Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como tornar uma startup atraente para investidores

Como tornar uma startup atraente para investidores

29/11/2021 Divulgação

Especialista em investimentos indica os principais passos a serem seguidos pelas empresas que estão em busca de captação.

Como tornar uma startup atraente para investidores

Uma pesquisa realizada em setembro pela plataforma de inovação Distrito estima que o ecossistema de startups pode fechar o ano de 2021 com investimentos que variam de US$ 8 a US$ 10 bilhões. Em agosto, o mercado atingiu a soma de US$ 6,6 bilhões, registrando um crescimento de 86% em relação ao mesmo período de 2020, o que torna esse cenário extremamente promissor para as empresas que estão em busca de captação. 

De acordo com Daniel Abbud, sócio-fundador e CEO da 7Stars Ventures, holding de investimentos, o primeiro passo para uma startup alcançar um aporte é ter em mente o momento ideal de procurar investidores. “Apesar de existirem empresários que prefiram olhar para negócios que estejam em estágios mais iniciais, como os investidores-anjo, de maneira geral, a hora em que a marca está preparada é a fase do product market fit”, explica. 

Nesta etapa, o empreendedor já tem uma validação mínima do produto a ser comercializado perante o público-alvo. Dentre os itens que devem estar em alinhamento com os consumidores de interesse da startup estão o projeto concretizado, a proposta de valor e a precificação. “Aqui, não é necessário que a empresa tenha uma venda escalável, mas é preciso ter o mínimo de tração’’, diz Abbud. 

Em seguida, é fundamental entender o modelo de investimento que irá se encaixar melhor no negócio, visto que essa associação depende do estágio em que a startup se encontra. Em uma fase inicial, é imprescindível que a empresa possa contar com um apoio além do capital. Quando o empreendedor ainda precisa validar o produto no mercado, o capital intelectual e o acesso a uma rede de relacionamentos apresentam a mesma importância que o recurso financeiro. No entanto, se o foco da marca é continuar a escalar as vendas, apenas o aporte financeiro será o suficiente. 

Já em relação a apresentar a marca para os investidores, Abbud destaca que o empreendedor deve ter as respostas para as seguintes perguntas básicas: qual é o problema a ser resolvido e qual é a minha solução? Esses questionamentos, para o executivo, são um ótimo norte durante um pitch. “Para respondê-los, é importante trazer um contexto de mercado, concorrência, diferenciais do produto e serviço a serem oferecidos ao público-alvo, o direcionamento que o aporte terá e um histórico de execução da equipe’, explica o sócio-fundador. 

Outro ponto de atenção que o executivo ressalta nesta fase, é o domínio de fala do empreendedor. “Não é de bom tom ir até o investidor somente com uma ideia que vai exigir um grande investimento para acontecer. Ao conhecer a proposta da startup, os investidores querem ver a capacidade de execução e a criatividade da equipe para entender a habilidade da empresa em materializar a ideia inicial. É fundamental saber esclarecer o projeto e como ele será executado”, afirma Abbud.

Por fim, o sócio-fundador conta que a conquista de um aporte é um grande passo para uma startup, mas ainda sim é necessário estar atento ao investidor que o empreendedor irá se relacionar. “Quando se cria uma sociedade, gera-se um convívio no dia a dia do negócio. Ou seja, é necessário que seja com alguém que se tenha afinidade, parceria e know-how’’, pontua o executivo. 

Para mais informações sobre Investidores clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Markable Comunicação



Startup cria teste que ajuda identificar ataques cibernéticos

Por meio de cadastro simples, elas recebem nota de segurança de seus ativos digitais, tal como um score de crédito do Serasa.

Startup cria teste que ajuda identificar ataques cibernéticos

Startup Bettaself cria rede social de educação com o apoio do Microsoft for Startups

Baseada em nuvem, rede social que já conta com 10 mil usuários ativos busca aproximar quem quer aprender de quem quer ensinar.

Startup Bettaself cria rede social de educação com o apoio do Microsoft for Startups

Gamificação é uma das principais tendências da educação para os próximos anos

Startup brasileira cria jogos com base nos desafios das salas de aula.

Gamificação é uma das principais tendências da educação para os próximos anos

Startups brasileiras tiveram o maior valor de captação do que os últimos cinco anos

Em 2021 os aportes alcançaram uma média de US$ 9,8 bilhões.

Startups brasileiras tiveram o maior valor de captação do que os últimos cinco anos

Curso online ensina como transformar empresa em startup

Com cenário promissor, Brasil tem mais de 14 mil startups e tem atraído cada vez mais investidores no modelo de negócio.


Startup fatura R$ 4,6 mi e mostra que investir em carreiras é o melhor negócio

Liderada pelo economista Fabio Louzada, escola Eu Me Banco ultrapassa R$ 4 mi de faturamento em 2021 e começa o ano lançando especializações para profissionais da área de investimentos


Startup cria plataforma para gestão de treinamentos corporativos

Treinar Mais simplifica a educação nas empresas e consultorias de RH.

Startup cria plataforma para gestão de treinamentos corporativos

Startup e ONG irão apoiar negócios brasileiros de forma 100% gratuita em 2022

Company Hero e Estímulo firmam parceria para fornecer soluções de legalização e mentorias de forma 100% gratuita para negócios brasileiros.


Startup digitaliza processo de aprendizagem em mais de 190 escolas no Brasil

Dispositivos promovem ambientes educacionais dinâmicos e levam tecnologia para sala de aula e impacta 24 mil professores e mais de 400 mil alunos.

Startup digitaliza processo de aprendizagem em mais de 190 escolas no Brasil

Modelos de e-commerces inusitados

O comércio eletrônico se popularizou e permitiu a venda de serviços e produtos pouco comuns.

Modelos de e-commerces inusitados

Belo Horizonte se destaca como polo de startups no país

Em nível nacional, ‘’hoje ficamos atrás apenas de China e Estados Unidos em número de unicórnios.

Belo Horizonte se destaca como polo de startups no país

Startup de venda de bebidas expande operação no Rio, Minas e Espírito Santo

Plano da empresa é chegar a 20 mil vending machine em todo o país até o ano que vem.

Startup de venda de bebidas expande operação no Rio, Minas e Espírito Santo