Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Quer emagrecer só para o verão ou para sempre?

Quer emagrecer só para o verão ou para sempre?

22/11/2016 Divulgação

Coach de emagrecimento revela o segredo da reeducação alimentar e como manter o peso perdido.

Quer emagrecer só para o verão ou para sempre?

Em uma época em que as pessoas se preocupam muito mais com sua imagem digital e as milhares de fotos postadas em suas redes sociais, a busca pelo corpo perfeito se tornou incessante.

Um costume que antes era considerado mais feminino, fazer dieta e contar calorias se tornou unissex. No entanto, com o grande fluxo de informações circulando o tempo todo, o número de pessoas que seguem varias dicas de sites e blogs, inclusive as dietas e ignoram até mesmo as nutricionistas, é absurdo.

Hoje em dia, homens e mulheres procuram as mais inusitadas formas de emagrecer - sem querer mudar hábitos de forma definitiva. Usam de artifícios para emagrecerem de forma rápida, como dietas extremamente restritivas, sucos detox milagrosos, dentre outras coisas, tudo para emagrecerem o máximo em menor tempo. Muitos vão além e apelam até para remédios perigosos sem prescrição médica.

A coach em Emagrecimento e também Terapeuta Ocupacional, Daniele Veríssimo, explica que o emagrecimento vem de dentro “Não é apenas fechar a boca, como dizem, ou simplesmente fazer dieta. Com dietas, se não houver uma manutenção, você ganha tudo de novo quando parar. A pessoa precisa mudar seus hábitos alimentares para o resto da vida e para isso tem que haver um preparo psicológico”, diz.

Segundo Daniele, o indivíduo começa se sabotando quando coloca um prazo para a dieta “Se a mulher, por exemplo, só vai ingerir menos calorias para tentar entrar em um vestido para o final de semana, ela já começa errando. A chave para emagrecer de forma consistente não tem prazo, pois é um trabalho que envolve mudanças internas, é muito mais do que simplesmente fazer reeducação alimentar. Cada pessoa se transforma internamente e lida com situações da vida cotidiana. E isso não tem data de validade. ”, explica Daniele.

A coach de emagrecimento, que tem uma história parecida com boa parte das mulheres, encontrou na força do pensamento o empurrão que precisava para perder 17kg “Eu cheguei a pesar 104kg e só o que passava na minha cabeça era que eu não queria chegar na 3ª idade com tantas limitações. Iniciei um processo de emagrecimento e após perder 17kg, decidi me tornar coach de emagrecimento e ajudar pessoas a se transformarem de dentro para fora”, compartilha a especialista.

Ainda de acordo com Daniele, a principal causa de desistências em dietas, é a ansiedade. “Quando uma pessoa quer perder muitos kilos, ela não consegue fazer uma dieta restritiva por muito tempo. Perece que o tempo para chegar aonde quer demora muito mais do que o que havia se dado e programado. Com isso, acabam furando as dietas e os treinos físicos. E volta ao ciclo que é vicioso: desânimo, furo na dieta, pouco emagrecimento e desânimo de novo”, explica Daniele.

A coach diz que toda reeducação alimentar saudável também é emocional e, portanto, não é para se desesperar “O emagrecimento deve ser além da estética. Você tem que emagrecer para ter uma vida saudável, de forme consistente, para que seja definitiva. E um esforço máximo somente por uma semana não garante isso, pois devem existir mudanças mentais, para haverem mudanças comportamentais. Então, é um processo longo, que deve ser iniciado pelas razões certas para que dê certo”, conclui a coach. 



Plano de saúde e a limitação de sessões de tratamento

Decisão recente do juiz de Direito Luciano Gonçalves Paes Leme, da 3ª vara Cível de Tatuapé/SP serve como precedente em favor do beneficiário em casos nos quais o plano de saúde negue a cobertura de tratamento.

Plano de saúde e a limitação de sessões de tratamento

A confusa e trapalhona decisão da OMS sobre a Síndrome de Burnout

Uma das dificuldades envolvendo o tema “Burnout” é que a noção ganhou status de dogma religioso.

A confusa e trapalhona decisão da OMS sobre a Síndrome de Burnout

TDAH não é um distúrbio exclusivamente infantil

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) afeta uma pequena parcela da população.

TDAH não é um distúrbio exclusivamente infantil

Dores e má postura em crianças podem estar ligadas ao encurtamento muscular

Redução da amplitude de movimento e vícios de postura são os principais sinais de os músculos estão encurtados.

Dores e má postura em crianças podem estar ligadas ao encurtamento muscular

Burnout agora é síndrome ocupacional: o que as empresas podem fazer?

Síndrome é relacionada ao ambiente de trabalho.

Burnout agora é síndrome ocupacional: o que as empresas podem fazer?

É verdade que o apêndice é um órgão desnecessário?

A retirada de apêndice é uma operação considerada comum na cirurgia geral.

É verdade que o apêndice é um órgão desnecessário?

Prevenção é o principal fator de manutenção da saúde

O isolamento social durante pandemia mudou radicalmente a rotina em todos os aspectos.

Prevenção é o principal fator de manutenção da saúde

Portal de telemedicina ultrapassa a marca de um milhão de atendimentos realizados

Plataforma de teleconsulta expandiu durante a pandemia.

Portal de telemedicina ultrapassa a marca de um milhão de atendimentos realizados

Tipos de shampoo: anticaspa, matizador e muito mais!

Descubra as principais características dos mais variados tipos de shampoo para cada tipo de cabelo.

Tipos de shampoo: anticaspa, matizador e muito mais!

O que é bom para estrias? Como evitar, tirar e muito mais!

Descubra quais são os tipos de estrias e quais os melhores tratamentos para combatê-las.

O que é bom para estrias? Como evitar, tirar e muito mais!

Campanha “Janeiro Roxo” promove conscientização sobre a hanseníase

O Brasil é o segundo país com maior número de casos da doença no mundo.

Campanha “Janeiro Roxo” promove conscientização sobre a hanseníase

Minas supera eixos tradicionais de saúde e deixa legado no combate à pandemia

Uma das frases que mais me marcaram na pandemia foi: “Dormi com minha irmã viva e acordei com a notícia de que ela estava quase morrendo”.

Minas supera eixos tradicionais de saúde e deixa legado no combate à pandemia