Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Diversos tratamentos para driblar as disfunções eréteis

Diversos tratamentos para driblar as disfunções eréteis

09/02/2007 Divulgação

As disfunções sexuais masculinas já possuem diversas formas de tratamento e prevenção. Mas muitos homens devem tomar cuidado com as promessas de cura que ouvem por aí. O correto é procurar um urologista e conversar, abertamente, sobre o problema.

 

Para um indivíduo ser considerado impotente, ele precisa manifestar a disfunção erétil permanentemente. Falhas eventuais de ereção são normais e não conduzem, necessariamente, a uma patologia. A impotência não implica em falta de libido, orgasmo ou ejaculação precoce. O problema é apenas quando o homem não alcança a ereção satisfatória para o ato sexual. 70% das disfunções eréteis são causadas por questões emocionais, apenas 30% são conseqüências de disfunções orgânicas.

A velhice não implica na perda da ereção ou da sexualidade. Tudo isso depende da forma como o indivíduo levou toda sua vida, seus hábitos e a prática de exercícios. Por isso, um homem de 90 anos pode possuir uma vida sexual satisfatória, assim como um de 50 possuir uma ruim. Os tratamentos são variados. Cada caso deve ser analisado individualmente. Há a opção de próteses penianas. Elas são feitas de silicone e dão rigidez ao pênis, sem alterar a ejaculação, o prazer e a excitação. Depois do tempo de convalescença, o paciente nem se lembra que possui prótese.

Os medicamentos são uma opção para aqueles que não apresentam patologias no pênis. Se tomada corretamente, a medicação proporciona uma ereção plena. Das contra-indicações, a mais importante é para aqueles que fazem uso de medicamentos vasodilatadores coronarianos. Com o avanço da medicina e o fácil acesso às informações, a vida sexual masculina pode ser prolongada. As disfunções não são mais consideradas tabus, culminando numa satisfação tanto do homem quanto da parceira (o).

Fonte: Clínica e Cirurgia Urológica Dr. Ricardo Felts de La Roca



Pesquisa comprova maior eficácia de teste HPV para detecção de câncer

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Passa a ser direito fundamental da pessoa com câncer a obtenção de diagnóstico precoce e acesso a tratamento universal.

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

A quantidade de pessoas que sofrem com problemas cardiorrespiratórios no Brasil é tão significativa que sobram estatísticas para contar a história.

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Segundo Dr. Geraldo Carvalhaes, casos de dor crônica também afetam pessoas mais jovens.

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Você é um Hipocondríaco?

Quando a preocupação com a saúde vira doença.

Você é um Hipocondríaco?

Número de prematuros aumenta no Brasil

Média de prematuridade no país atingiu 11,1% em 2020 e aumento pode estar ligado ao covid-19.

Número de prematuros aumenta no Brasil

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS

Pesquisa da Anab foi realizada com 1.006 usuários da saúde suplementar em todo o Brasil no mês de setembro.

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS

Depressão, ansiedade e dores musculares aumentaram na pandemia, diz estudo

Acupuntura e outras técnicas podem ajudar no alívio dos sintomas e melhora global dessas condições.

Depressão, ansiedade e dores musculares aumentaram na pandemia, diz estudo

Novembro Azul, câncer de próstata e cirurgia robótica

Trabalhos científicos mostram que 25% dos portadores de câncer de próstata morrem devido à doença.

Novembro Azul, câncer de próstata e cirurgia robótica

Qualidade de vida, apesar da dor

Lista de doenças dolorosas passíveis de tratamento é bem extensa.

Qualidade de vida, apesar da dor

Auxílio psicológico a pacientes com câncer de mama

A mulher não deve se sentir sozinha nessa jornada.

Auxílio psicológico a pacientes com câncer de mama

5 dicas para prevenir a osteoporose

Você sabia que uma em cada três mulheres têm osteoporose em todo o mundo?

5 dicas para prevenir a osteoporose