Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Volta às aulas: hora de observar a visão das crianças

Volta às aulas: hora de observar a visão das crianças

06/02/2007 Divulgação

Pais e professores devem ficar atentos ao comportamento das crianças para identificar qualquer problema de visão aparente.

De acordo com Dorotéia Matsuura, oftalmo-pediatra do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB), "muitos problemas de visão ocorridos nessa idade são confundidos com preguiça ou pouca vontade de estudar. A criança que tem dificuldade de leitura ou de visão não consegue acompanhar o ritmo dos colegas". 

Cabe aos pais e professores perceberem comportamentos que evidenciem essas deficiências visuais. Os indícios são vários e podem ser percebidos. "Em casa, por exemplo, quando a criança chega muito próximo à televisão, sente dores de cabeça constantes, tem que franzir a testa para conseguir ler ou enxergar algo e esfrega os olhos com freqüência. Na escola, demora para copiar as atividades, falta de atenção ou necessidade de sentar muito perto do quadro-negro", relaciona a médica.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), 22,9% dos casos de abandono escolar são motivados pela dificuldade de enxergar. Os pais devem saber que 30% das crianças apresentam algum tipo de doença nos olhos e 20% dessas precisam de óculos ainda na idade escolar. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 500 mil crianças ficam cegas a cada ano.È importante lembrar que quanto mais cedo for detectada a deficiência, maiores são as chances de cura, uma vez que o olho humano adquire sua forma definitiva aos sete anos de idade.

Fonte: ATF comunicação



Pesquisa comprova maior eficácia de teste HPV para detecção de câncer

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Passa a ser direito fundamental da pessoa com câncer a obtenção de diagnóstico precoce e acesso a tratamento universal.

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

A quantidade de pessoas que sofrem com problemas cardiorrespiratórios no Brasil é tão significativa que sobram estatísticas para contar a história.

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Segundo Dr. Geraldo Carvalhaes, casos de dor crônica também afetam pessoas mais jovens.

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Você é um Hipocondríaco?

Quando a preocupação com a saúde vira doença.

Você é um Hipocondríaco?

Número de prematuros aumenta no Brasil

Média de prematuridade no país atingiu 11,1% em 2020 e aumento pode estar ligado ao covid-19.

Número de prematuros aumenta no Brasil

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS

Pesquisa da Anab foi realizada com 1.006 usuários da saúde suplementar em todo o Brasil no mês de setembro.

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS

Depressão, ansiedade e dores musculares aumentaram na pandemia, diz estudo

Acupuntura e outras técnicas podem ajudar no alívio dos sintomas e melhora global dessas condições.

Depressão, ansiedade e dores musculares aumentaram na pandemia, diz estudo

Novembro Azul, câncer de próstata e cirurgia robótica

Trabalhos científicos mostram que 25% dos portadores de câncer de próstata morrem devido à doença.

Novembro Azul, câncer de próstata e cirurgia robótica

Qualidade de vida, apesar da dor

Lista de doenças dolorosas passíveis de tratamento é bem extensa.

Qualidade de vida, apesar da dor

Auxílio psicológico a pacientes com câncer de mama

A mulher não deve se sentir sozinha nessa jornada.

Auxílio psicológico a pacientes com câncer de mama

5 dicas para prevenir a osteoporose

Você sabia que uma em cada três mulheres têm osteoporose em todo o mundo?

5 dicas para prevenir a osteoporose