Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Por que o frio é um dos vilões para o cabelo?

Por que o frio é um dos vilões para o cabelo?

24/06/2024 ‌Melina Oliveira

A queda de cabelo costuma ser o terror de muita gente. E a chegada do frio torna esse pesadelo ainda mais intenso.

Por que o frio é um dos vilões para o cabelo?

Ainda, há mais de um motivo para isso. Então, a primeira coisa a dizer é que, sim, a queda de cabelo pode ser maior nesta época do ano.

Parte disso se deve a fatores externos, como a própria temperatura e a umidade mais baixas. Isso faz ressecar os fios e até mesmo as raízes, provocando uma desidratação que leva à perda de cabelo. Grosso modo, é algo bem parecido com o que ocorre com as plantas, que ficam com folhagem seca e se quebram com mais facilidade.

No nosso caso, esse ressecamento poderia até ser compensado com os banhos diários. O problema é que o frio acaba automaticamente nos convidando a optar por uma água mais morna ou até quente. E aqui mora um fator interno, ou seja, cuja solução depende apenas de uma mudança de comportamento. A ideia não é forçar ninguém a tomar banho gelado nesta época do ano, mas recomendar que os banhos quentes sejam os menos demorados possíveis.

Vale lembrar, afinal, que a água quente também remove a umidade natural das raízes, o que também contribui para ressecar os cabelos e todo o couro cabeludo. Isso também ajuda a explicar por que ocorre a descamação da cabeça, a conhecida caspa, que também surge com maior vigor no outono e no inverno.

A boa notícia é que há formas eficazes de preservar a saúde dos fios, e isso é ainda mais importante para quem enfrenta problemas de queda de cabelo. A primeira de todas é a manutenção do consumo de água. Pode não parecer, mas a hidratação adequada do corpo, mesmo sem sede, garante que as raízes e os fios permaneçam “irrigados”.

O consumo de alimentos saudáveis também contribui para seu fortalecimento, proporcionando o abastecimento de vitaminas essenciais para os cabelos. A dica é focar em fontes de vitaminas do complexo B, ácido fólico e sintetizadores de queratina. Em português mais claro, é muito importante manter uma dieta à base de ovos, brócolis, cereais integrais, feijão, peixes, leite, dentre outras.

Entretanto, é evidente que nem sempre isso será o suficiente. Os cabelos necessitam de diversos cuidados, e evitar o uso recorrente de secadores é tão importante quanto não dormir com os cabelos molhados. É claro que o tipo de cabelo também interfere bastante, mas tomando cuidados básicos que mantenham seus fios distantes do ressecamento e próximos de um processo de nutrição adequado já é um passo que pode manter o cabelo quase que intacto, por pior que seja o frio.

* Melina Oliveira é médica e especialista em cirurgia de transplante capilar.

Para mais informações sobre queda de cabelo clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Todos os nossos textos são publicados também no X

Quem somos

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Vida longa: estudo mostra segredo da longevidade no sangue de centenários

Identificar biomarcadores da longevidade é apenas o primeiro passo, é preciso, também, descobrir fatores que os influenciam.

Autor: Divulgação

Vida longa: estudo mostra segredo da longevidade no sangue de centenários

Sedentarismo: 5 dicas para ser mais ativo mesmo com uma rotina corrida

É preciso incluir as atividades físicas de uma forma natural no seu dia a dia para fugir do sedentarismo.

Autor: Divulgação

Sedentarismo: 5 dicas para ser mais ativo mesmo com uma rotina corrida

Solteiros têm mais chances de morrer do que casados

De acordo com o especialista em relacionamentos, Caio Bittencourt, estar em uma relação pode ajudar na manutenção da saúde de modo geral.

Autor: Divulgação

Solteiros têm mais chances de morrer do que casados

Varizes estouradas? E agora, o que fazer?

As veias das pernas têm a função de levar o sangue ao coração após irrigarem os membros inferiores.

Autor: Divulgação

Varizes estouradas? E agora, o que fazer?

Saiba quais são as alergias e doenças respiratórias mais comuns no inverno

A incidência de doenças respiratórias aumenta no inverno devido às baixas temperaturas, ambientes úmidos e poluição.

Autor: Divulgação

Saiba quais são as alergias e doenças respiratórias mais comuns no inverno

A era da saúde digital chegou: seus conflitos éticos também

A chamada era digital já transformou toda a área da saúde. Saúde Digital

Autor: Thiago Rocha da Cunha 

A era da saúde digital chegou: seus conflitos éticos também

Queimadas, poluição e tempo seco: como fica a saúde respiratória e ocular?

Cerca de 25% apresentam a síndrome do olho seco nesta época do ano.

Autor: Divulgação

Queimadas, poluição e tempo seco: como fica a saúde respiratória e ocular?

Veranico com calor e poluição é risco para quem faz atividades ao ar livre

Professor de Medicina do Esporte dá dicas de como evitar problemas causados por essa combinação.

Autor: Divulgação

Veranico com calor e poluição é risco para quem faz atividades ao ar livre

O que comer para evitar resfriados e fortalecer o sistema imunológico?

Com a chegada do inverno no próximo dia 21, as temperaturas caem, a umidade aumenta e os vírus e bactérias se propagam com mais facilidade.

Autor: Divulgação

O que comer para evitar resfriados e fortalecer o sistema imunológico?

O tempo seco e as alergias

Com uma nova onda de calor chegando aliada ao tempo seco, comum nesta época do ano, as alergias respiratórias ganham força.

Autor: Divulgação

O tempo seco e as alergias

Nutrição e atividade física: saúde do corpo e da mente

A nutrição adequada fornece ao corpo os nutrientes necessários para funcionar corretamente.

Autor: Divulgação

Nutrição e atividade física: saúde do corpo e da mente

Inverno: frio, vento e tempo seco são alerta para doenças respiratórias

Estação começou; cuidados com a hidratação e alimentação podem ajudar na prevenção de gripes e resfriados.

Autor: Divulgação

Inverno: frio, vento e tempo seco são alerta para doenças respiratórias