Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Impotência sexual: tabagismo aumenta o risco em 85%

Impotência sexual: tabagismo aumenta o risco em 85%

19/07/2013 Divulgação

Os danos causados pelo cigarro à saúde já são amplamente conhecidos. Doenças cardiovasculares – entre elas o risco de enfarte, câncer no pulmão, na laringe e na boca são algumas doenças, resultados comuns do tabagismo.

O que muita gente ainda ignora é que nos homens o fumo aumenta o risco de impotência sexual em 85%. Isso porque o tabaco estreita as artérias do pênis por onde o sangue circula. Os efeitos nocivos do cigarro, no entanto, não afetam a fertilidade masculina, mas adiam a possibilidade de uma gravidez. De acordo com o ginecologista Joji Ueno (CRM-48.486), doutor em medicina pela Faculdade de Medicina da USP, muitas vezes a impotência é confundida com a infertilidade e por isso sempre foi um assunto cercado de tabus, medos e preconceitos.

“A infertilidade masculina é a incapacidade de ter uma gravidez após um ano de relações sexuais frequentes, sem o uso de métodos contraceptivos. Já a impotência é uma disfunção erétil que incapacita o homem de manter a ereção durante o ato sexual”, explica o especialista, que também é responsável pelo setor de Histeroscopia Ambulatorial do Hospital Sírio Libanês e Diretor na Clínica Gera. Estima-se que 10% da população masculina adulta sofra de impotência sexual.

Só no Brasil, cerca de seis milhões de homens têm o problema. Também chamada de disfunção erétil, a impotência sexual é a incapacidade de iniciar e de manter uma ereção em pelo menos 50% das tentativas durante a relação sexual. Essa disfunção incapacita o homem a obter ou manter ereções suficientemente rígidas para a penetração vaginal impedindo a satisfação sexual.

Impotência tem cura

Essa disfunção sexual masculina está relacionada a diversas doenças e trata-la envolve obrigatoriamente a descoberta de sua causa, que pode ser: distúrbios psicológicos; doenças hormonais (diabetes, queda de testosterona, problemas endócrinos); doenças neurológicas (lesões na medula, mal de Alzheimer e Parkinson); doenças vasculares, que causam entupimento das artérias e veias, prejudicando a chegada do sangue ao pênis (hipertensão arterial, aterosclerose); consumo excessivo de medicamentos; alcoolismo e tabagismo.

“No caso do fumo, acontece no pênis a mesma coisa que nas artérias coronárias. O uso contínuo do cigarro deixa as artérias entupidas e com pouca dilatação, diminuindo o fluxo sanguíneo nos vasos sanguíneos que percorrem o pênis. Por isso a ereção não ocorre, pois necessita de alta concentração de sangue na região”, esclarece Ueno.

O surgimento da impotência vai depender do consumo diário do cigarro, do tempo de tabagismo e da associação com doenças como diabetes e hipertensão. Os sinais e sintomas são claros e vão além da incapacidade de obter e manter a ereção: há redução do tamanho e da rigidez peniana; redução dos pelos corporais; atrofia ou ausência testicular; pênis deformado; doença vascular periférica; e até neuropatia (distúrbio das funções do sistema nervoso). Mas, não é necessário se preocupar.

“A impotência tem cura e o primeiro passo é o diagnóstico correto”, garante o ginecologista. Após ser detectada a impotência sexual por intermédio de um diagnóstico clínico, existirão vários recursos para tratamento.

Fonte - ginecologista Joji Ueno, doutor em medicina pela Faculdade de Medicina da USP, responsável pelo setor de Histeroscopia Ambulatorial do Hospital Sírio Libanês e Diretor na Clínica Gera.



A nova era da Telemedicina no Brasil

Alguns números atestam que as consultas virtuais estão sendo utilizadas cada vez mais no país.

A nova era da Telemedicina no Brasil

É inaceitável que pessoas ainda morram de malária

Esta semana, de 25 a 29 de abril, marca a luta mundial contra a malária.


Transtornos psiquiátricos catalisados pelo luto de vítimas de COVID-19

Médico psiquiatra comenta a situação exclusiva de pessoas que perderam parentes queridos durante a pandemia. A ansiedade e o transtorno de humor são os mais prevalentes nesses casos.

Transtornos psiquiátricos catalisados pelo luto de vítimas de COVID-19

8 alimentos para incluir na dieta se você tem dores crônicas

Nutricionista fala sobre o poder dos alimentos para a nossa saúde.

8 alimentos para incluir na dieta se você tem dores crônicas

Pesadelo na hora do sono: apneia atinge 70 milhões de brasileiros

Por muito tempo o hábito de roncar tem sido visto como motivo de chacota ou algo corriqueiro.

Pesadelo na hora do sono: apneia atinge 70 milhões de brasileiros

Tireoide não é a culpada pelo ganho de peso

É muito comum algumas pessoas associarem o ganho de peso excessivo e inexplicado a um problema de tireoide, chamado de hipotireoidismo que nada mais é, a falta dos hormônios tireoidianos.


Você sabe identificar os sinais de um ataque cardíaco?

Quando uma forte dor no peito aparece é um indicativo de que há algo errado acontecendo e é comum associarmos imediatamente a dor com a possibilidade de que seja um infarto.

Você sabe identificar os sinais de um ataque cardíaco?

Comer chocolate realmente aumenta o surgimento de acne?

Dermatologista explica que a guloseima deve ser consumida com moderação. Confira!

Comer chocolate realmente aumenta o surgimento de acne?

Começa vacinação contra a gripe em todo o país

Meta é imunizar 76,5 milhões de pessoas até 3 de junho.

Começa vacinação contra a gripe em todo o país

YouTube lança novas seções de conteúdo de saúde

As novas ferramentas visam ajudar as pessoas a navegarem pela plataforma.

YouTube lança novas seções de conteúdo de saúde

Riscos, físicos e emocionais, provocados por transtornos alimentares

Transtornos alimentares são desordens complexas, causadas e mantidas por diversos fatores sociais, psicológicos e biológicos.

Riscos, físicos e emocionais, provocados por transtornos alimentares

OMS convida Butantan para compartilhar experiência na produção de soro antiofídico

Em 2018, a OMS estabeleceu os acidentes ofídicos como uma doença tropical negligenciada.

OMS convida Butantan para compartilhar experiência na produção de soro antiofídico