Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Preconceito contra pessoas com psoríase é maior no verão

Preconceito contra pessoas com psoríase é maior no verão

28/12/2006 Divulgação

A chegada do verão faz com que aumente o número de pessoas nas praias e piscinas. Com isso, aumenta também o preconceito contra pessoas portadoras de psoríase. Apesar de não ser contagiosa a doença assusta por causa de seu aspecto, mas o sol pode ser um aliado dos pacientes.

Ela é uma doença genética e inflamatória da pele que não tem cura, mas pode ser controlada. Os sintomas são lesões avermelhadas que descamam e provocam coceira, dor e incômodo nas regiões afetadas, geralmente joelhos e cotovelos. Ela atinge cerca de 200 milhões de pessoas no mundo, inclusive crianças. No Brasil são cerca de 5 milhões de portadores. 

Quem sofre da doença pode tornar o sol um aliado. A exposição solar moderada ajuda no controle das lesões. Cerca de 80% dos portadores de psoríase apresentam melhora nas lesões após tomar banhos de sol nos horários adequados. Vários fatores podem agravar ou até desencadear a doença, como o estresse físico ou psicológico, fatores externos como uso de álcool, cigarro e a manipulação das lesões. 

A grande verdade é que não existem motivos para o preconceito - ninguém se contamina pelo ar, piscina, toalhas, ato sexual ou ao manter qualquer outra forma de contato com a pele de uma pessoa doente. A Dra. Inaya Lavor dá alguns esclarecimentos sobre a doença:

· Ela tem fases de melhora e de piora. Os tratamentos mantêm o paciente o máximo de tempo possível sem lesões na pele (remissão). A remissão da doença pode durar dias, meses, anos ou mesmo toda a vida. Tem-se então a impressão de cura, apesar de ser uma doença crônica. 

· Médicos ou outros profissionais podem oferecer tratamentos alternativos que têm bons efeitos psicológicos sobre as pessoas, podendo produzir um alívio temporário. Muitos deles não são comprovados cientificamente.

· Vale a pena usar hidratantes potentes nas áreas lesadas. Eles melhoram a descamação e evitam as rachaduras da pele.

· Não há restrições na alimentação. Mas, fique atento: alimentos ricos em gordura interferem na absorção de alguns medicamentos usados no tratamento das lesões. Indivíduos obesos tendem a apresentar mais psoríase que os magros. Portanto, procure manter o peso ideal.



55% dos brasileiros com mais de 18 anos consomem bebidas alcoólicas, diz pesquisa

Dado é de pesquisa do Instituto Brasileiro do Fígado.

55% dos brasileiros com mais de 18 anos consomem bebidas alcoólicas, diz pesquisa

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

A perda auditiva é uma queixa quase diária no consultório do otorrinolaringologista.

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Um ponto de dúvida para as pessoas, mas que é importante ter clareza, a exigência de CPF é ilegal para o fornecimento de descontos pelas farmácias.

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Casos aumentaram em 12 estados em relação ao ano passado.

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Estamos todos saindo da UTI?

Nas últimas semanas, esses ambientes estão diferentes do que vivenciamos ao longo de quase 20 meses.

Estamos todos saindo da UTI?

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Elas têm mais autoconsciência, senso de empatia e tenta “se encaixar” mais socialmente que eles.

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Pesquisa comprova maior eficácia de teste HPV para detecção de câncer

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Passa a ser direito fundamental da pessoa com câncer a obtenção de diagnóstico precoce e acesso a tratamento universal.

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

A quantidade de pessoas que sofrem com problemas cardiorrespiratórios no Brasil é tão significativa que sobram estatísticas para contar a história.

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Segundo Dr. Geraldo Carvalhaes, casos de dor crônica também afetam pessoas mais jovens.

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Você é um Hipocondríaco?

Quando a preocupação com a saúde vira doença.

Você é um Hipocondríaco?

Número de prematuros aumenta no Brasil

Média de prematuridade no país atingiu 11,1% em 2020 e aumento pode estar ligado ao covid-19.

Número de prematuros aumenta no Brasil