Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Obesidade infantil: como combater o problema durante a pandemia?

Obesidade infantil: como combater o problema durante a pandemia?

21/05/2021 Divulgação

A obesidade infantil é um dos problemas de saúde pública que vem atormentando as autoridades sanitárias em âmbito global.

Obesidade infantil: como combater o problema durante a pandemia?

Um estudo elaborado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2017 mostrou que havia em todo o planeta um total de 124 milhões de crianças e adolescentes obesos. Só entre as crianças acima do peso, a projeção da OMS é de que elas cheguem a 75 milhões em 2025.

Os números causam espanto se considerarmos que houve um aumento de mais de 1.100% da década de 1970 para cá, considerando os 11 milhões de pequenos e jovens obesos que existiam há quatro décadas.

No Brasil, um levantamento feito em 2019 pelo IBGE também revela motivos de preocupação: 16,33% das crianças brasileiras entre 5 e 10 anos de idade têm Índice de Massa Corporal (IMC) acima de 30 kg/m², a partir do qual a OMS categoriza como obesidade. Outras 5,22% delas apresentam obesidade mórbida, quando o IMC supera os 40 kg/m². Entre os adolescentes, aponta o IBGE, 18% têm sobrepeso, 9,53% são obesos e 3,98% entram no quadro de obesidade grave.

Esses números, que já são motivo de alerta, aumentaram no período de quarentena. A principal razão é pela restrição às atividades escolares e pelo maior tempo ocioso dentro de casa. Elas se sentem tentadas a comer mais alimentos com baixa qualidade nutricional e por mais vezes ao dia.

O alerta é feito por Rodrigo Felipe, presidente do Grupo First e idealizador da operadora de planos de saúde You Saúde. Ele adverte aos pais para que dediquem um cuidado geral com a alimentação e a rotina das crianças.

“A pandemia exige que fiquemos mais em casa, mas no caso das crianças e dos adolescentes isso não é tão simples. Eles ficam mais agitados, e tendem a descontar essa tensão na alimentação e no uso excessivo de telas”, explica. “Isto significa que as crianças comem mais e fazem menos atividades físicas. Se não houver um cuidado dos pais no controle dessas duas balanças, as estatísticas que conhecemos e que já geram preocupação tendem a piorar bastante. Serão números ainda piores nos próximos anos”, Rodrigo Felipe.

Aprendizagem

Segundo Rodrigo, a alimentação infantil é uma aprendizagem como qualquer outra pela qual uma criança deve passar. Por isso, evitar ofertar doces e alimentos gordurosos que ela ainda não conhece é o início de um caminho contra a obesidade. Outra medida é estabelecer restrições ao grupo de crianças e aos adolescentes que já conhecem o sabor dos alimentos perigosos.

“A reeducação alimentar está em alta. Há várias crianças e adolescentes lutando contra o peso e recorrendo a nutricionistas e nutrólogos. Mas o melhor remédio é a prevenção. Quanto mais cedo os pais se preocuparem em proporcionar hábitos alimentares saudáveis aos filhos, menores vão ser os riscos de desenvolver uma obesidade nas primeiras etapas de vida”, projeta.

Para mais informações sobre Obesidade Infantil clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Naves Coelho Assessoria & Marketing



Estamos esperando o quê?

Uma pesquisa rápida no Google Trends aponta o que qualquer cidadão do mundo já sabe: o termo mais mencionado e pesquisado no ano passado foi “Coronavírus”.

Estamos esperando o quê?

Proteção da CoronaVac em pessoas com comorbidade é superior a 90%

Pesquisa analisa 5 mil profissionais de educação e da segurança pública da rede estadual lotados em Manaus.

Proteção da CoronaVac em pessoas com comorbidade é superior a 90%

Fisioterapia precoce é essencial no tratamento da artrite idiopática juvenil

Doença é autoimune e pode afetar bebês e crianças pequenas.

Fisioterapia precoce é essencial no tratamento da artrite idiopática juvenil

Atividade física reduz risco de desenvolver glaucoma 

Estudo aponta que declínio do risco pode chegar a 73%.

Atividade física reduz risco de desenvolver glaucoma 

“Agir salva vidas” é tema de campanha Setembro Amarelo 2021

Campanha para reduzir índices de suicídio é uma iniciativa da ABP e do Conselho Federal de Medicina.

“Agir salva vidas” é tema de campanha Setembro Amarelo 2021

Por que terceira dose de vacina contra Covid é importante e necessária

Variantes do vírus fazem com que seja necessário "treinar" o organismo para poder prevenir infecções.

Por que terceira dose de vacina contra Covid é importante e necessária

Tabagismo aumenta chances de casos graves da Covid-19

Relação entre fumo e doença é mais um motivo importante para a decisão de parar de fumar

Tabagismo aumenta chances de casos graves da Covid-19

Dicas de alimentação na TPM, gravidez e menopausa

Toda mulher passa por diferentes fases no ciclo fértil.

Dicas de alimentação na TPM, gravidez e menopausa

Número de mortes por paradas cardíacas aumenta durante a pandemia

Pesquisa mostra que procura por atendimento hospitalar por AVC e ataques cardíacos sofreu redução no período.

Número de mortes por paradas cardíacas aumenta durante a pandemia

Como a vitamina B12 pode beneficiar a sua saúde

A deficiência de vitamina B12 pode causar disfunções no sistema digestivo, sanguíneo ou neurológico.

Como a vitamina B12 pode beneficiar a sua saúde

Celular pode causar a síndrome de text neck

A inclinação da cabeça durante o uso pode lesionar a cervical e piorar dores já existentes.

Celular pode causar a síndrome de text neck

3 causas da perda auditiva

Conheça alguns problemas de saúde que podem ocasionar essa condição.

3 causas da perda auditiva