Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Gordura trans no leite materno pode prejudicar bebê

Gordura trans no leite materno pode prejudicar bebê

10/09/2008 Divulgação

É importante que as mães entendam que estão programando os filhos ao longo da vida.

Vilã quando o assunto é alimentação, a gordura trans é capaz de comprometer até a saúde de bebês alimentados com leite de mães que consomem produtos industrializados ricos nesse tipo de gordura, segundo estudo realizado no Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas, da Fiocruz.

O trabalho apontou que filhotes de ratos amamentados por ratas que ingeriram grande quantidade de gordura trans transformaram-se em adultos com maior percentual de gordura, aumento de triglicerídeo e menor HDL - o colesterol bom. "Os ratos alimentados com o leite de mães que ingeriram grande quantidade de gordura trans, mesmo adotando após o desmame uma alimentação balanceada, apresentaram um percentual maior de gordura corporal, aumento de triglicerídeo e menor HDL", destaca a pesquisadora Patrícia Dias de Brito, acrescentando que os filhotes foram acompanhados até completarem seis meses. Segundo Patrícia, a fase da amamentação é de grande importância para a composição corporal e perfil hormonal na vida adulta. "É nesse período que ocorre o amadurecimento de funções orgânicas por meio da determinação do número de receptores celulares para hormônios e outras substâncias", diz.

"Essa mensagem fica armazenada no animal, independentemente do que ele vai ingerir ao longo da vida. Assim, as alterações corporais provenientes do leite materno alterado, que ocorreram durante a amamentação, ficam memorizadas no organismo". Ela sugere alimentação balanceada. "É importante que as mães entendam que estão programando os filhos ao longo da vida. Devem priorizar alimentação balanceada." A alimentação da mãe é tão importante na composição do leite materno que mudanças no cardápio podem influenciar até no sabor do alimento oferecido ao bebê. Segundo estudo da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, o gosto de comidas consumidas pela mãe durante o período de amamentação passa para o leite materno em questão de minutos. O trabalho sugere que pais podem variar sabores para 'preparar' bebês para alimentos sólidos.  No estudo, os cientistas pediram a 18 mulheres que fornecessem amostras de leite materno antes e depois de consumirem cápsulas com sabores distintos.

O gosto de banana pôde ser detectado no leite por uma hora após o consumo das cápsulas. O gosto de mentol durou oito horas. De acordo com o experimento, os sabores de alcaçuz e sementes de cominho atingiram o máximo de concentração no leite materno em uma média de duas horas depois do consumo. Além disso, os pesquisadores verificaram que os sabores de frutas não-cítricas alteraram o sabor do leite materno apenas levemente, e que os elementos químicos presentes na cenoura e nas frutas cítricas produziram mudanças maiores.



55% dos brasileiros com mais de 18 anos consomem bebidas alcoólicas, diz pesquisa

Dado é de pesquisa do Instituto Brasileiro do Fígado.

55% dos brasileiros com mais de 18 anos consomem bebidas alcoólicas, diz pesquisa

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

A perda auditiva é uma queixa quase diária no consultório do otorrinolaringologista.

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Um ponto de dúvida para as pessoas, mas que é importante ter clareza, a exigência de CPF é ilegal para o fornecimento de descontos pelas farmácias.

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Casos aumentaram em 12 estados em relação ao ano passado.

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Estamos todos saindo da UTI?

Nas últimas semanas, esses ambientes estão diferentes do que vivenciamos ao longo de quase 20 meses.

Estamos todos saindo da UTI?

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Elas têm mais autoconsciência, senso de empatia e tenta “se encaixar” mais socialmente que eles.

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Pesquisa comprova maior eficácia de teste HPV para detecção de câncer

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Passa a ser direito fundamental da pessoa com câncer a obtenção de diagnóstico precoce e acesso a tratamento universal.

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

A quantidade de pessoas que sofrem com problemas cardiorrespiratórios no Brasil é tão significativa que sobram estatísticas para contar a história.

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Segundo Dr. Geraldo Carvalhaes, casos de dor crônica também afetam pessoas mais jovens.

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Você é um Hipocondríaco?

Quando a preocupação com a saúde vira doença.

Você é um Hipocondríaco?

Número de prematuros aumenta no Brasil

Média de prematuridade no país atingiu 11,1% em 2020 e aumento pode estar ligado ao covid-19.

Número de prematuros aumenta no Brasil