Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Diabete pode ser causada por má qualidade do sono

Diabete pode ser causada por má qualidade do sono

15/01/2008 Divulgação

Estudo americano publicado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences, sugere que noites mal-dormidas podem aumentar o risco de desenvolver diabetes.

A equipe de pesquisadores da Universidade de Chicago descobriu que voluntários que despertavam sempre que estavam prestes a cair em sono profundo, desenvolveram resistência a insulina.

 

Para testar o impacto da qualidade do sono no controle do nível de glicose no sangue, nove homens e mulheres saudáveis foram monitorados por duas noites consecutivas para verificar seu padrão de sono normal. Depois disso, nas três noites seguintes, a equipe de pesquisadores os acordava com um ruído alto quando eles estavam para entrar em sono profundo. A quantidade total de sono que eles tinham a cada noite, porém, se mantinha a mesma. Após injetarem glicose nos voluntários e medirem seus níveis de açúcar no sangue e a reação da insulina, os pesquisadores descobriram que oito deles haviam se tornado menos sensíveis à insulina, ou seja, em apenas três dias, a habilidade do corpo de regular o açúcar caiu 25%.

 

"A incapacidade do corpo em reconhecer sinais normais de insulina pode levar a um aumento no nível de açúcar no sangue, ganho de peso e, eventualmente, diabetes do tipo 2" alerta José Knoplich, consultor da Probel e doutor em Saúde Pública pela USP. Ele afirma ainda que outras pesquisas já haviam associado a diabetes à falta de sono, mas que esta é a primeira vez que a relação é feita sobre a qualidade do sono.

 

Segundo a coordenadora da pesquisa, Esra Tasali, há um aumento alarmante na ocorrência da diabetes do tipo 2 em conseqüência do envelhecimento da população e do aumento da obesidade, e por isso é importante entender os fatores que promovem seu aparecimento.

 

"Nesse experimento, provocamos o sono de pessoas com 60 anos em jovens com 20 a 30 anos", explica Tasali. "Essa queda no estágio de ondas lentas imita as mudanças nos padrões de sono observadas em pessoas a partir dos 40 anos”. A redução da quantidade de minutos de sono profundo é uma característica do envelhecimento e de desordens normalmente ligadas à obesidade, como a apnéia obstrutiva. Em jovens, tal estágio dura de 80 a 100 minutos; em pessoas com 60 anos, ele toma menos de 20 minutos.

 

"Os dados da pesquisa mostram uma necessidade de melhorar a qualidade e a quantidade de sono para prevenir ou retardar o desenvolvimento da diabetes do tipo 2 em grupos de risco, além de evitar outras várias doenças associadas a má qualidade do sono", afirma Knoplich.

 

Tasali acrescentou ainda que o sono leve e a diabetes são fatores tipicamente associados ao envelhecimento e disse que mais pesquisas são necessárias para verificar se mudanças na qualidade do sono relacionadas à idade contribuem para essas mudanças metabólicas.

 

Fonte: Maxpress



Ministério da Saúde lança campanha nacional de combate à sífilis

Gestantes representaram mais da metade dos casos contraídos em 2020.


Pandemia afetou em 35% número de consultas oftalmológicas em 2020

Cerca de 3,7 milhões de atendimentos deixaram de ser feitos.

Pandemia afetou em 35% número de consultas oftalmológicas em 2020

Nomofobia: Você tem medo de ficar longe do celular?

Uma pesquisa recente publicada pela Digital Turbine mostra que 20% dos brasileiros não ficam mais de 30 minutos longe do celular.

Nomofobia: Você tem medo de ficar longe do celular?

Dor crônica na região lombar pode ser sinal de ‘bico de papagaio’

A região lombar costuma ser a mais afetada pela osteofitose

Dor crônica na região lombar pode ser sinal de ‘bico de papagaio’

Livro inédito comemora centenário da descoberta da insulina

A renda obtida com a venda dos livros será doada ao Instituto Correndo Pelo Diabetes para incentivar a prática da atividade física.

Livro inédito comemora centenário da descoberta da insulina

10 curiosidades sobre o crânio e o cérebro que irão te surpreender

Ainda estamos longe de conhecer todo o mistério que envolve a interligação do cérebro com o nosso organismo como um todo, mas já temos importantes achados.


Quase 3 milhões de mulheres deixaram de rastrear o câncer de mama na pandemia

Com medo do contágio pelo coronavírus, as mulheres deixaram de lado a rotina de cuidados.

Quase 3 milhões de mulheres deixaram de rastrear o câncer de mama na pandemia

Bons hábitos de saúde podem evitar doenças cardiovasculares

Em 2021, Brasil registra 299.304 pessoas mortas por doenças cardiovasculares.

Bons hábitos de saúde podem evitar doenças cardiovasculares

Uso de lentes de contato por crianças deve ser cauteloso

Conheça os riscos e benefícios de crianças e adolescentes usar lentes de contato.

Uso de lentes de contato por crianças deve ser cauteloso

Pandemia aumenta uso de ansiolíticos, antidepressivos e estabilizadores de humor

Medicações têm efeitos danosos, inclusive com risco de morte.

Pandemia aumenta uso de ansiolíticos, antidepressivos e estabilizadores de humor

Por que roncamos ao dormir de barriga para cima?

Entenda como as diferentes posições para dormir interferem no funcionamento do organismo.

Por que roncamos ao dormir de barriga para cima?

Dia Mundial do Alzheimer visa desmistificar o preconceito sobre a doença

"Conhecer demência é conhecer Alzheimer" é tema de campanha em 2021.

Dia Mundial do Alzheimer visa desmistificar o preconceito sobre a doença