Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Três mitos e verdades sobre a Dieta Cetogênica

Três mitos e verdades sobre a Dieta Cetogênica

31/10/2017 Divulgação

Transformada em assunto do momento, a “Dieta Cetogênica” ganha cada vez mais adeptos.

Três mitos e verdades sobre a Dieta Cetogênica

Segundo Rodrigo Polesso, que é Especialista em Nutrição Otimizada para Saúde e Bem-Estar pela Universidade Estadual de San Diego, Califórnia, trata-se de uma forma de se alimentar repleta de benefícios e vantagens.

No entanto, ele alerta para que seja abandonado o conceito de “dieta temporária”. “Muitas pessoas pensam em passar alguns dias ou semanas com uma alimentação específica, e depois voltar ao normal, mas o ideal é utilizar o conceito de alimentação e estilo de vida”, explica.

Mesmo assim, a chamada "Dieta Cetogênica" é cercada de mitos e informações confusas. Por isso, Polesso lista 3 mitos e 3 verdades sobre o estilo de vida – e explica por que é possível emagrecer com base nessa alimentação.

Mito 1: Dieta Cetogênica exige consumo zero de carboidrato
Segundo o especialista, a ideia do consumo de carboidratos no nível zero é praticamente impossível. "Seguir uma dieta Cetogênica significa reduzir bastante o índice de carboidratos, mas as verduras e legumes terão alguma quantidade deles”, explica. Caso o modelo de alimentação seja seguido à risca, serão consumidos cerca de 20 gramas de carboidratos por dia. “Isso já vai ser o suficiente para que o corpo entre em estado de cetose”. Ele explica que o que chamamos de cetose é o momento em que o corpo começa a consumir os ácidos graxos, ou seja, a gordura do corpo como fonte de energia, devido à ausência de carboidratos.

Mito 2: Basta comer apenas proteínas
Na verdade, segundo Polesso, as pessoas não devem ter um consumo exagerado de proteínas. O excesso de proteína pode ser convertido em glicose pelo corpo”, explica. Apesar de exigir uma presença grande de carnes, ovos, peixes, laticínios integrais e frutos do mar, a dieta Cetogênica também conta com a presença de alimentos como legumes de baixo índice glicêmico, folhas, nozes e castanhas, manteiga, gorduras de boa qualidade (como óleo de coco e azeite de oliva), frutas de baixo índice glicêmico em moderação (como mirtilos, amora e morango), e bebidas como café e chá. “O que aumenta bastante é o consumo de gorduras saudáveis de origem animais e vegetal, um macro nutriente que, ao contrário das crenças de tanta gente, não engorda”, completa.

Mito 3: É uma dieta complexa de seguir
O especialista destaca que, na verdade, não há complexidades para seguir este tipo de alimentação. “De forma geral, basta restringir o consumo de carboidratos, alimentos industrializados e refinados, e consumir alimentos verdadeiros”, explica. Polesso também destaca que, mesmo assim, é importante ter o aval de um profissional. “Acredito que toda pessoa, antes de fazer grandes mudanças alimentares, deva consultar um profissional de sua confiança”.

Verdade 1: Qualquer um pode fazer
Não há qualquer tipo de restrição quanto à dieta Cetogênica. “As pessoas que mais se beneficiariam deste estilo alimentar são aquelas que visam perda acelerada de peso, diabéticos e pessoas que sofrem de problemas relacionados a síndrome metabólica”, resume Polesso, destacando sempre a importância do acompanhamento médico, especialmente no caso dessas doenças.

Verdade 2: É preciso esperar o corpo “se acostumar”
É importante levar em consideração que o corpo precisa de um período de adaptação quando mudanças bruscas são feitas na dieta. “Muita gente que muda a dieta de repente precisa saber que nas duas semanas seguintes o corpo pode sofrer alguns efeitos depois de tantos anos acostumado a consumir tanto açúcar”, explica. Polesso compara a situação com a abstinência que fumantes sentem quando param de fumar, por exemplo, que exige um tempo para que o corpo comece a se sentir melhor. “Se você não se sentir com energia e disposição no começo, saiba que em breve seu corpo vai se acostumar e se sentir melhor”, completa.

Verdade 3: Não existe risco de ter cetoacidose
Polesso conta que o excesso de corpos cetônicos é eliminado na urina, ao contrário do que muitos pregam, e o excesso que causaria a chamada cetoacidose não é causado pela alimentação. “Alguns desses corpos cetônicos que não foram utilizados são liberados na urina”, completa, reforçando que não é preciso ter medo da produção destes elementos. “O conceito da dieta Cetogênica é antigo e comprovado pela ciência”.



Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Casos aumentaram em 12 estados em relação ao ano passado.

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Estamos todos saindo da UTI?

Nas últimas semanas, esses ambientes estão diferentes do que vivenciamos ao longo de quase 20 meses.

Estamos todos saindo da UTI?

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Elas têm mais autoconsciência, senso de empatia e tenta “se encaixar” mais socialmente que eles.

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Pesquisa comprova maior eficácia de teste HPV para detecção de câncer

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Passa a ser direito fundamental da pessoa com câncer a obtenção de diagnóstico precoce e acesso a tratamento universal.

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

A quantidade de pessoas que sofrem com problemas cardiorrespiratórios no Brasil é tão significativa que sobram estatísticas para contar a história.

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Segundo Dr. Geraldo Carvalhaes, casos de dor crônica também afetam pessoas mais jovens.

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Você é um Hipocondríaco?

Quando a preocupação com a saúde vira doença.

Você é um Hipocondríaco?

Número de prematuros aumenta no Brasil

Média de prematuridade no país atingiu 11,1% em 2020 e aumento pode estar ligado ao covid-19.

Número de prematuros aumenta no Brasil

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS

Pesquisa da Anab foi realizada com 1.006 usuários da saúde suplementar em todo o Brasil no mês de setembro.

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS

Depressão, ansiedade e dores musculares aumentaram na pandemia, diz estudo

Acupuntura e outras técnicas podem ajudar no alívio dos sintomas e melhora global dessas condições.

Depressão, ansiedade e dores musculares aumentaram na pandemia, diz estudo

Novembro Azul, câncer de próstata e cirurgia robótica

Trabalhos científicos mostram que 25% dos portadores de câncer de próstata morrem devido à doença.

Novembro Azul, câncer de próstata e cirurgia robótica