Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Olho seco ligado a síndromes de dor crônica

Olho seco ligado a síndromes de dor crônica

04/12/2017 Da Redação

Tratamento da dor crônica também poderia beneficiar os pacientes com olhos secos.

Olho seco ligado a síndromes de dor crônica

Pesquisadores da Universidade de Miami encontraram uma ligação entre as síndromes do olho seco e as síndromes de dor crônica - um achado que sugere que seja necessário um novo paradigma para diagnóstico e tratamento para melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

“O estudo indica que alguns pacientes com olho seco têm disfunção da via somatossensorial da córnea, o que seria melhor descrito como dor ocular neuropática. A dor ocular neuropática devido ao olho seco é associada a múltiplas síndromes de dor crônica comórbida, informa o estudo publicado recentemente no Journal of Pain da American Pain Society”, afirma o oftalmologista Virgílio Centurion, diretor do IMO, Instituto de Moléstias Oculares.

Uma abordagem multidisciplinar usada para o tratamento da dor crônica também poderia beneficiar os pacientes com olhos secos. Para chegar a essas conclusões, a equipe de pesquisa avaliou 154 pacientes com olhos secos do Miami Veterans Affairs Hospital. Pacientes com olhos secos do estudo relataram níveis mais elevados de dor ocular e não ocular associadas às múltiplas síndromes de dor crônica e apresentaram maiores escores de depressão e índices menores de qualidade de vida consistentes com um transtorno de sensibilidade central. Os pesquisadores também suspeitaram que a dor ocular neuropática pode compartilhar fatores genéticos causais com outras condições de dor crônica sobrepostas.

O American Eye Institute estima que o olho seco afeta cerca de 3 milhões de americanos todos os anos. Quando os olhos não produzem um suprimento adequado de lágrimas ou as lágrimas evaporam-se rapidamente da superfície da córnea, os pacientes desenvolvem uma sensação de "coceira" ou dolorosa. Sem tratamento, o olho seco pode levar à inflamação, úlceras ou cicatrizes na córnea. “Os olhos dos pacientes podem se tornar hipersensíveis aos estímulos, como ao vento e à luz. Os pacientes têm dor espontânea, como uma sensação de queimação, que geralmente está associada à lesão do nervo”, afirma a oftalmologista Sandra Alice Falvo, que integra o corpo clínico do IMO.

Tradicionalmente, os oftalmologistas tratam o olho seco com lágrimas artificiais ou medicamentos tópicos para a superfície da córnea. No entanto, mesmo que estes tratamentos melhorem alguns sintomas de olho seco, muitos pacientes continuam a relatar dor ocular e não ocular subjacentes. “Nosso maior desafio é educar os médicos no sentido de que o olho seco representa uma condição de dor crônica sobreposta. Consequentemente, uma abordagem multidisciplinar deve ser considerada no diagnóstico e no tratamento da dor dos pacientes com olho seco”, defende Sandra Falvo.



Levantamento alerta para consumo de álcool no Brasil

Mais de dois milhões de brasileiros têm traços de dependência.

Levantamento alerta para consumo de álcool no Brasil

Maconha é apontada como a droga mais consumida no Brasil

Levantamento da Fiocruz aponta que 7,7% dos brasileiros usaram maconha pelo menos uma vez.

Maconha é apontada como a droga mais consumida no Brasil

Procedimento redesenha aréolas de mulheres que fizeram cirurgia plástica nas mamas

Através de tatuagem realista, mulheres que fizeram mamoplastia, colocaram silicone e que venceram o câncer podem melhorar a autoestima.

Procedimento redesenha aréolas de mulheres que fizeram cirurgia plástica nas mamas

8 aspectos que todos deveriam saber sobre AUTISMO

Não é nem tão difícil assim entender um autista, quando se consegue compreender o modo como vê o mundo.


Rotina de cuidados com a pele facial antes de dormir

Saiba como cuidar melhor da sua pele antes de dormir e tire suas principais dúvidas sobre o assunto.

Rotina de cuidados com a pele facial antes de dormir

Hábitos mais saudáveis podem evitar ou retardar o aparecimento da demência

Doença que já atinge mais de 50 milhões de pessoas em todo o mundo pode ser evitada com atividade física e reeducação alimentar.

Hábitos mais saudáveis podem evitar ou retardar o aparecimento da demência

O que é TDAH e como diferenciar de impulsividade

Segundo dados da OMS, cerca de 4% da população adulta mundial têm o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade – TDAH.


Agosto é o mês de incentivo ao aleitamento materno

Campanha visa sensibilizar a sociedade sobre a importância de todos contribuírem para garantir às mães a prática do aleitamento materno.

Agosto é o mês de incentivo ao aleitamento materno

O que aprender com as melhores instituições de saúde do mundo?

Profissionais especializados, tecnologia de ponta e muito conhecimento científico respaldando o trabalho médico.


Uso excessivo do celular pode causar vício e problemas psicológicos

Dados mostram que 12% dos americanos já desenvolveram dependência dos smartphones; psicólogo explica os riscos para a saúde mental.

Uso excessivo do celular pode causar vício e problemas psicológicos

Pesquisadores testam novo tratamento contra leishmaniose

Regiões Nordeste e Centro-Oeste são as mais endêmicas no Brasil.


Meus cabelos estão caindo! Quando devo me preocupar?

A queda capilar é algo que incomoda muita gente e pode representar tanto um processo natural do nosso corpo, quanto o sintoma de algum distúrbio ou doença.

Meus cabelos estão caindo! Quando devo me preocupar?