Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Mieloma Múltiplo:afeta principalmente idosos

Mieloma Múltiplo:afeta principalmente idosos

16/05/2006 Da Redação

A falta de informação sobre a doença é uma das principais dificuldades encontradas por pacientes e profissionais da saúde que atuam nesta área. O mieloma múltiplo, como a leucemia, é um tipo de câncer que afeta a medula óssea e atinge principalmente idosos. Seu aparecimento se dá devido ao crescimento descontrolado de células plasmáticas, que constituem cerca de 5% das células da medula e são responsáveis pela produção de anticorpos.

Quando a quantidade destas células chega a 30%, podem surgir lesões ósseas que se assemelham a uma osteoporose severa. Os níveis de cálcio e proteína no sangue também se elevam, causando danos às células sangüíneas vermelhas e brancas, resultando em anemia e fadiga. O sistema imunológico do paciente também fica comprometido, predispondo-o a infecções.

A infiltração das células no osso causa dores e fraturas patológicas. Problemas renais também são comuns. Embora a doença esteja sendo estudada em todo o mundo, inclusive no Brasil, especialistas desconhecem as causas do mieloma múltiplo. Por se tratar de uma doença rara, ainda não existe informação sobre incidência, estimativas de novos casos ou mortalidade entre os brasileiros. 

De acordo com as estatísticas da entidade norte-americana Fundação Internacional de Mieloma (IMF), cerca de 15 mil pessoas nos Estados Unidos deverão desenvolver mieloma múltiplo somente em 2006. Os dados fornecidos pela IMF mostram ainda que a incidência da doença nos indivíduos de raça negra é duas vezes maior que nos de raça branca (nove para cada 100 mil habitantes e quatro para cada 100 mil, respectivamente). 

De acordo com o onco-hematologista José Salvador, do Hospital Santa Marcelina, em São Paulo, e membro do Comitê Científico da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (ABRALE), novas opções de tratamento vêm surgindo. "O uso da talidomida, isolada ou combinada a outros remédios, tem se mostrado eficiente no tratamento de pacientes com a doença. Além disso, tratamentos de suporte podem ser oferecidos, tais como: transfusão de sangue, em casos de anemia profunda; bisfosfonato ou analgésicos, para dor óssea, e antibióticos, para os casos de febre ou evidência de infecção", explica.

A finalidade do tratamento é proporcionar ao paciente a melhora na sua qualidade de vida. "Os efeitos da doença também devem ser controlados, tendo sua velocidade reduzida ou interrompida. A remissão (controle da doença) pode durar anos e até mesmo décadas", explica o onco-hematologista. 

Para o paciente, Archibald Woodruff, 64 anos o principal desafio é a falta de informação sobre a doença, que ainda é pouco conhecida: "É muito importante que a doença seja mais conhecida por todos, em especial pela comunidade médica, para que seja feito o diagnóstico correto o quanto antes", afirma.



Alzheimer acometerá 152 milhões de pessoas em 2050

Dados da OMS apontam que atualmente existem 50 milhões de casos da doença no mundo.

Alzheimer acometerá 152 milhões de pessoas em 2050

Por que algumas pessoas piscam demais?

Especialista do Hospital CEMA explica quais são as principais causas do piscar excessivo. Entre elas estão doenças neurológicas e quadros irritativos.

Por que algumas pessoas piscam demais?

Janeiro é dedicado a Campanha Nacional de Hanseníase

Brasil é o 2º país com maior número de casos no mundo, atrás somente da Índia, alerta a Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Janeiro é dedicado a Campanha Nacional de Hanseníase

Saiba como ar condicionado e ventilador podem desencadear doenças respiratórias

Equipamentos precisam de manutenção e limpeza adequadas para não causarem danos à saúde.

Saiba como ar condicionado e ventilador podem desencadear doenças respiratórias

Cientistas descobrem célula que poderá tratar todos os tipos de câncer

Descoberta foi publicada na revista científica Nature Immunology.

Cientistas descobrem célula que poderá tratar todos os tipos de câncer

Nova tecnologia vai beneficiar 500 milhões de pacientes que sofrem com diabetes

A nova tecnologia foi desenvolvida pela empresa  Oramed Pharmaceuticals e poderá revolucionar os métodos de tratamento para milhões de pessoas que sofrem de diabetes.


Como sua coluna pode “sobreviver” à era dos smartphones?

O smartphone faz parte do cotidiano das pessoas de praticamente todas as idades.

Como sua coluna pode “sobreviver” à era dos smartphones?

Como combater alguns distúrbios do sono

Problemas para dormir afetam mais de 73 milhões de brasileiros. Saiba como melhorar a qualidade do repouso.

Como combater alguns distúrbios do sono

Uso excessivo de antibióticos pode causar infecções, tonturas e reações alérgicas

É muito importante seguir corretamente a prescrição médica e não reutilizar antibióticos que estejam disponíveis em casa.

Uso excessivo de antibióticos pode causar infecções, tonturas e reações alérgicas

Vive chorando sem motivo? Canal lacrimal obstruído pode ser a causa

Comum em recém-nascidos e terceira idade, bloqueio também pode acometer jovens e adultos.

Vive chorando sem motivo? Canal lacrimal obstruído pode ser a causa

Novos tratamentos contra o câncer da pele

Os novos tratamentos para combater o câncer da pele começam a chegar ao Brasil, aumentando as expectativas de melhoria da qualidade de vida de milhares de pacientes.


Plástica mamária: quando a cirurgia é questão de saúde

Se necessário, a operação na região dos seios pode trazer inúmeros benefícios físicos e psicológicos ao paciente que sofre de excesso de tecido mamário ou câncer de mama, por exemplo.

Plástica mamária: quando a cirurgia é questão de saúde