Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Febre Amarela: vacina em crianças a partir dos 9 meses

Febre Amarela: vacina em crianças a partir dos 9 meses

23/01/2017 Divulgação

A dose está disponível na Rede Pública de Saúde e as reações são toleráveis.

Febre Amarela: vacina em crianças a partir dos 9 meses

O Ministério da Saúde confirmou mortes provocadas por febre amarela no País e os registros, referentes às primeiras semanas de janeiro, já superam os casos identificados durante todo o ano de 2016, quando cinco pessoas tiveram a morte confirmada pela doença infecciosa. Em 2009, ano em que foi constatado um surto de febre amarela em vários estados do Brasil, 17 óbitos foram confirmados.

Assim como os adultos, os bebês e as crianças não estão livres da doença, que é transmitida pelo mosquito contaminado. O Aedes aegypti é o transmissor da febre amarela nas cidades. Mas a transmissão hoje registrada no Brasil é a silvestre, ou seja, através dos vetores silvestres, chamados haemagogus e sabethes.

O Prof. Dr. Paulo Taufi Maluf Júnior (CRM/SP 21.769), do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas e do Hospital Sírio-Libanês, explica que a vacina contra febre amarela está indicada para crianças a partir dos nove meses de idade que residam ou que irão viajar para área endêmica. “Se a família for viajar para áreas de risco, é fundamental que todos, inclusive as crianças, recebam a dose contra a febre amarela dez dias antes”, enfatiza o pediatra.

O bebê pode ser vacinado a partir dos seis meses, quando reside em uma área em que há morte de macacos com suspeita de febre amarela e onde há casos de febre amarela silvestre. “Mas fora dessas situações, o calendário de vacinações indica a partir de nove meses de idade, em duas doses até os 5 anos de idade”, recomenda o Prof. Dr. Paulo Maluf.

“Cerca de 5% das pessoas podem desenvolver efeito colateral como febre, dor de cabeça e dor muscular, de 5 a 10 dias após a imunização. As reações de hipersensibilidade são muito raras e geralmente atribuídas às proteínas do ovo contidas na vacina, que faz parte do Calendário Básico de Vacinação”, orienta o pediatra.

O Prof. Dr. Paulo Maluf explica que, após cerca de 10 dias da transmissão do vírus pelo inseto, a pessoa contaminada pode não desenvolver nenhum quadro especial, ou apenas sintomas leves de febre, dor muscular ou de cabeça, como outra virose qualquer. Apenas uma pequena parcela de contaminados pode, após poucos dias de regressão dos sintomas iniciais, ter a forma grave da febre amarela, nome que provem da intensa icterícia que o doente apresenta, devido ao acometimento do fígado.

“As formas avançadas da doença levam à falência do fígado e dos rins, e daí tem-se taxa de mortalidade elevada. Isso porque não cabe nenhum tratamento, restando apenas manter as condições do paciente para que ele supere os distúrbios acarretados pela disfunção hepática e renal“, concluiu o pediatra.



Por que as crianças sofrem mais com infecções no nariz, ouvidos e garganta?

Diagnóstico e tratamento precoces são essenciais para impedir a recorrência dos problemas.

Por que as crianças sofrem mais com infecções no nariz, ouvidos e garganta?

Insegurança alimentar grave atinge 10,3 milhões de brasileiros

Segundo IBGE, 10,3 milhões de pessoas residem em domicílios com insegurança alimentar grave.

Insegurança alimentar grave atinge 10,3 milhões de brasileiros

Vacinas, suas controvérsias e o mundo em pandemia

Temos pesquisadores do mundo todo, aliando forças em prol da produção de uma vacina em tempo recorde.

Vacinas, suas controvérsias e o mundo em pandemia

Má postura no trabalho é a principal causa de cervicalgia

Dados da Sociedade Brasileira de Estudo da Dor (SBED), de 30 a 50% da população sofre de cervicalgia.

Má postura no trabalho é a principal causa de cervicalgia

O transtorno de ansiedade

Você sabia que a ansiedade é biológica?

O transtorno de ansiedade

Número de doações de medula óssea cai 30% devido à pandemia

Campanha Setembro Verde chama atenção para importância da doação.

Número de doações de medula óssea cai 30% devido à pandemia

Uso excessivo do celular pode causar dores e inflamação dos dedos

Doença chamada de tenossinovite ficou conhecida como "WhatsAppinite".

Uso excessivo do celular pode causar dores e inflamação dos dedos

Campanha Setembro Amarelo conscientiza população sobre o suicídio

Campanha levanta a importância da ampla divulgação da temática com o foco na prevenção para a redução dos casos de suicídio.

Campanha Setembro Amarelo conscientiza população sobre o suicídio

Teste americano que detecta coronavírus em sete minutos chega ao Brasil

Teste é capaz de identificar o vírus ativo no organismo a partir do terceiro dia de contato com infectados e após a manifestação dos sintomas.

Teste americano que detecta coronavírus em sete minutos chega ao Brasil

Por que há idosos que se curam da Covid-19 enquanto jovens morrem?

Médico geriatra, nutrólogo e cardiologista Juliano Burckhardt faz uma análise da complexa e intrincada rede envolvida na imunidade do organismo no combate ao novo coronavírus.

Por que há idosos que se curam da Covid-19 enquanto jovens morrem?

Amamentação não deve ser interrompida por mães infectadas pela COVID-19

A enfermeira Katherine Maurente elenca medidas que devem ser tomas para evitar a contaminação para o bebê.

Amamentação não deve ser interrompida por mães infectadas pela COVID-19

Quatro gatilhos mentais que estão te impedindo de emagrecer

A mente pode ser tanto uma aliada quanto uma vilã quando o assunto é reeducação alimentar, por isso, ela deve ser a primeira a ser reprogramada para atingir o objetivo desejado.

Quatro gatilhos mentais que estão te impedindo de emagrecer