Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Não consigo dormir!

Não consigo dormir!

25/03/2019 Divulgação

Quando a insônia surge, o ideal é fazer outras atividades relaxantes, como leitura, meditação ou ouvir música, recomenda especialista.

Não consigo dormir!

Quantas vezes já não ouvimos falar: "se não consegue dormir, conte carneirinhos!". Esse conselho existe há muito tempo, mas se realmente funcionasse não existiriam tantas pessoas sofrendo com a insônia, distúrbio do sono que, segundo a Associação Brasileira do Sono, acomete um a cada três brasileiros.

O sintoma caracteriza-se pela dificuldade em começar a dormir, manter-se dormindo, ou acordar antes do horário desejado. "Na maioria dos casos a insônia é um sintoma e não uma doença. Existem vários fatores que podem influenciar na geração desse sintoma", afirma a neurologista e especialista em sono do Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG), Dra. Patrícia Coral. A médica explica que na lista de fatores estão a ansiedade, dores e o estresse, sendo esses os principais que podem dificultar o início do sono. "Podemos ter outras causas como depressão , apneia do sono, e movimentos anormais", diz.

Quando o sintoma aparece, segundo a especialista, o ideal é não insistir para tentar dormir. Nesse caso a pessoa pode ficar a noite toda tentando. "Quando a insônia bater, orientamos que a pessoa faça atividades relaxantes até o sono voltar, como leitura, meditação ou ouvir música", comenta a especialista. Se os sintomas persistirem, é recomendado consultar um especialista, porque pode ser que a pessoa esteja passando por uma insônia crônica e nesse caso há tratamento. "Considera-se insônia crônica se a dificuldade que ocorre pelo menos três vezes por semana, por um período de no mínimo três meses", explica Dra Patrícia.

Além da sonolência excessiva durante o dia, a privação do sono pode ocasionar dificuldade de concentração e expressão de emoções, incapacidade para resolver problemas, irritabilidade e alterações de humor, e problemas de memória.

Um hormônio essencial para uma boa noite de sono é a melatonina, ligado ao ciclo circadiano, ou seja, à forma como o organismo organiza suas funções quando estamos acordados e durante o sono. "É um hormônio produzido pela glândula pineal, que auxilia na indução e manutenção do sono. Ele é fundamental para o nosso relógio biológico", diz a médica.

A substância começa é produzida no cérebro, na glândula pineal, quando o dia escurece para ajudar o organismo se preparar para dormir. Ela atinge seu nível máximo quando estamos dormindo. Com o nascer do sol e a volta da claridade, a glândula reduz a produção de melatonina, o que sinaliza que é o momento de acordar. Como hoje há cada vez mais estímulos luminosos mesmo durante a noite, com a televisão, computadores e o uso constante do celular, algumas pessoas podem ter uma produção menor ou mais irregular da melatonina. Em idosos também ocorre sua diminuição. "Em geral os idosos dormem menos porque a necessidade realmente diminuiu ao longo dos anos. Nessa faixa etária ocorre diminuição da produção da melatonina", afirma Dra Patrícia.

Fonte: Imprensa HNSG



Pesquisa comprova maior eficácia de teste HPV para detecção de câncer

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Passa a ser direito fundamental da pessoa com câncer a obtenção de diagnóstico precoce e acesso a tratamento universal.

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

A quantidade de pessoas que sofrem com problemas cardiorrespiratórios no Brasil é tão significativa que sobram estatísticas para contar a história.

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Segundo Dr. Geraldo Carvalhaes, casos de dor crônica também afetam pessoas mais jovens.

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Você é um Hipocondríaco?

Quando a preocupação com a saúde vira doença.

Você é um Hipocondríaco?

Número de prematuros aumenta no Brasil

Média de prematuridade no país atingiu 11,1% em 2020 e aumento pode estar ligado ao covid-19.

Número de prematuros aumenta no Brasil

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS

Pesquisa da Anab foi realizada com 1.006 usuários da saúde suplementar em todo o Brasil no mês de setembro.

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS

Depressão, ansiedade e dores musculares aumentaram na pandemia, diz estudo

Acupuntura e outras técnicas podem ajudar no alívio dos sintomas e melhora global dessas condições.

Depressão, ansiedade e dores musculares aumentaram na pandemia, diz estudo

Novembro Azul, câncer de próstata e cirurgia robótica

Trabalhos científicos mostram que 25% dos portadores de câncer de próstata morrem devido à doença.

Novembro Azul, câncer de próstata e cirurgia robótica

Qualidade de vida, apesar da dor

Lista de doenças dolorosas passíveis de tratamento é bem extensa.

Qualidade de vida, apesar da dor

Auxílio psicológico a pacientes com câncer de mama

A mulher não deve se sentir sozinha nessa jornada.

Auxílio psicológico a pacientes com câncer de mama

5 dicas para prevenir a osteoporose

Você sabia que uma em cada três mulheres têm osteoporose em todo o mundo?

5 dicas para prevenir a osteoporose