Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A revolução do carro elétrico

A revolução do carro elétrico

09/08/2021 Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves

Tivemos muitos experimentos de carro elétrico ao redor do mundo.

A revolução do carro elétrico

Nos anos 80, chamou-se a atenção um outdoor colocado em meu caminho ao trabalho, que mostrava a traseira de um veículo futurista literalmente voando no céu azul. O automóvel aparecia no quadro onde estávamos acostumados ver os aviões. Era um forte apelo institucional e nos levava a divagar sobre como seria o futuro. A ficção do carro voador já existia nas histórias em quadrinhos e até no cinema, mas era muito distante da realidade. Poucos pensavam no automóvel autônomo que hoje existe e até já provocou acidentes, ou nos veículos elétricos, que começam a invadir o mercado e tendem a desbancar o petróleo, seus similares e derivados. Possuíamos apenas o carro a álcool em sua versão primária com mera adaptação para queimar o combustível vindo da cana no lugar da gasolina, um nicho de mercado que quase se extinguiu e só foi salvo com a chegada da eletrônica embarcada nos veículos e a hoje popular tecnologia “flex”, onde o motor consome tanto um quanto outro combustível e até a mistura de ambos.

Tivemos muitos experimentos de carro elétrico ao redor do mundo. No Brasil e em toda a América Latina, o pioneiro foi o Gurgel Itaipu, apresentado no Salão do Automóvel de 1974, pela Gurgel, empresa que até então se dedicava à produção de veículos em fibra com mecânica Volkswagen refrigerada a ar. Mas, com a tecnologia de então, os veículos elétricos eram lentos e tinham baixa autonomia. Isso sem dizer que não havia pontos de reabastecimentos. No quase meio século que nos separa daquele lançamento futurista, muita coisa mudou. As baterias ganharam nova tecnologia e componentes, novos conceitos de motores e transmissões foram desenvolvidos e hoje o carro movido a eletricidade é sustentável, embora o preço ainda seja elevado. Mas isso é um fenômeno que já experimentamos com outros avanços como a TV em cores e o videocassete, lançados com os preços nas alturas mas trazidos à razoabilidade pela produção em escala e demanda mercadológica.

Hoje já vemos os primeiros veículos elétricos chegando ao mercado em condições de substituir os movidos a combustíveis líquidos. Surgem também as primeiras “bombas” de abastecimento elétrico. Mas, além disso, há a forte alternativa viável para as grandes e até médias cidades de, em vez de comprar um veículo e tê-lo na garagem ocioso na maior parte do tempo, passarmos a “assiná-lo” como se faz com jornal e outros produtos e ter a sua posse só na hora de utilização. Quando não estamos usando, outros assinantes estarão e, assim, os custos serão compartilhados. Quando chegarem os autônomos, então, muitos cidadãos sequer tirarão carteira de motorista, pois dela não necessitarão.

Integrantes da geração nascida no pós-guerra – de 1945 a 64 – assistimos muitas transformações. O homem foi à Lua, os computadores e suas redes transformaram o planeta numa aldeia e hoje somos cercados de engenhocas nunca antes imaginadas. O carro voador do outdoor ainda não surgiu, mas temos a grande nuvem de helicópteros, o carro elétrico que aos poucos substituíra a atual frota e muitas inovações que ainda nem imaginamos. É o mundo e a humanidade – apesar de todas as iniquidades – cumprindo o seu destino. Oxalá os homens possam se entender e tirar o mais alto proveito de tudo o que ele próprio inventou ou desenvolveu. Que as tecnologias sirvam à paz, jamais à guerra ou ao sofrimento do ser humano.

* Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves - dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo).

Para mais informações sobre Carro Elétrico clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: ASPOMIL



O que o consumidor de internet precisa saber sobre a chegada do 5G ao Brasil

Tecnologia terá velocidade 20 vezes maior e sem muitas variações de preço, No entanto, chegada pode demorar mais do que se imagina.

O que o consumidor de internet precisa saber sobre a chegada do 5G ao Brasil

Conheça as 10 tendências para o futuro das cidades

Tema integra programação do 4º Seminário Cidades que se Reinventam.


SpaceX terá tripulação civil para missão de três dias na órbita terrestre

Com o voo, a empresa de Elon Musk também entra na corrida pelo turismo espacial.

SpaceX terá tripulação civil para missão de três dias na órbita terrestre

Brasil terá satélite 100% produzido pela indústria nacional

Com apoio da EMBRAPII, solução tecnológica vai trazer conhecimento para explorar o espaço e traçar estratégias para indústria nacional.

Brasil terá satélite 100% produzido pela indústria nacional

Carregador recarrega celular a 3 metros de distância

Tecnologia da Motorola aceita até quatro aparelhos simultâneos.

Carregador recarrega celular a 3 metros de distância

Mais tecnologia, mais riscos

O que o futuro da segurança dos sistemas financeiros reserva.

Mais tecnologia, mais riscos

Pix Saque e Pix Troco estarão disponíveis a partir de 29 de novembro

Transações terão limite de R$ 500 de dia e de R$ 100 à noite.

Pix Saque e Pix Troco estarão disponíveis a partir de 29 de novembro

Centro de tecnologia desenvolve máscara que permite leitura labial

O equipamento facilita a comunicação com deficientes auditivos.

Centro de tecnologia desenvolve máscara que permite leitura labial

Empresa lança projeto de transporte de carga em alta velocidade para portos

Como escolher o melhor fone de ouvido gamer

Com tantas opções no mercado, encontrar um fone de ouvido gamer se torna uma tarefa difícil.

Como escolher o melhor fone de ouvido gamer

As novas viagens ao espaço: por que elas podem ser importantes para o futuro da humanidade?

Dono da Amazon, uma das maiores empresas do mundo de e-commerce, Jeff Bezos deu o que falar na semana passada.

As novas viagens ao espaço: por que elas podem ser importantes para o futuro da humanidade?

CX e tecnologia: um caminho que leva para muito além da compra

A Customer Experience (CX) é uma área de conhecimento centrada em experiências humanas.

CX e tecnologia: um caminho que leva para muito além da compra