Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Incontinência urinária de esforço

Incontinência urinária de esforço

30/12/2005 Divulgação

O Instituto de Pesquisa Gallup (EUA) realizou uma pesquisa com 1270 entrevistadas de 35 anos em média, que enfocou o problema de incontinência urinária.

O Instituto divulgou dados que reforçam a teoria que os médicos já haviam comprovado na prática: a vergonha das portadoras em relação a sua doença faz com que elas convivam e se adaptem ao problema ao invés de combatê-lo.

"Uma em cada cinco mulheres com mais de 25 anos e até duas em cada três com mais de 65 sofrem do problema e são responsáveis por 20% das consultas médicas em ginecologistas e urologistas" comenta a Prof. Dra. Marair Gracio Ferreira Sartori (Ginecologista - Serviço de Uroginecologia e Cirurgia Vaginal do Departamento de Ginecologia da Unifesp-EPM).

O estudo também apontou que 62% das mulheres que sofrem da doença esperam um ano ou mais antes de discutir o problema com o médico. Além disso, o levantamento demonstrou que 70% destas mulheres têm medo de tossir, espirar e até rir em público por temerem um acidente - não é surpresa que 55% deste número sofreu algum tipo de embaraço relacionado à incontinência urinaria pelo menos uma vez nos últimos 12 meses.

A incontinência urinária de esforço ocorre quando os músculos e o tecido pélvico ao redor da uretra (canal por onde o corpo expele a urina) enfraquecem. Entre os principais fatores desencadeadores da doença, destacam-se exercícios físicos pesados, partos mal assistidos, perda do tônus muscular da pélvis, perda de estrogênios, obesidade, cirurgias ginecológicas mal sucedidas, múltiplas gestações e fumo.

Fonte: Prof. Dra. Marair Gracio Ferreira Sartori, ginecologista - Serviço de Uroginecologia e Cirurgia Vaginal do Departamento de Ginecologia da Unifesp-EPM. 



55% dos brasileiros com mais de 18 anos consomem bebidas alcoólicas, diz pesquisa

Dado é de pesquisa do Instituto Brasileiro do Fígado.

55% dos brasileiros com mais de 18 anos consomem bebidas alcoólicas, diz pesquisa

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

A perda auditiva é uma queixa quase diária no consultório do otorrinolaringologista.

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Um ponto de dúvida para as pessoas, mas que é importante ter clareza, a exigência de CPF é ilegal para o fornecimento de descontos pelas farmácias.

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Casos aumentaram em 12 estados em relação ao ano passado.

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Estamos todos saindo da UTI?

Nas últimas semanas, esses ambientes estão diferentes do que vivenciamos ao longo de quase 20 meses.

Estamos todos saindo da UTI?

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Elas têm mais autoconsciência, senso de empatia e tenta “se encaixar” mais socialmente que eles.

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Pesquisa comprova maior eficácia de teste HPV para detecção de câncer

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Passa a ser direito fundamental da pessoa com câncer a obtenção de diagnóstico precoce e acesso a tratamento universal.

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

A quantidade de pessoas que sofrem com problemas cardiorrespiratórios no Brasil é tão significativa que sobram estatísticas para contar a história.

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Segundo Dr. Geraldo Carvalhaes, casos de dor crônica também afetam pessoas mais jovens.

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Você é um Hipocondríaco?

Quando a preocupação com a saúde vira doença.

Você é um Hipocondríaco?

Número de prematuros aumenta no Brasil

Média de prematuridade no país atingiu 11,1% em 2020 e aumento pode estar ligado ao covid-19.

Número de prematuros aumenta no Brasil