Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O futuro é agora para os laboratórios de manipulação

O futuro é agora para os laboratórios de manipulação

18/05/2010 Divulgação

Prática trazida pelos jesuítas, que preparavam remédios com plantas medicinais nativas baseados nos conhecimentos dos pajés das tribos que aqui habitavam, a manipulação de medicamentos, no Brasil, surgiu praticamente junto com as primeiras farmácias que dispensavam drogas trazidas da Europa.

Com o estabelecimento das primeiras indústrias farmacêuticas no país, na década de 1950, no entanto, a manipulação de medicamentos foi abandonada pela maioria das farmácias, que passaram a se dedicar apenas à dispensação dos industrializados, por força da necessidade de sobrevivência. Houve, então, um período de baixa para o segmento, e a manipulação só voltou a ganhar força a partir da década de 1970, já como uma atividade restrita a farmacêuticos, para, nas décadas seguintes, crescer de forma vertiginosa. Hoje, existem funcionando formalmente no país, cerca de sete mil estabelecimentos dedicados a essa prática, o que faz do mercado brasileiro de manipulação o maior do mundo. Se esse rápido crescimento foi bastante positivo, por um lado, por outro, deixou evidente a necessidade de normatização do segmento, com o estabelecimento de boas práticas de manipulação, rigorosas medidas de controle de qualidade e aperfeiçoamento técnico-científico dos profissionais farmacêuticos.

Afinal, os laboratórios de manipulação existem para produzir medicamentos especiais e individualizados, na dose certa, na forma farmacêutica mais apropriada, e, só cumprindo de forma exemplar sua missão, é que se justificam. Por isso mesmo, e até para conquistar a confiança e a credibilidade de alguns médicos ou pacientes que ainda resistem a receitar ou usar o medicamento manipulado, o setor vem investindo muito. É imprescindível que as farmácias de manipulação disponham de uma estrutura tecnológica e humana altamente especializada, já que sua atribuição exige operações farmacotécnicas muito detalhadas e diversificadas, que não admitem falhas. A busca pela garantia da qualidade dos produtos manipulados é quase uma obsessão aos empresários do setor. O controle de qualidade abrange desde a aquisição da matéria-prima até o acompanhamento terapêutico, passando por todas as etapas do processo de elaboração do medicamento.

*Sérgio Marques é diretor do Laboratório Buenos Ayres.



55% dos brasileiros com mais de 18 anos consomem bebidas alcoólicas, diz pesquisa

Dado é de pesquisa do Instituto Brasileiro do Fígado.

55% dos brasileiros com mais de 18 anos consomem bebidas alcoólicas, diz pesquisa

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

A perda auditiva é uma queixa quase diária no consultório do otorrinolaringologista.

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Um ponto de dúvida para as pessoas, mas que é importante ter clareza, a exigência de CPF é ilegal para o fornecimento de descontos pelas farmácias.

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Casos aumentaram em 12 estados em relação ao ano passado.

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Estamos todos saindo da UTI?

Nas últimas semanas, esses ambientes estão diferentes do que vivenciamos ao longo de quase 20 meses.

Estamos todos saindo da UTI?

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Elas têm mais autoconsciência, senso de empatia e tenta “se encaixar” mais socialmente que eles.

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Pesquisa comprova maior eficácia de teste HPV para detecção de câncer

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Passa a ser direito fundamental da pessoa com câncer a obtenção de diagnóstico precoce e acesso a tratamento universal.

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

A quantidade de pessoas que sofrem com problemas cardiorrespiratórios no Brasil é tão significativa que sobram estatísticas para contar a história.

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Segundo Dr. Geraldo Carvalhaes, casos de dor crônica também afetam pessoas mais jovens.

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Você é um Hipocondríaco?

Quando a preocupação com a saúde vira doença.

Você é um Hipocondríaco?

Número de prematuros aumenta no Brasil

Média de prematuridade no país atingiu 11,1% em 2020 e aumento pode estar ligado ao covid-19.

Número de prematuros aumenta no Brasil