Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Rasteirinha faz mal para coluna?

Rasteirinha faz mal para coluna?

31/01/2017 Saúde à Mesa

Na correria do dia a dia as mulheres acabam optando pelos sapatos mais práticos e confortáveis.

Rasteirinha faz mal para coluna?

As rasteirinhas acabam sendo o tipo de sapato mais escolhido até pelo fato de que, ao invés dos chinelos, eles dão uma aparência mais sofisticada ao visual.

Elas são confeccionadas em vários modelos diferentes e em vários materiais, tem um baixo custo e são muito bonitas e delicadas.No verão, a época mais quente do ano, torna-se muito difícil utilizar tênis e sapatos fechados, por isso o look costuma incluir o uso de rasteirinhas. O visual das mulheres muda completamente nesta época do ano: ao invés das calças jeans que são muito quentes, elas são substituídas pelos shorts por eles serem mais frescos e os pés acabam sendo calçados por sapatos mais abertos.

Usar rasteirinha faz mal para coluna?

Você já percebeu que mesmo quando opta pela utilização das rasteirinhas suas pernas doem?Quando usamos sapatos baixos como a rasteirinha todos os dias, acabamos com as pernas e sola dos pés doloridos. Não há tanta interferência na coluna, quem sofre mesmo são os membros inferiores, as dores na coluna aparecem com mais frequência quando utilizamos sapatos de salto alto.

Os saltos altos acabam causando o encurtamento da panturrilha, em contrapartida, quando optamos pelo uso de sapatos mais baixos, nossos calcanhares ficam continuamente apoiados ao chão e a panturrilha acaba se alongando com os movimentos realizados no decorrer do dia, isso é a causa da dor intensa nessa região após hora de uso.

Os profissionais ressaltam que o uso de rasteirinhas podem trazer malefícios para a nossa saúde, pois fazem mal para nossas pernas e pés.

Deve-se evitar o uso das rasteirinhas quando se pretende ficar muito tempo em pé, trabalhando por exemplo. Este calçado não é apropriado para se usar em exercícios físicos intensos como caminhadas longas e corridas, elas não proporcionam o amortecimento de nosso peso corpóreo quando andamos isso aumenta a sobrecarga nos ossos que se localizam em nossos pés e tornozelos.

Além destes prejuízos citados, o uso de rasteirinhas e chinelos aumentam as chances de patologias como a tendinite, estiramentos musculares e tornam as pessoas mais susceptíveis a queda. Após o uso contínuo e em situações em que se fica muito em pé, é nítido o aparecimento de dores nos dedos e calcanhares, isso facilita a ocorrência de entorses nos tornozelos e prejudicar até as articulações dos joelhos, os quadris e a coluna.

O mais indicado, segundo os especialistas, é alternar entre o uso de sapatos altos e baixos pois assim não haverá riscos para o corpo. Opte pelo uso de calçados com amortecedores como tênis ou de salto baixo (no mínimo e 2 cm e no máximo de 5 cm de comprimento).

No decorrer do dia, se aparecerem dores intensas nas penas e pés, estique-as bem e realize massagens suaves. Realizar alongamentos nas pernas e praticas exercícios físicos de todos os tipos (desde a caminhada a alongamentos simples) reduzem as dores.

Utilize os sapatos baixos com moderação, e se for realizar longas caminhadas ou ficar muito tempo em pé, escolha outro tipo de sapato mais fechado, as rasteirinhas deixam os pés mais livres e desprotegidos, ou seja, você ficará mais propenso a uma lesão mais grave no pé se bater em algum lugar, ou se realizar o impacto com o chão de forma inapropriada, e dependendo do local onde estiver andando pode até sofrer pela picada de insetos e contaminações com as áreas localizadas no solo.

Vivemos em centros urbanos, onde muitas vezes nos deparamos com uma enorme quantidade de sujeira e insetos, por isso, é bom que seus pés estejam protegidos ao andar pelas ruas.

Opte pelo uso de chinelos e rasteirinhas quando estiver em casa, ou se for frequentar um clube e casas de suas amigas. Se você for caminhar pelas ruas, correr, praticar atividades físicas e trabalhar, opte por um tênis bem confortável com amortecedor.

O tênis é o ideal, pois ele possui um salto baixo que varia de 2 a 3 cm de altura, ou seja, a sola de seu pé não estará completamente apoiada ao chão, não haverá tanto impacto durante o pisar ao chão das áreas dos pés.

Fonte: Saúde à Mesa



Os males provocados pelo açúcar

O açúcar já foi detectado como um vilão para a saúde.

Os males provocados pelo açúcar

Campanha de combate ao Aedes aegypti é antecipada no país

Objetivo do Ministério da Saúde é mobilizar mais a população no período da seca.

Campanha de combate ao Aedes aegypti é antecipada no país

Osteoporose: a doença silenciosa que ataca os ossos

Envelhecer é um fenômeno natural que acarreta diversas transformações e exige cuidados redobrados com a saúde.

Osteoporose: a doença silenciosa que ataca os ossos

Obesidade é considerado o mau dos últimos séculos

A obesidade atinge mais de 30% da população brasileira.

Obesidade é considerado o mau dos últimos séculos

Estudo mostra que erradicação da malária pode ser possível até 2050

Desde 2000, a incidência da malária e a taxa de mortalidade em nível global vem caindo ano a ano.

Estudo mostra que erradicação da malária pode ser possível até 2050

Um em cada três jovens já sofreu bullying na internet, diz Unicef

Redes sociais como Facebook e Instagram são os principais meios de cyberbullying entre os jovens.

Um em cada três jovens já sofreu bullying na internet, diz Unicef

Asma e exercício físico

Pessoas com asma tendem a não praticar exercícios físicos devido às crises que podem surgir durante a atividade.

Asma e exercício físico

Você desconfia que já não ouve tão bem quanto antes?

Aprenda a reconhecer, por meio de dez sintomas, os primeiros indícios de perda de audição.

Você desconfia que já não ouve tão bem quanto antes?

Municípios receberão R$ 44 milhões para equipar salas de vacinação

Medida visa garantir a qualidade dos imunobiológicos ofertados à população.

Municípios receberão R$ 44 milhões para equipar salas de vacinação

Alguns alimentos podem ajudar no combate à depressão

Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015.

Alguns alimentos podem ajudar no combate à depressão

Fobia social cresce no Brasil

Conheça os sintomas e tratamentos atuais.


BH é a 3ª capital no país com maior número de pessoas com diabetes

ADJ Diabetes Brasil promove campanha nacional sobre o controle do diabetes.