Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Expectativa de vida de brasileiros com sobrepeso é 3,3 anos menor que a média geral

Expectativa de vida de brasileiros com sobrepeso é 3,3 anos menor que a média geral

26/11/2019 Divulgação

De acordo com o Ministério da Saúde, 55,7% da população brasileira está acima do peso.

Expectativa de vida de brasileiros com sobrepeso é 3,3 anos menor que a média geral

Os brasileiros com sobrepeso vivem 3,3 anos a menos que a média geral. Os dados são do relatório The Heavy Burden of Obesity – The Economics of Prevention (O pesado fardo da obesidade - A economia da prevenção, em tradução livre), divulgado em outubro deste ano, pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O médico gastroenterologista, especialista em cirurgia bariátrica, Dr. Henrique Eloy, explica que só é considerado com sobrepeso quem apresenta Índice de Massa Corporal (IMC) entre 25 e 30 Kg/m², e que essa condição é a etapa anterior à obesidade. “O sobrepeso já é considerado um malefício para a pessoa por acarretar problemas conhecidos como a inaptidão para fazer atividade física, propensão a diversas doenças, maiores tendências a diabetes e hipertensão, sem contar os riscos de derrames por causa da maior tendência a ter aumento de triglicérides e colesterol”, afirma.

Além dos problemas listados, o excesso de peso pode afetar a capacidade cognitiva de crianças e adolescentes. Dr. Henrique explica que a dificuldade que os jovens e crianças com excesso de peso têm para praticar atividades físicas faz com que sejam isolados socialmente pelos colegas e se tornem propensos a desenvolver um quadro depressivo não diagnosticado.

Em agosto deste ano, o Ministério da Saúde divulgou a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), concluindo que 55,7% da população brasileira apresenta excesso de peso. A pasta ainda estima que, até 2022, 46,5% dos meninos entre 5 e 9 anos, e 38,2% das meninas com a mesma idade sofram com o excesso de peso ou obesidade.

“É um ciclo vicioso. Quando a pessoa começa a ganhar peso, ela tende a diminuir a atividade física, ou a protelar seu início e, assim, passa a contribuir para o surgimento de problemas de saúde”, afirma Dr. Henrique Eloy. Para ele, as pessoas com excesso de peso devem manter um balanço adequado entre atividade aeróbicas e anaeróbicas, a fim de perder peso e fortalecer a musculatura ao mesmo tempo, ganhando massa magra.

O médico ainda alerta que a alimentação saudável e rotina de atividades físicas são imprescindíveis para manter um peso saudável. Além disso, Dr. Henrique Eloy ressalta que o poder público, juntamente com a comunidade médica, deveria tratar o combate à obesidade e o excesso de peso de forma intensa e agressiva, assim como fez nas campanhas contra o tabagismo. “Ver uma criança comendo um salgadinho e tomando um refrigerante deveria nos causar tanto espanto quanto ver uma criança fumando”, compara.

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Ministério da Saúde lança campanha de amamentação

Amamentação reduz mortalidade infantil e risco de câncer de mama.

Ministério da Saúde lança campanha de amamentação

Seminário internacional sobre autismo aborda ética no tratamento

No dia 22 de agosto, acontece o XVIII Seminário Internacional do Instituto LAHMIEI - Autismo da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).


Como saber se tenho bruxismo?

Dor na mandíbula e cabeça ao acordar são sintomas comuns.

Como saber se tenho bruxismo?

As novas maneiras de olhar e cuidar da saúde física e mental

Muito tem se falado sobre o impacto da pandemia e do distanciamento social na vida das pessoas.


Consultas odontológicas diminuem 80% durante a pandemia

Pesquisa feita pela UFPel diz respeito às consultas odontológicas na rede pública.

Consultas odontológicas diminuem 80% durante a pandemia

Aspectos emocionais do câncer

O câncer coloca a pessoa em situação limite, pois carrega o estigma da morte e do sofrimento.


Vacinas: destrinchando as fases da produção

A história do processo de produção das vacinas remonta aos trabalhos realizados pelo naturalista e médico inglês Edward Jenner, no final do século XVIII.

Vacinas: destrinchando as fases da produção

Lançado e-book com rotina de médicos em UTIs na pandemia

Prosas, versos e muita emoção mostram a nova realidade dos profissionais.


Síndrome de Burnout deve atingir diversos profissionais pós-pandemia

Cansaço, fadiga e estresse no trabalho podem ser mais sérios do que se imagina

Síndrome de Burnout deve atingir diversos profissionais pós-pandemia

Qual é o plano futuro para o setor de saúde depois da pandemia?

O setor de saúde deverá se reinventar, assim como vários setores da economia.

Qual é o plano futuro para o setor de saúde depois da pandemia?

Baixa adesão faz Ministério da Saúde ampliar campanha contra sarampo

Pessoas de 20 a 49 anos poderão se vacinar até o dia 31 de agosto, em todo o país.

Baixa adesão faz Ministério da Saúde ampliar campanha contra sarampo

Dores no inverno: como amenizar o quadro em tempos de menor temperatura

Queixar-se da piora das dores em dias frios está longe de ser um drama ou frescura.

Dores no inverno: como amenizar o quadro em tempos de menor temperatura