Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Fórmula para uma vida longa depende de fatores sociais

Fórmula para uma vida longa depende de fatores sociais

12/05/2017 Deutsche Welle

Estudo da Universidade de Washington aponta que aspectos como renda e educação afetam fortemente a expectativa de vida.

Fórmula para uma vida longa depende de fatores sociais

Renda, nível de instrução e classe social determinam muito mais a expectativa de vida do que fatores como hereditariedade e problemas de saúde, segundo uma pesquisa da Universidade de Washington, em Seattle, divulgada nesta semana.

O estudo publicado pela revista especializada Jama International Medicine aponta que fatores sociais afetam fortemente a saúde e a expectativa de vida. Os moradores das regiões mais pobres dos Estados Unidos, por exemplo, morrem em média 20 anos mais cedo do que aqueles que vivem em lugares mais abastados.

A diferença da expectativa de vida por região aumentou consideravelmente sob efeito da disparidade social nos últimos 35 anos, afirmam os autores da pesquisa.

"As dimensões desse contraste exigem que algo seja feito o mais rápido possível. Se essa tendência continuar, a lacuna entre pobres e ricos e entre saudáveis e doentes vai crescer ainda mais", alertou a pesquisadora Laura Dwyer-Lindgren. Segundo ela, o fim do Obamacare tende a piorar a situação, deixando milhares de pessoas sem condições de pagar por assistência médica.

Em geral, desde 1980, a expectativa de vida nos EUA aumentou de 73,8 para 79,1 anos de idade. Ainda assim, em alguns lugares, como Dakota do Sul e do Norte, sobretudo nas reservas indígenas, e também no Mississipi, Kentucky e na Virgínia Ocidental, as pessoas não ultrapassam os 68 anos. Já ao longo da costa da Califórnia e em torno das metrópoles da costa leste, como Nova York, Boston e Washington, a expectativa de vida fica entre 82 e 85 anos.

Na Alemanha, segundo o jornal Süddeutsche Zeitung, que noticiou o estudo americano, as menores taxas de expectativas de vida estão nas cidades de Pirmasens, no estado da Renânia-Palatinado, Hof, na Alta Francônia, e Suhl, na Turíngia – assim como em comunidades no Vale do Ruhr e do leste da Alemanha.

A mais alta expectativa de vida no país registra-se na região de Starnberg, nos arredores de Munique, à margens do Lago de Constança e nos entornos de Freiburg. Nessas localidades, as pessoas vivem em média até os 84 anos de idade, ou oito anos a mais do que nas áreas mais pobres. Nas regiões com maior esperança de vida estão concentradas as maiores rendas médias. As pessoas têm dinheiro suficiente para obter uma boa formação, se comportar de maneira consciente em relação à saúde e ter tempo para lazer.

O Brasil também tem uma clara desigualdade entre regiões mais ricas e mais pobres, embora ela não seja tão acentuada quanto nos Estados Unidos. Segundo dados do IBGE, em 2015, o estado com maior expectativa de vida ao nascer no Brasil era Santa Catarina (78,7). Na outra ponta, estava o Maranhão com a menor esperança de vida ao nascer (70,3). 



Pesquisa comprova maior eficácia de teste HPV para detecção de câncer

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Passa a ser direito fundamental da pessoa com câncer a obtenção de diagnóstico precoce e acesso a tratamento universal.

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

A quantidade de pessoas que sofrem com problemas cardiorrespiratórios no Brasil é tão significativa que sobram estatísticas para contar a história.

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Segundo Dr. Geraldo Carvalhaes, casos de dor crônica também afetam pessoas mais jovens.

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Você é um Hipocondríaco?

Quando a preocupação com a saúde vira doença.

Você é um Hipocondríaco?

Número de prematuros aumenta no Brasil

Média de prematuridade no país atingiu 11,1% em 2020 e aumento pode estar ligado ao covid-19.

Número de prematuros aumenta no Brasil

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS

Pesquisa da Anab foi realizada com 1.006 usuários da saúde suplementar em todo o Brasil no mês de setembro.

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS

Depressão, ansiedade e dores musculares aumentaram na pandemia, diz estudo

Acupuntura e outras técnicas podem ajudar no alívio dos sintomas e melhora global dessas condições.

Depressão, ansiedade e dores musculares aumentaram na pandemia, diz estudo

Novembro Azul, câncer de próstata e cirurgia robótica

Trabalhos científicos mostram que 25% dos portadores de câncer de próstata morrem devido à doença.

Novembro Azul, câncer de próstata e cirurgia robótica

Qualidade de vida, apesar da dor

Lista de doenças dolorosas passíveis de tratamento é bem extensa.

Qualidade de vida, apesar da dor

Auxílio psicológico a pacientes com câncer de mama

A mulher não deve se sentir sozinha nessa jornada.

Auxílio psicológico a pacientes com câncer de mama

5 dicas para prevenir a osteoporose

Você sabia que uma em cada três mulheres têm osteoporose em todo o mundo?

5 dicas para prevenir a osteoporose