Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Número de prematuros aumenta no Brasil

Número de prematuros aumenta no Brasil

17/11/2021 Divulgação

Média de prematuridade no país atingiu 11,1% em 2020 e aumento pode estar ligado ao covid-19.

Número de prematuros aumenta no Brasil

O movimento “Novembro Roxo” tem como objetivo conscientizar e educar a população sobre a prematuridade e suas consequências para o desenvolvimento dos bebês que nascem antes do tempo.

Esse ano, a data é ainda mais importante frente ao aumento de partos prematuros, causados, principalmente, pela infecção das gestantes pelo covid-19.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a prematuridade é classificada de acordo com a idade gestacional. Bebês prematuros são aqueles que nascem antes das 37 semanas de gestação.

De acordo com a fisioterapeuta Walkíria Brunetti, com mais de 30 anos de atuação na fisioterapia neurológica voltada para prematuros, os bebês pré-termo têm maior predisposição para apresentar atrasos no desenvolvimento neuropsicomotor.

“Uma das principais preocupações é que o parto prematuro interrompe as fases de desenvolvimento e crescimento cerebral, que ocorrem simultaneamente a outros processos durante a gravidez".

"Por isso, o cérebro de um prematuro tem mais probabilidade de apresentar anormalidades anatômicas que podem interferir no desenvolvimento psicomotor, bem como na cognição e até no comportamento”, diz Walkíria.

Repercussões indiretas

Graças aos avanços da medicina neonatal e da neurologia, houve um aumento significativo nas taxas de sobrevivência, mesmo dos prematuros extremos. Por outro lado, as repercussões da prematuridade podem comprometer o desenvolvimento da criança.

“Dessa forma, todo prematuro precisa ser acompanhado de perto por uma equipe multidisciplinar para identificar o quanto antes déficits no desenvolvimento de forma global”, reforça Walkíria.

Para mais informações sobre grávidas clique aqui.

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Agência Health



55% dos brasileiros com mais de 18 anos consomem bebidas alcoólicas, diz pesquisa

Dado é de pesquisa do Instituto Brasileiro do Fígado.

55% dos brasileiros com mais de 18 anos consomem bebidas alcoólicas, diz pesquisa

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

A perda auditiva é uma queixa quase diária no consultório do otorrinolaringologista.

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Um ponto de dúvida para as pessoas, mas que é importante ter clareza, a exigência de CPF é ilegal para o fornecimento de descontos pelas farmácias.

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Casos aumentaram em 12 estados em relação ao ano passado.

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Estamos todos saindo da UTI?

Nas últimas semanas, esses ambientes estão diferentes do que vivenciamos ao longo de quase 20 meses.

Estamos todos saindo da UTI?

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Elas têm mais autoconsciência, senso de empatia e tenta “se encaixar” mais socialmente que eles.

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Pesquisa comprova maior eficácia de teste HPV para detecção de câncer

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Passa a ser direito fundamental da pessoa com câncer a obtenção de diagnóstico precoce e acesso a tratamento universal.

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

A quantidade de pessoas que sofrem com problemas cardiorrespiratórios no Brasil é tão significativa que sobram estatísticas para contar a história.

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Segundo Dr. Geraldo Carvalhaes, casos de dor crônica também afetam pessoas mais jovens.

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Você é um Hipocondríaco?

Quando a preocupação com a saúde vira doença.

Você é um Hipocondríaco?

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS

Pesquisa da Anab foi realizada com 1.006 usuários da saúde suplementar em todo o Brasil no mês de setembro.

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS