil

Dores e má postura em crianças podem estar ligadas ao encurtamento muscular

Redução da amplitude de movimento e vícios de postura são os principais sinais de os músculos estão encurtados.

Dores e má postura em crianças podem estar ligadas ao encurtamento muscular

Burnout agora é síndrome ocupacional: o que as empresas podem fazer?

Síndrome é relacionada ao ambiente de trabalho.

Burnout agora é síndrome ocupacional: o que as empresas podem fazer?

É verdade que o apêndice é um órgão desnecessário?

A retirada de apêndice é uma operação considerada comum na cirurgia geral.

É verdade que o apêndice é um órgão desnecessário?

Prevenção é o principal fator de manutenção da saúde

O isolamento social durante pandemia mudou radicalmente a rotina em todos os aspectos.

Prevenção é o principal fator de manutenção da saúde

Portal de telemedicina ultrapassa a marca de um milhão de atendimentos realizados

Plataforma de teleconsulta expandiu durante a pandemia.

Portal de telemedicina ultrapassa a marca de um milhão de atendimentos realizados

Tipos de shampoo: anticaspa, matizador e muito mais!

Descubra as principais características dos mais variados tipos de shampoo para cada tipo de cabelo.

Tipos de shampoo: anticaspa, matizador e muito mais!

O que é bom para estrias? Como evitar, tirar e muito mais!

Descubra quais são os tipos de estrias e quais os melhores tratamentos para combatê-las.

O que é bom para estrias? Como evitar, tirar e muito mais!

Campanha “Janeiro Roxo” promove conscientização sobre a hanseníase

O Brasil é o segundo país com maior número de casos da doença no mundo.

Campanha “Janeiro Roxo” promove conscientização sobre a hanseníase

Minas supera eixos tradicionais de saúde e deixa legado no combate à pandemia

Uma das frases que mais me marcaram na pandemia foi: “Dormi com minha irmã viva e acordei com a notícia de que ela estava quase morrendo”.

Minas supera eixos tradicionais de saúde e deixa legado no combate à pandemia

O verão está chegando: proteja-se para prevenir o câncer de pele

Dezembro é o mês da conscientização sobre prevenção e diagnóstico precoce da doença, que é o tipo de câncer com maior incidência no Brasil.

O verão está chegando: proteja-se para prevenir o câncer de pele