Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Levitra ajuda a prevenir doenças cardíacas

Levitra ajuda a prevenir doenças cardíacas

24/03/2006 Divulgação

Estudo realizado por pesquisadores da Universidade Commonwealth da Virginia, nos Estados Unidos, constatou que o Levitra, medicamento da Bayer HealthCare amplamente utilizado para o tratamento da disfunção erétil, pode ajudar a proteger o coração contra os danos posteriores a um ataque cardíaco.

No estudo, que foi publicado na edição de março do Journal of Molecular and Cellular Cardiology, Rakesh C. Kureja, autor do estudo e também professor de medicina, fisiologia, bioquímica e medicina emergencial da Universidade e sua equipe utilizaram modelos animais para demonstrar que a administração prévia de vardenafila (Levitra) promove a dilatação das artérias, promovendo a perfusão e oxigenação do músculo cardíaco, protegendo consideravelmente o coração contra os danos causados por ataques cardíacos. Os resultados do estudo são promissores e evidenciam uma redução de 58% na área de infarto. Estudos clínicos mais abrangentes são necessários para confirmar tal constatação.



Empresa mineira disponibiliza teste internacional para detectar coronavírus

Teste permite identificar a presença do vírus no organismo a partir do sétimo dia de infecção.

Empresa mineira disponibiliza teste internacional para detectar coronavírus

Autismo, comorbidades e Covid-19

Muitos pais ficam com dúvidas sobre como o novo coronavírus (COVID-19) pode ser perigoso ou não para quem tem o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA).


Pais, acolham seus filhos adolescentes

Eles podem estar sofrendo…


STF reconhece profissão de optometrista

A exemplo do que acontece no exterior, prescrição de lentes de grau não é mais exclusividade de médicos no Brasil.

STF reconhece profissão de optometrista

O home office e a dor nas costas

Muitos não possuem os devidos materiais para evitar dores na hora de fazer o home office.

O home office e a dor nas costas

Psicólogo mineiro lança canal educativo sobre saúde mental

O espaço é dedicado à divulgação de conteúdo de utilidade pública, bem-estar e qualidade de vida.


Pandemia é “sinal amarelo” para risco de automedicação

Prática traz sérios problemas para a saúde e não trata adequadamente as doenças.

Pandemia é “sinal amarelo” para risco de automedicação

Pessoas com visão monocular lutam para serem reconhecidas como pessoas com deficiência

Cegueira de um dos olhos chega a reduzir o campo visual em 25%.


Plano de saúde não pode negar tratamento prescrito por médico e deve cobrir teste de Covid

Os planos de saúde limitam, de forma significativa, o tratamento a ser aplicado ao paciente.


Pico de bronquiolite deve ocorrer no segundo semestre

A pandemia mudou radicalmente o perfil das internações infantis neste ano.


Hipertensão: a primeira aferição é capaz de diagnosticar o problema?

O diagnóstico e o início precoces do tratamento da hipertensão arterial são fatores essenciais para o controle da doença.

Hipertensão: a primeira aferição é capaz de diagnosticar o problema?

Orientação médica à distância requer cautela nos procedimentos

A telemedicina é um modo de exercer a medicina em que o contato acontece por meios digitais, via voz e vídeo.

Orientação médica à distância requer cautela nos procedimentos