Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Queimadas, poluição e tempo seco: como fica a saúde respiratória e ocular?

Queimadas, poluição e tempo seco: como fica a saúde respiratória e ocular?

21/06/2024 Divulgação

Cerca de 25% apresentam a síndrome do olho seco nesta época do ano.

Queimadas, poluição e tempo seco: como fica a saúde respiratória e ocular?

Nesta época do ano, a incidência das queimadas, principalmente nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste do Brasil, afeta milhares de pessoas, que ficam expostas a um clima mais seco, quente e muito poluído.

As partículas de poluição contêm monóxido de carbono que podem causar e agravar problemas respiratórios nos pacientes com doenças crônicas como a asma e a rinite. Isso porque ocorre simultaneamente a diminuição da umidade do ar, contribuindo para que essas partículas penetrem no organismo e gerem ou agravem o processo inflamatório já existente.

“Precisamos ficar mais atentos entre os meses de junho a novembro, principalmente em agosto e setembro, quando temos um alto índice de pacientes com crise de rinite e asma alérgica. Entre 20% e 25% das pessoas apresentam a síndrome do olho seco e 12% podem ter a conjuntivite alérgica”, alerta Dr. Raphael Coelho Figueredo, membro da Comissão de Biodiversidade, Poluição e Clima da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI).

Nesta época do ano, o especialista explica que é fundamental reforçar os cuidados, umidificando o ambiente, hidratar-se muito ao longo do dia e usar, com orientação médica, lubrificantes oculares.

Estudo – Um levantamento realizado em 2018, do município de Imperatriz, no Maranhão, mostrou a prevalência de sintomas de asma, rinite e eczema atópico: 26,4% (299), 32,6% (369) e 12,7% (144), respectivamente. O pico, conforme gráfico abaixo, coincide com a época mais seca e de queimadas. Os adolescentes apresentaram uma das mais elevadas taxas de prevalência e gravidade de asma e rinite para todo o Brasil, além de altos índices de subdiagnóstico.

“Além do trabalho de conscientização que os gestores públicos precisam fazer em relação às queimadas e à poluição, é preciso que o paciente siga o tratamento de asma e rinite passado pelo especialista, além da necessidade em adotar práticas de hidratação. Desta forma, o paciente previne a exacerbação das doenças e consegue superar esse período mais seco e mais poluído sem tanto desconforto e idas à emergência”, explica Dr. Raphael Coelho.

Para mais informações sobre olhos clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Todos os nossos textos são publicados também no X

Quem somos

Fonte: Gengibre Comunicação



Vida longa: estudo mostra segredo da longevidade no sangue de centenários

Identificar biomarcadores da longevidade é apenas o primeiro passo, é preciso, também, descobrir fatores que os influenciam.

Autor: Divulgação

Vida longa: estudo mostra segredo da longevidade no sangue de centenários

Sedentarismo: 5 dicas para ser mais ativo mesmo com uma rotina corrida

É preciso incluir as atividades físicas de uma forma natural no seu dia a dia para fugir do sedentarismo.

Autor: Divulgação

Sedentarismo: 5 dicas para ser mais ativo mesmo com uma rotina corrida

Solteiros têm mais chances de morrer do que casados

De acordo com o especialista em relacionamentos, Caio Bittencourt, estar em uma relação pode ajudar na manutenção da saúde de modo geral.

Autor: Divulgação

Solteiros têm mais chances de morrer do que casados

Varizes estouradas? E agora, o que fazer?

As veias das pernas têm a função de levar o sangue ao coração após irrigarem os membros inferiores.

Autor: Divulgação

Varizes estouradas? E agora, o que fazer?

Saiba quais são as alergias e doenças respiratórias mais comuns no inverno

A incidência de doenças respiratórias aumenta no inverno devido às baixas temperaturas, ambientes úmidos e poluição.

Autor: Divulgação

Saiba quais são as alergias e doenças respiratórias mais comuns no inverno

Por que o frio é um dos vilões para o cabelo?

A queda de cabelo costuma ser o terror de muita gente. E a chegada do frio torna esse pesadelo ainda mais intenso.

Autor: ‌Melina Oliveira

Por que o frio é um dos vilões para o cabelo?

A era da saúde digital chegou: seus conflitos éticos também

A chamada era digital já transformou toda a área da saúde. Saúde Digital

Autor: Thiago Rocha da Cunha 

A era da saúde digital chegou: seus conflitos éticos também

Veranico com calor e poluição é risco para quem faz atividades ao ar livre

Professor de Medicina do Esporte dá dicas de como evitar problemas causados por essa combinação.

Autor: Divulgação

Veranico com calor e poluição é risco para quem faz atividades ao ar livre

O que comer para evitar resfriados e fortalecer o sistema imunológico?

Com a chegada do inverno no próximo dia 21, as temperaturas caem, a umidade aumenta e os vírus e bactérias se propagam com mais facilidade.

Autor: Divulgação

O que comer para evitar resfriados e fortalecer o sistema imunológico?

O tempo seco e as alergias

Com uma nova onda de calor chegando aliada ao tempo seco, comum nesta época do ano, as alergias respiratórias ganham força.

Autor: Divulgação

O tempo seco e as alergias

Nutrição e atividade física: saúde do corpo e da mente

A nutrição adequada fornece ao corpo os nutrientes necessários para funcionar corretamente.

Autor: Divulgação

Nutrição e atividade física: saúde do corpo e da mente

Inverno: frio, vento e tempo seco são alerta para doenças respiratórias

Estação começou; cuidados com a hidratação e alimentação podem ajudar na prevenção de gripes e resfriados.

Autor: Divulgação

Inverno: frio, vento e tempo seco são alerta para doenças respiratórias