Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Estudo descobre célula responsável pelo autismo

Estudo descobre célula responsável pelo autismo

19/10/2017 Divulgação

Descoberta feita por cientistas brasileiros pode ajudar a busca por tratamento para a síndrome.

Estudo descobre célula responsável pelo autismo

Pesquisa realizada na Universidade de São Paulo (USP) demonstrou que os astrócitos, células do cérebro, de indivíduos saudáveis são capazes de melhorar a forma e o funcionamento de neurônios de indivíduos com autismo.

O Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) afeta uma a cada 68 crianças com até oito anos de idade no mundo, segundo o Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA. No Brasil, não há informações consolidadas, mas, considerando dados da OMS, há cerca de dois milhões de indivíduos afetados e poucas clínicas e serviços específicos para esse tipo de tratamento.

A pesquisadora brasileira Dra. Patrícia Beltrão Braga, da USP, em colaboração com a Dra. Graciela Pignatari e o Dr. Alysson R. Muotri, médicos da startup de biotecnologia TISMOO, conduziu o estudo, que foi realizado durante o doutoramento de Fabiele Russo. A pesquisa produziu, através da reprogramação de células da polpa de dentes de leite de indivíduos com autismo, células do sistema nervoso, os neurônios e astrócitos.

Depois de vários experimentos, foi possível observar que os astrócitos eram os responsáveis pelas características dos neurônios dos autistas, o que pode refletir no quadro clínico/comportamental desses indivíduos. Descobriu-se também que astrócitos de indivíduos saudáveis podem melhorar a forma e o funcionamento de neurônios de indivíduos com TEA. E que o contrário também é verdadeiro, ou seja, astrócitos de indivíduos com autismo podem piorar a forma e o funcionamento dos neurônios de pessoas sem autismo.

A pesquisa também identificou uma substância que o astrócito produzia em excesso, uma interlecina-6 (IL-6), e, ao bloquear a ação desta citocina, foi possível melhorar os neurônios de indivíduos com autismo. "Esta é uma importante descoberta, que poderá se tornar uma forma de tratamento para o autismo. É uma nova maneira de olhar para o transtorno e uma porta que se abre para entender seus mecanismos. Nosso objetivo agora é aprofundar as pesquisas e entender por que os astrócitos se comportam desta maneira", explica a Dra. Patrícia.

Fonte: CM Comunicação Corporativa 



Como investir com segurança em uma startup?

As startups continuam trazendo resultados surpreendentes e estão movimentando aplicações bilionárias, atraindo cada vez mais o interesse de investidores.

Como investir com segurança em uma startup?

Cinco startups mineiras estão na etapa final do programa Capital Empreendedor

Nos dias 24 e 25 de novembro, as empresas participam do Circuito de Investimentos, em São Paulo. Ao todo, 50 startups de todo o Brasil foram selecionadas.


Travel Tech mineira é reconhecida entre as 25 startups mundiais mais promissoras

Desde a sua fundação, em setembro de 2018, empresa vem revolucionando o mercado de viagens corporativas do Brasil.

Travel Tech mineira é reconhecida entre as 25 startups mundiais mais promissoras

Startup lança plataforma de contratação para mulheres em vulnerabilidade

{reprograma} aumenta a empregabilidade feminina na área tech.


Dez startups investidas pelo BMG UpTech estão entre as mais atraentes do mercado

BMG UpTech identifica as startups cujos negócios sejam viáveis, investe no seu desenvolvimento e as coloca em contato com o mercado.

Dez startups investidas pelo BMG UpTech estão entre as mais atraentes do mercado

Startup de logística Uello expande operação para Minas Gerais

Logtech realiza mais de 7 mil entregas por dia para mais de 150 clientes, entre eles MMartan, Petz, Polishop e Etna.


Como uma PME ou startup pode vender para grandes empresas?

Investir no relacionamento com tomadores de decisão e utilizar novos canais para prospecção é o primeiro passo para ter êxito nas negociações.

Como uma PME ou startup pode vender para grandes empresas?

BlackRocks Startups anuncia selecionadas mineiras para o Grow Startups 2021

Grow Startups é um programa aceleração de startups voltado para o crescimento econômico e escalável dos negócios liderados por empreendedores negros.

BlackRocks Startups anuncia selecionadas mineiras para o Grow Startups 2021

Startup gaúcha investe em sistema antifraude

Com análise em duas etapas, Appmax utiliza tecnologia híbrida para analisar fraudes levantadas por sistemas comuns e elevar resultados em até 50% na taxa de aprovação.

Startup gaúcha investe em sistema antifraude

Startup usa inteligência artificial inédita na prevenção de doenças cardíacas

Starbem é a primeira brasileira a oferecer a solução, chancelada pelo Journals of the American College of Cardiology

Startup usa inteligência artificial inédita na prevenção de doenças cardíacas

Mercado de startups é mar azul para investidores

Mercado de startups é mar azul para investidores.

Mercado de startups é mar azul para investidores

O que falta às startups?

As startups estão “na moda”, e a cada dia nasce uma nova empresa.

O que falta às startups?