Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Inca faz campanha para aumentar doações de sangue na Semana Santa

Inca faz campanha para aumentar doações de sangue na Semana Santa

15/04/2014 Divulgação

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) está preocupado com a falta de doadores no feriadão.

O Instituto Nacional de Câncer (Inca), do Ministério da Saúde, iniciou campanha para estimular doações de sangue e plaquetas no feriado prolongado da Semana Santa.

A assistente social do Serviço de Hemoterapia do instituto, Karla Savedra, disse nesta segunda-feira (14) que o quadro do Inca é preocupante, uma vez que o estoque de sangue tem caído bastante.

“Como são muitos dias de feriados, e a tendência é de muita gente acabar emendando os dias, a nossa preocupação é faltar sangue para atender, porque a gente já vem com um quadro de falta de doadores”, manifestou Karla.

Atualmente, o estoque de sangue do Inca mostra queda de 50%. Karla disse que o ideal é que houvesse uma média de 80 coletas efetivas de sangue por dia, mas a média tem sido de 40 coletas. O hospital precisa manter estoque suficiente para atender a cerca de 2 mil transfusões por mês, informou.

Qualquer pessoa pode doar sangue, desde que esteja em boas condições de saúde, tenha mais de 50 quilos e esteja na faixa etária de 16 a 69 anos. Os menores de 18 anos devem, porém, apresentar uma autorização do responsável, enquanto os mais velhos precisam ter feito pelo menos uma doação até os 60 anos.

O funcionamento do banco de sangue do Inca no feriadão é especial. Até a próxima quinta-feira (17), o Serviço de Hemoterapia estará aberto das 7h30 às 14h30; na Sexta-feira da Paixão (18) não abrirá; no sábado (19), receberá doações das 8h às 12h.

No domingo (20), o banco de sangue não funcionará, bem como nos dias 21 e 23. A princípio, a expectativa é de que o serviço funcione ao público na terça-feira imprensada (22), disse Karla Savedra, porque quarta-feira (23), Dia de São Jorge, também é ponto facultativo no Rio.

Fonte: Agência Brasil



Ministério da Saúde adquire 15 mil respiradores

Aparelho chega ao Brasil nas próximas semanas e vai auxiliar no tratamento de pacientes graves. Investimento é de R$ 1 bilhão.

Ministério da Saúde adquire 15 mil respiradores

Farmácias registram aumento da demanda durante quarentena

As empresas do setor, que continuam abertas ao público, precisam redobrar os cuidados com a proteção de funcionários e clientes

Farmácias registram aumento da demanda durante quarentena

Autismo, respeito e compreensão

No dia 02 de abril é comemorado o Dia Mundial da Conscientização do Autismo.


A importância da vacina da gripe para os diabéticos

O assunto que é destaque há semanas é o coronavírus, porém não podemos deixar de falar da importância da vacina da gripe para os idosos.

A importância da vacina da gripe para os diabéticos

Meditação: como as crianças e adolescentes podem praticar

Incluir a atividade na rotina com a família pode contribuir durante o período de isolamento social.

Meditação: como as crianças e adolescentes podem praticar

Gordura abdominal prejudica coluna e joelhos

Mesmo em casa, é possível fazer quatro exercícios simples e seguir algumas dicas de alimentação para acabar com o excesso de peso ao redor da cintura.

Gordura abdominal prejudica coluna e joelhos

O canabidiol no tratamento da endometriose

O março amarelo é o mês dedicado à conscientização sobre a endometriose.


Quarentena e sanidade mental: é possível?

A pandemia do coronavírus impôs abruptamente a todas as pessoas a realidade da quarentena: privação da liberdade, limites, mudança de hábitos e rotinas, dificuldades financeiras e organizacionais.


Coronavírus e câncer: cuidado redobrado com o paciente oncológico

Pacientes com câncer podem apresentar imunidade mais baixa, ficando mais vulneráveis.

Coronavírus e câncer: cuidado redobrado com o paciente oncológico

Problemas psicológicos x COVID-19

Com a chegada do COVID-19 no Brasil, podemos notar que o comportamento das pessoas mudou.


Coronavírus e isolamento social

O mundo está sendo convulsionado pelo avanço da pandemia da Covid-19, que afeta e transtorna a vida da humanidade, em todos os sentidos e dimensões, de forma que ainda não conseguimos identificar com clareza as consequências.


Saúde emocional durante o isolamento social: o que fazer?

Vivemos tempos difíceis e incertos frente à pandemia de coronavírus, que exige de nós muitas mudanças.