Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Hospital de Minas Gerais usa Inteligência Artificial para barrar Covid

Hospital de Minas Gerais usa Inteligência Artificial para barrar Covid

20/11/2020 Divulgação

Aplicativo mede temperatura e controla sintomas de funcionários e visitantes no acesso ao hospital.

Hospital de Minas Gerais usa Inteligência Artificial para barrar Covid

A Santa Casa de Misericórdia de Itajubá, no sul de Minas Gerais, conta com a ajuda de Inteligência Artificial para reduzir a contaminação por coronavírus em suas instalações, criando uma rede de proteção para colaboradores, pacientes e visitantes. 

Equipado com um módulo de gestão do risco Covid, o aplicativo KeyApp, desenvolvido pela startup carioca CyberLabs, consegue calcular a probabilidade de uma pessoa estar ou não contaminada, permitindo que a Santa Casa tome medidas preventivas. Até o momento, 18 médicos e enfermeiros já foram temporariamente afastados com o alerta da tecnologia.

Instalado em um totem na recepção do hospital, o KeyApp funciona como uma ferramenta de controle de acesso, capaz de monitorar a entrada, saída e circulação de pessoas. Para utilizá-lo, o usuário baixa um aplicativo gratuito na AppStore ou Google Play e preenche seus dados. 

Na Santa Casa, o ingresso é feito por reconhecimento facial, sem nenhum contato físico. A ferramenta monitora todos os cerca de 250 funcionários, incluindo médicos, enfermeiros, recepcionistas, funcionários da lanchonete e do estacionamento, gerando um ciclo de segurança em torno do local.

A entrada na instituição está também condicionada ao preenchimento, dentro do próprio aplicativo, de um formulário de auto avaliação sintomática criado pelo Serviço de Controle de Infecção Hospitalar da Santa Casa em parceria com a CyberLabs. O KeyApp gera, através de inteligência artificial, dados que a diretoria do hospital acompanha em tempo real, prevendo quais funcionários têm maior risco de contaminação antes mesmo do diagnóstico médico ou da realização do teste.

As perguntas do formulário buscam identificar se o usuário apresentou sintomas de contaminação nas últimas horas, se manteve contato com suspeitos ou se esteve no mesmo ambiente com alguém que tenha sido contaminado. Após o preenchimento, o colaborador recebe, via SMS, uma avaliação de seu risco de contágio em tempo real. Se o score for baixo, ele poderá trabalhar normalmente. Se o número for alto e representar risco, o colaborador é orientado a ir para casa e ficar em isolamento

Além do formulário, o totem de reconhecimento facial também pode aferir a temperatura dos funcionários e visitantes. Caso o resultado fique acima de 37,5ºC, o usuário também tem a entrada restrita no hospital. Automatizar o procedimento, de acordo com Tamara, ajudou a criar uma barreira de segurança mais confiável para o hospital, que antes dependia do bom senso de cada colaborador e visitante para reportar os sintomas. a.

A Santa Casa também contará, em breve, com outra aplicação do KeyApp, na qual o visitante poderá avaliar o ambiente, dando notas de 1 a 10 sobre o que achou da experiência na Santa Casa. Com as respostas, a equipe poderá tomar ações para aumentar a satisfação do público.

Fonte: Agencia Blue Chip



Startup lança solução para integrar a cadeia de frutas, legumes e verduras

OpenSolo desenvolve ferramenta ágil e completa para produtores, varejistas, distribuidores, importadores e exportadores que responda ao dinamismo do mercado de FLV.

Startup lança solução para integrar a cadeia de frutas, legumes e verduras

Como tornar uma startup atraente para investidores

Especialista em investimentos indica os principais passos a serem seguidos pelas empresas que estão em busca de captação.

Como tornar uma startup atraente para investidores

Startup abre inscrições para curso gratuito para formar profissionais de tecnologia

Interessados podem se inscrever até 22/12 e os melhores alunos serão selecionados para programa de trainee.


Como investir com segurança em uma startup?

As startups continuam trazendo resultados surpreendentes e estão movimentando aplicações bilionárias, atraindo cada vez mais o interesse de investidores.

Como investir com segurança em uma startup?

Cinco startups mineiras estão na etapa final do programa Capital Empreendedor

Nos dias 24 e 25 de novembro, as empresas participam do Circuito de Investimentos, em São Paulo. Ao todo, 50 startups de todo o Brasil foram selecionadas.


Travel Tech mineira é reconhecida entre as 25 startups mundiais mais promissoras

Desde a sua fundação, em setembro de 2018, empresa vem revolucionando o mercado de viagens corporativas do Brasil.

Travel Tech mineira é reconhecida entre as 25 startups mundiais mais promissoras

Startup lança plataforma de contratação para mulheres em vulnerabilidade

{reprograma} aumenta a empregabilidade feminina na área tech.


Dez startups investidas pelo BMG UpTech estão entre as mais atraentes do mercado

BMG UpTech identifica as startups cujos negócios sejam viáveis, investe no seu desenvolvimento e as coloca em contato com o mercado.

Dez startups investidas pelo BMG UpTech estão entre as mais atraentes do mercado

Startup de logística Uello expande operação para Minas Gerais

Logtech realiza mais de 7 mil entregas por dia para mais de 150 clientes, entre eles MMartan, Petz, Polishop e Etna.


Como uma PME ou startup pode vender para grandes empresas?

Investir no relacionamento com tomadores de decisão e utilizar novos canais para prospecção é o primeiro passo para ter êxito nas negociações.

Como uma PME ou startup pode vender para grandes empresas?

BlackRocks Startups anuncia selecionadas mineiras para o Grow Startups 2021

Grow Startups é um programa aceleração de startups voltado para o crescimento econômico e escalável dos negócios liderados por empreendedores negros.

BlackRocks Startups anuncia selecionadas mineiras para o Grow Startups 2021

Startup gaúcha investe em sistema antifraude

Com análise em duas etapas, Appmax utiliza tecnologia híbrida para analisar fraudes levantadas por sistemas comuns e elevar resultados em até 50% na taxa de aprovação.

Startup gaúcha investe em sistema antifraude