Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Mulheres vão à luta contra as calorias

Mulheres vão à luta contra as calorias

21/09/2006 Divulgação

Não é de hoje que as mulheres descobriram o boxe como esporte, visto que as primeiras demonstrações do desporto, entre o "sexo frágil", remontam ao Egito, a 3000 a.C. Hoje, o boxe feminino já está incluso na Olimpíada de Pequim, em 2008, e as mulheres perceberam que esse esporte é uma ótima ferramenta para manter a forma.

Para atender a demanda e o interesse do público feminino pela modalidade, a Triathon Academia criou o Circuit Fight, nova atividade que traz um circuito aeróbio e muscular e utiliza os movimentos do boxe, além de outros esportes como o kickboxing e o muay thay para o condicionamento físico geral.

São 60 minutos de aula onde o professor Ramon Pietro Bueno, boxeador, lutador de muay thay e certificado pela Confederação Brasileira de Boxe, trabalha os fundamentos do boxe como soco, chute, pular corda e corrida para a finalidade de queima calórica. "São atividades essenciais para o treinamento e que proporcionam excelente perda calórica e combate à flacidez. É justamente a ambição de ter barriga e bumbum durinhos um dos principais atrativos que levam as mulheres às academias. Com essa modalidade é possível perder até 600 calorias", explica a coordenadora de musculação da academia, Silvana Pessoa.

O atendimento para essa modalidade é feito de maneira individual. Desta forma, é possível que qualquer pessoa pratique o Circuit Fight, haja vista que as aulas são adaptadas para se adequar ás condições físicas de cada pessoa. As alunas podem utilizar luvas e sapatilhas especiais para o esporte. 

Além do condicionamento físico, o boxe pode trazer benefícios como equilíbrio corporal, postura e agilidade de deslocamento. Outras vantagens é a redução do estresse, aumento da auto-estima pelos resultados rápidos e a melhora da coordenação motora. 

Fonte: Contato Comunicação & Marketing



Vacina para a Covid-19, o que precisamos saber

Qualquer notícia sobre a produção das vacinas contra a Covid-19 sempre deixa a população mundial esperançosa.

Vacina para a Covid-19, o que precisamos saber

Ministério da Saúde lança campanha de amamentação

Amamentação reduz mortalidade infantil e risco de câncer de mama.

Ministério da Saúde lança campanha de amamentação

Seminário internacional sobre autismo aborda ética no tratamento

No dia 22 de agosto, acontece o XVIII Seminário Internacional do Instituto LAHMIEI - Autismo da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).


Como saber se tenho bruxismo?

Dor na mandíbula e cabeça ao acordar são sintomas comuns.

Como saber se tenho bruxismo?

As novas maneiras de olhar e cuidar da saúde física e mental

Muito tem se falado sobre o impacto da pandemia e do distanciamento social na vida das pessoas.


Consultas odontológicas diminuem 80% durante a pandemia

Pesquisa feita pela UFPel diz respeito às consultas odontológicas na rede pública.

Consultas odontológicas diminuem 80% durante a pandemia

Aspectos emocionais do câncer

O câncer coloca a pessoa em situação limite, pois carrega o estigma da morte e do sofrimento.


Vacinas: destrinchando as fases da produção

A história do processo de produção das vacinas remonta aos trabalhos realizados pelo naturalista e médico inglês Edward Jenner, no final do século XVIII.

Vacinas: destrinchando as fases da produção

Lançado e-book com rotina de médicos em UTIs na pandemia

Prosas, versos e muita emoção mostram a nova realidade dos profissionais.


Síndrome de Burnout deve atingir diversos profissionais pós-pandemia

Cansaço, fadiga e estresse no trabalho podem ser mais sérios do que se imagina

Síndrome de Burnout deve atingir diversos profissionais pós-pandemia

Qual é o plano futuro para o setor de saúde depois da pandemia?

O setor de saúde deverá se reinventar, assim como vários setores da economia.

Qual é o plano futuro para o setor de saúde depois da pandemia?

Baixa adesão faz Ministério da Saúde ampliar campanha contra sarampo

Pessoas de 20 a 49 anos poderão se vacinar até o dia 31 de agosto, em todo o país.

Baixa adesão faz Ministério da Saúde ampliar campanha contra sarampo