Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Inverno: frio, vento e tempo seco são alerta para doenças respiratórias

Inverno: frio, vento e tempo seco são alerta para doenças respiratórias

01/06/2024 Divulgação

Estação começou; cuidados com a hidratação e alimentação podem ajudar na prevenção de gripes e resfriados.

Inverno: frio, vento e tempo seco são alerta para doenças respiratórias

O inverno começou no Hemisfério Sul na última quinta-feira (20) e é conhecido por ser a estação mais fria e seca do ano. Este período, que vai até 23 de setembro, traz consigo a necessidade de cuidados com a saúde respiratória, principalmente devido ao frio, ar seco e ventos fortes. Crianças e idosos são os mais afetados por problemas respiratórios, que podem se agravar se não forem bem cuidados.

“No inverno, as temperaturas mais frias favorecem a inflamação dos brônquios e as chances de gripes, resfriados, crises asmáticas, rinite e até mesmo exacerbação de DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) ou pneumonia, especialmente com mudanças bruscas de temperatura, que estão cada vez mais comuns devido às ondas de calor fora de época e a amplitude térmica”, explica Tiago Grangeia, pneumologista do Hospital São Luiz Campinas, da Rede D’Or. “Além disso, as pessoas tendem a passar mais tempo em ambientes fechados, facilitando a propagação de gripes e resfriados”, complementa o especialista. 

Para evitar esses problemas, alguns hábitos são essenciais, como manter-se hidratado, vestido adequadamente com roupas quentes, manter ambientes arejados e umidificados, e evitar exercícios físicos quando a umidade do ar estiver abaixo de 30%.

São itens simples, e muitas vezes subestimados, porém eficazes para prevenção de quadros respiratórios, que tem como principais sintomas a congestão nasal, fragilidade na garganta e secreção nos pulmões. Além disso, manter uma alimentação saudável e rica em vitaminas é crucial para fortalecimento do organismo.

“Nosso corpo precisa de mais nutrientes no frio. Uma dieta com pelo menos três frutas, incluindo uma de casca vermelha, rica em vitaminas A e C, é fundamental. Vegetais e leguminosas também ajudam, pois contêm flavonoides que melhoram a circulação nasal e são anti-inflamatórios. Evitar alimentos industrializados e gordurosos é outro passo importante para evitar doenças”, recomenda o médico do São Luiz Campinas.

Desde o mês de abril, a unidade conta Pronto Atendimento de Otorrinolaringologia, especialidade voltada para o diagnóstico e tratamento de doenças dos ouvidos, nariz, garganta, laringe e pescoço. Com equipe especializada e estrutura completa, o serviço, que não precisa de agendamento, funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, incluindo feriados, para o público adulto e pediátrico.

O especialista lembra ainda que vírus como o H1N1 e o coronavírus tendem a retornar no inverno. Por isso, medidas de distanciamento social e higiene são essenciais. “Se estiver com sintomas respiratórios, evite locais fechados e lotados, use máscara e lave as mãos com frequência”, orienta Grangeia.

Consultas médicas regulares e, em casos graves, atendimento de urgência são importantes, especialmente para pessoas mais vulneráveis. Cada infecção tem um tratamento específico, por isso, é importante ter orientações personalizadas e evitar a automedicação.

“Também é crucial manter as vacinas em dia. A imunização contra influenza, pneumonia, covid-19, vírus sincicial respiratório e coqueluche ajudam a prevenir problemas respiratórios graves”, reforça Tiago.

O São Luiz Campinas, da Rede D’Or, é o maior hospital privado do interior paulista. Com 47 mil metros quadrados de área construída e mais de 50 especialidades disponíveis, oferece um centro pneumológico de excelência, com consultas, exames e cirurgias, com equipe especializada para cuidar da saúde respiratória.

Para mais informações sobre gripes clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Todos os nossos textos são publicados também no X

Quem somos

Fonte: VFR Comunicação



Vida longa: estudo mostra segredo da longevidade no sangue de centenários

Identificar biomarcadores da longevidade é apenas o primeiro passo, é preciso, também, descobrir fatores que os influenciam.

Autor: Divulgação

Vida longa: estudo mostra segredo da longevidade no sangue de centenários

Sedentarismo: 5 dicas para ser mais ativo mesmo com uma rotina corrida

É preciso incluir as atividades físicas de uma forma natural no seu dia a dia para fugir do sedentarismo.

Autor: Divulgação

Sedentarismo: 5 dicas para ser mais ativo mesmo com uma rotina corrida

Solteiros têm mais chances de morrer do que casados

De acordo com o especialista em relacionamentos, Caio Bittencourt, estar em uma relação pode ajudar na manutenção da saúde de modo geral.

Autor: Divulgação

Solteiros têm mais chances de morrer do que casados

Varizes estouradas? E agora, o que fazer?

As veias das pernas têm a função de levar o sangue ao coração após irrigarem os membros inferiores.

Autor: Divulgação

Varizes estouradas? E agora, o que fazer?

Saiba quais são as alergias e doenças respiratórias mais comuns no inverno

A incidência de doenças respiratórias aumenta no inverno devido às baixas temperaturas, ambientes úmidos e poluição.

Autor: Divulgação

Saiba quais são as alergias e doenças respiratórias mais comuns no inverno

Por que o frio é um dos vilões para o cabelo?

A queda de cabelo costuma ser o terror de muita gente. E a chegada do frio torna esse pesadelo ainda mais intenso.

Autor: ‌Melina Oliveira

Por que o frio é um dos vilões para o cabelo?

A era da saúde digital chegou: seus conflitos éticos também

A chamada era digital já transformou toda a área da saúde. Saúde Digital

Autor: Thiago Rocha da Cunha 

A era da saúde digital chegou: seus conflitos éticos também

Queimadas, poluição e tempo seco: como fica a saúde respiratória e ocular?

Cerca de 25% apresentam a síndrome do olho seco nesta época do ano.

Autor: Divulgação

Queimadas, poluição e tempo seco: como fica a saúde respiratória e ocular?

Veranico com calor e poluição é risco para quem faz atividades ao ar livre

Professor de Medicina do Esporte dá dicas de como evitar problemas causados por essa combinação.

Autor: Divulgação

Veranico com calor e poluição é risco para quem faz atividades ao ar livre

O que comer para evitar resfriados e fortalecer o sistema imunológico?

Com a chegada do inverno no próximo dia 21, as temperaturas caem, a umidade aumenta e os vírus e bactérias se propagam com mais facilidade.

Autor: Divulgação

O que comer para evitar resfriados e fortalecer o sistema imunológico?

O tempo seco e as alergias

Com uma nova onda de calor chegando aliada ao tempo seco, comum nesta época do ano, as alergias respiratórias ganham força.

Autor: Divulgação

O tempo seco e as alergias

Nutrição e atividade física: saúde do corpo e da mente

A nutrição adequada fornece ao corpo os nutrientes necessários para funcionar corretamente.

Autor: Divulgação

Nutrição e atividade física: saúde do corpo e da mente