Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O verão está chegando: proteja-se para prevenir o câncer de pele

O verão está chegando: proteja-se para prevenir o câncer de pele

21/12/2021 Bruno Wance

Dezembro é o mês da conscientização sobre prevenção e diagnóstico precoce da doença, que é o tipo de câncer com maior incidência no Brasil.

O verão está chegando: proteja-se para prevenir o câncer de pele

Dados da Instituto Nacional do Câncer (INCA) demonstram que, anualmente, são registrados 185 mil novos casos de câncer de pele no Brasil. Em 2021, com a chegada do verão e das férias, somada à queda nos indicadores de morbidade e mortalidade relacionados à covid-19, espera-se que as praias e espaços abertos voltem a ser ocupados e que a exposição solar volte aos níveis de outrora. Por isso, a campanha Dezembro Laranja deste ano alerta para a necessidade de, além de prestar atenção às recomendações sanitárias de proteção contra o coronavírus, agregar à rotina as medidas de prevenção contra o câncer de pele.

A doença, que representa 33% dos casos de câncer diagnosticados anualmente no país, é provocada pelo crescimento descontrolado de células que compõem a pele e divide-se em dois subgrupos: o melanoma, variação mais agressiva da doença, e o não melanoma, menos agressivo e com menores chances de metástase. Nos dois casos, o diagnóstico precoce torna os índices de cura mais altos e o tratamento menos agressivo.  

O oncologista clínico do Hospital Brasília, Bruno Wance, explica que o câncer de pele se desenvolve, sobretudo, a partir da exposição solar excessiva sem proteção contra os raios UV. Para prevenir a doença, é indicado que se evite exposição excessiva ao sol. Além disso, em caso de exposição, o uso de proteção adequada como roupas, bonés ou chapéus de abas largas, óculos com proteção UV e filtro solar com alto fator de proteção também são indicados. 

Ainda de acordo com o médico, somente um exame clínico realizado por especialista ou uma biópsia pode diagnosticar a doença. Porém, é importante dar atenção às feridas de pele que coçam e não cicatrizam, às pintas ou sinais novos com rápido crescimento, enegrecidos e irregulares, e até mesmo às pintas e sinais antigos que de repente passem a crescer, coçar ou sangrar.

Uma particularidade do câncer de pele é que, muitas vezes, as lesões são identificadas pelo parceiro do paciente, que nota o surgimento de pintas e machas ou mudança nas já existentes. “Os tumores podem aparecer em qualquer área do corpo, mesmo naquelas que ficam escondidas e sofrem menos exposição solar. Portanto, é preciso estar atento, e, se houver qualquer dúvida quanto ao comportamento de alguma mancha, sinal ou pinta, o ideal é que se procure o dermatologista”, orienta o médico.

Existem diversos tratamentos para o câncer de pele e a opção escolhida varia conforme o tipo e o estágio da doença. De acordo com o oncologista, quando o câncer é diagnosticado em estágio inicial, a via de tratamento costuma ser a remoção cirúrgica. No entanto, para casos mais avançados, sobretudo do tipo melanoma, podem ser necessários tratamentos sistêmicos, como quimioterapia, imunoterapia ou uso de outros tipos de medicamentos.

* Bruno Wance - oncologista clínico do Hospital Brasília.

Para mais informações sobre Câncer de Pele clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Re9 Comunicação



Plano de saúde e a limitação de sessões de tratamento

Decisão recente do juiz de Direito Luciano Gonçalves Paes Leme, da 3ª vara Cível de Tatuapé/SP serve como precedente em favor do beneficiário em casos nos quais o plano de saúde negue a cobertura de tratamento.

Plano de saúde e a limitação de sessões de tratamento

A confusa e trapalhona decisão da OMS sobre a Síndrome de Burnout

Uma das dificuldades envolvendo o tema “Burnout” é que a noção ganhou status de dogma religioso.

A confusa e trapalhona decisão da OMS sobre a Síndrome de Burnout

TDAH não é um distúrbio exclusivamente infantil

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) afeta uma pequena parcela da população.

TDAH não é um distúrbio exclusivamente infantil

Dores e má postura em crianças podem estar ligadas ao encurtamento muscular

Redução da amplitude de movimento e vícios de postura são os principais sinais de os músculos estão encurtados.

Dores e má postura em crianças podem estar ligadas ao encurtamento muscular

Burnout agora é síndrome ocupacional: o que as empresas podem fazer?

Síndrome é relacionada ao ambiente de trabalho.

Burnout agora é síndrome ocupacional: o que as empresas podem fazer?

É verdade que o apêndice é um órgão desnecessário?

A retirada de apêndice é uma operação considerada comum na cirurgia geral.

É verdade que o apêndice é um órgão desnecessário?

Prevenção é o principal fator de manutenção da saúde

O isolamento social durante pandemia mudou radicalmente a rotina em todos os aspectos.

Prevenção é o principal fator de manutenção da saúde

Portal de telemedicina ultrapassa a marca de um milhão de atendimentos realizados

Plataforma de teleconsulta expandiu durante a pandemia.

Portal de telemedicina ultrapassa a marca de um milhão de atendimentos realizados

Tipos de shampoo: anticaspa, matizador e muito mais!

Descubra as principais características dos mais variados tipos de shampoo para cada tipo de cabelo.

Tipos de shampoo: anticaspa, matizador e muito mais!

O que é bom para estrias? Como evitar, tirar e muito mais!

Descubra quais são os tipos de estrias e quais os melhores tratamentos para combatê-las.

O que é bom para estrias? Como evitar, tirar e muito mais!

Campanha “Janeiro Roxo” promove conscientização sobre a hanseníase

O Brasil é o segundo país com maior número de casos da doença no mundo.

Campanha “Janeiro Roxo” promove conscientização sobre a hanseníase

Minas supera eixos tradicionais de saúde e deixa legado no combate à pandemia

Uma das frases que mais me marcaram na pandemia foi: “Dormi com minha irmã viva e acordei com a notícia de que ela estava quase morrendo”.

Minas supera eixos tradicionais de saúde e deixa legado no combate à pandemia