Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Peeling ganha espaço no combate a espinha e cravos

Peeling ganha espaço no combate a espinha e cravos

19/04/2006 Da Redação

O peeling consiste na aplicação de ácidos que promovem a esfoliação das camadas de pele e vem conquistando cada vez mais espaço nas clínicas de estética, principalmente quando o assunto é tratar ou amenizar problemas como rugas, cicatrizes, fotoenvelhecimento, flacidez, manchas e, principalmente, acne - espinhas e cravos.

O processo acarreta na renovação e estimulação da pele, que acaba por clarear as manchas, suavizar as cicatrizes, além de ajudar no controle da oleosidade de quem tem acne.

Nos casos registrados pela clínica Original Medicina Estética, em Belo Horizonte, por exemplo, a maioria dos pacientes jovens possui a forma leve e autolimitada da doença, que geralmente desaparece após a adolescência. Em geral, nesses casos, o tratamento médico pode incluir além das orientações sobre autocuidado, cremes, loções, sabonetes, proteção solar ou peelings, ressalta a cirurgiã geral e especialista em medicina estética, Ana Lúcia Castro.

Ela explica que os peelings realmente são uma escolha terapêutica importante contra a acne e suas seqüelas. Entretanto, cada caso requer avaliação exclusiva e pode ganhar tratamento diferenciado, uma vez que o procedimento varia conforme as características da pele e a intensidade do problema.

Infelizmente, em um número considerado de pessoas a acne torna-se persistente ou pode até mesmo causar cicatrizes irreversíveis na pele, acarretando grande sofrimento físico, psicológico e social. Para isso, medicamentos de uso oral podem ser indicados, com excelentes resultados e até mesmo a cura da acne ativa. Em relação às cicatrizes deixadas pela acne, uma das técnicas usadas pela medicina estética é a dermoabrasão, que consiste numa esfoliação mecânica da pele que suaviza as marcas deixadas pelas espinhas.



Maquiagem ‘bafônica’ ou mais discreta?

Influencer de beleza ensina passo a passo de make perfeita para o Carnaval.

Maquiagem ‘bafônica’ ou mais discreta?

Como apoiar um colaborador com síndrome do pânico?

Você está vivendo um dia normal. A rotina é a mesma, nada de novo. A mesma tranquilidade de sempre.


O que fazer quando alguém tem uma síncope?

Normalmente, antes da síncope costuma haver palidez, vertigem, suor frio,  formigamento no corpo, pulsação fraca, diminuição da audição e visão embaçada.

O que fazer quando alguém tem uma síncope?

Casos de sífilis têm aumento no Brasil

Principal forma de transmissão da doença são as relações sexuais sem proteção.

Casos de sífilis têm aumento no Brasil

Violência “no touch”

O assédio moral pode trazer sequelas emocionais e físicas.


Esfoliação ideal para uma pele linda e renovada

Dicas para manter uma pele saudável e bem cuidada.

Esfoliação ideal para uma pele linda e renovada

Fevereiro é mês de conscientização do Lúpus, Fibromialgia e Alzheimer

Embora sejam doenças que não têm cura o diagnóstico precoce e correto pode garantir melhor qualidade de vida aos pacientes.

Fevereiro é mês de conscientização do Lúpus, Fibromialgia e Alzheimer

Exercícios físicos x uso de prótese nos seios

O implante de próteses nos seios é uma das cirurgias plásticas mais procuradas pelas brasileiras.

Exercícios físicos x uso de prótese nos seios

Campanha Nacional de Vacinação contra sarampo foca em crianças e jovens

Nesta primeira etapa serão enviadas 660 mil doses da tríplice viral, destinadas a crianças e jovens entre 5 e 19 anos.

Campanha Nacional de Vacinação contra sarampo foca em crianças e jovens

Como utilizar corretamente o protetor solar

Dicas simples que podem te ajudar de forma correta este produto indispensável para a saúde.

Como utilizar corretamente o protetor solar

Transtorno de conduta infantil

O Transtorno de conduta (TC) não é uma simples desobediência.


Volta às aulas: as vacinas estão em dia?

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda que as vacinas das crianças e dos adolescentes estejam em dia.

Volta às aulas: as vacinas estão em dia?