Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Profissão tem interferido na fertilidade feminina

Profissão tem interferido na fertilidade feminina

08/04/2012 Da Redação

O comportamento feminino definitivamente mudou em relação a muitas áreas da vida. Mas o impacto na carreira, no casamento e na família chama atenção.

Na ânsia de conquistar estabilidade profissional, é cada vez mais comum que a mulher adie os planos de ser mãe para depois – mesmo correndo o risco de enfrentar uma condição que vem aumentando nos últimos anos: a infertilidade. A taxa de infertilidade da população mundial gira em torno de 15% e está se elevando rapidamente. A idade da mãe é uma das causas mais comuns. Depois dos 40 anos, por exemplo, as chances de engravidar naturalmente despencam de 20% para 8%.

“As causas da infertilidade podem ser atribuídas igualmente a homens e mulheres, com 40% cada. Os 20% restantes dizem respeito a outros fatores. Certamente, o fato de adiar a maternidade e se entregar, muitas vezes, a um ritmo de trabalho estressante pode dificultar bastante a realização do sonho de ser mãe”, diz Assumpto Iaconelli, especialista em Medicina Reprodutiva do Fertility – Centro de Fertilização Assistida, em São Paulo. Como impedir que o estresse profissional adie os planos de gravidez?

“Novas tecnologias têm permitido engravidar com idade cada vez mais avançada. Em alguns casos, entretanto, a mulher tem de dar um tempo na carreira e seguir adiante com o tratamento para engravidar”, diz o médico – chamando atenção para o fato de que, durante o tratamento, a paciente também terá de aprender a lidar com um alto grau de ansiedade. Na opinião do especialista em reprodução humana, muitas vezes a decisão de parar de trabalhar para tentar engravidar não é a melhor opção.

“Para quem está acostumada a entregar projetos de curto prazo, tomar decisões estratégicas e assumir uma série de responsabilidades profissionais, a autocobrança gerada pelo impacto dessa decisão pode ser até pior. Com certeza, a ansiedade gerada pela perda de competitividade no mercado de trabalho pode ser tão maléfica do ponto de vista psicológico quanto a tentativa de gerar um filho”. Independentemente de parar de trabalhar ou não para engravidar, a boa notícia é que existe uma tecnologia de ponta para quem deixou para ter o primeiro filho em idade avançada.



Violência “no touch”

O assédio moral pode trazer sequelas emocionais e físicas.


Esfoliação ideal para uma pele linda e renovada

Dicas para manter uma pele saudável e bem cuidada.

Esfoliação ideal para uma pele linda e renovada

Fevereiro é mês de conscientização do Lúpus, Fibromialgia e Alzheimer

Embora sejam doenças que não têm cura o diagnóstico precoce e correto pode garantir melhor qualidade de vida aos pacientes.

Fevereiro é mês de conscientização do Lúpus, Fibromialgia e Alzheimer

Exercícios físicos x uso de prótese nos seios

O implante de próteses nos seios é uma das cirurgias plásticas mais procuradas pelas brasileiras.

Exercícios físicos x uso de prótese nos seios

Campanha Nacional de Vacinação contra sarampo foca em crianças e jovens

Nesta primeira etapa serão enviadas 660 mil doses da tríplice viral, destinadas a crianças e jovens entre 5 e 19 anos.

Campanha Nacional de Vacinação contra sarampo foca em crianças e jovens

Como utilizar corretamente o protetor solar

Dicas simples que podem te ajudar de forma correta este produto indispensável para a saúde.

Como utilizar corretamente o protetor solar

Transtorno de conduta infantil

O Transtorno de conduta (TC) não é uma simples desobediência.


Volta às aulas: as vacinas estão em dia?

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda que as vacinas das crianças e dos adolescentes estejam em dia.

Volta às aulas: as vacinas estão em dia?

Artrose nas mãos é comum, mas pode ser evitada

Doença normalmente associada à idade avançada, pode se manifestar muito cedo, causando dores e limitações motoras, mas é possível atenuar seus efeitos.

Artrose nas mãos é comum, mas pode ser evitada

Dia Nacional da Mamografia: um alerta sobre a importância do exame

Prevenção pode detectar lesões assintomáticas e possibilita tratamento do câncer de mama em fase inicial.

Dia Nacional da Mamografia: um alerta sobre a importância do exame

Hanseníase: entenda a doença

Considerada uma das doenças mais antigas do mundo, a Hanseníase foi registrada pela primeira vez no século 6 a.C., sendo conhecida naquela época como lepra.


Brasil terá 625 mil novos casos de câncer por ano até 2022

Para a população infantojuvenil são esperados mais de 8 mil casos, diz Inca.

Brasil terá 625 mil novos casos de câncer por ano até 2022